Momento Destaque

Mesa Diretora da Câmara Mun. de Cuiabá adota medidas para prevenção ao Coronavírus na Capital do Estado

Publicado

Mesa Diretora da Câmara de Vereadores de Cuiabá anunciou nesta segunda-feira (23) um pacote de medidas de combate ao novo coronvírus.

Segundo fontes do Legislativo de Cuiabá,  o presidente da Casa, Vereador Misael Galvão(foto) vai destinar parte do duodécimo da casa para a aquisição de máscaras de proteção e álcool gel, por exempplo.

A portaria  baixada também instituirá o regime de trabalho remoto (home office), além da cessão do prédio da Câmara, que fica no centro de Cuiabá, para a prefeitura poder utilizar nos trabalhos de prevenção e tratamento da população, como testes do Covid-19, vacinação e até internação, caso seja necessário.

De acordo com as fontes, a portaria também deverá instituir o Plenário Virtual para a realização de sessões por meio de video-conferência.

A decisão do Presidente do Legislativo, Misael Galvão, foi aprovada após reuniões com os demais pares, que acataram a iniciativa, tendo em vista a gravidade do momento pelo qual passa Cuiabá, o País e o Mundo.

Otavio Ventureli(c0m Assessoria)

Comentários Facebook
publicidade

Momento Destaque

Sindicato dos Trabalhadores do Sistema Agrícola, Agrário e Florestal de MT pede que Governo pause pagamento de consignados

Publicado

O Sindicato dos Trabalhadores do Sistema Agrícola, Agrário, Pecuário e Florestal de Mato Grosso (Sintap-MT), que representa os servidores do Instituto de Defesa Agropecuária (Indea) e Instituto de Terras (Intermat) pediu ao governo estadual uma pausa no pagamento dos empréstimos de consignados.

O argumento é que servidores públicos, assim como todo cidadão mato-grossense, devem ser prejudicados com a crise econômica que instalará em função da pandemia do coronavírus. Cita, neste contexto, que já há rumores em Mato Grosso acerca de possível atraso de pagamento dos salários.

“Sabemos que muitos servidores fizeram empréstimos e estão numa situação complicada, em função disso, então, solicitamos ao governo do Estado para que dê um fôlego para esses servidores no pagamento das respectivas parcelas, assim, como está fazendo no pagamento de tributos”, disse a presidente do Sintap, Rosimeire Ritter.

Inúmeras outras solicitações também foram feitas pelo sindicato junto ao Fórum Sindical em prol do servidor público. “Desde que se iniciou toda essa situação grave desta pandemia, temos nos dedicado diuturnamente e trabalhado muito buscando garantir os direitos do servidor público e enquanto estivermos representando tanto a categoria do Indea quanto do Intermat, faremos o possível para lhes garantir o que lhes é de direito”, disse Rosimeire.

 

Otavio Ventureli(com assessoria)

Comentários Facebook
Continue lendo

Momento Destaque

Deputados de Mato Grosso estimam queda de 30% na arrecadação do Estado e Assembléia sai na frente preparando cortes em despesas

Publicado

Com menos movimentos nas ruas e com a maior parte dos estabelecimentos comerciais fechados, os deputados estaduais estimam até 30% na queda de arrecadação do governo de Mato Grosso.

Com menos dinheiro, cortes são inevitáveis e a Assembleia Legislativa saiu na vanguarda e prepara um decreto prevendo corte no gabinete dos parlamentares.

A ideia é cortar a gordura e preservar o emprego no momento de crise, segundo afirmou neste domingo(29) o deputado Carlos Avalone(Foto).

Para fazer o acompanhamento das ações foi criado o Observatório Socioeconômico, com membros da Assembleia e entidades representativas dos segmentos econômicos, debatendo a crise gerada pelo coronavírus e os setores e pessoas mais afetados com a falta de recursos para fazer a economia girar.

Os deputados já decidiram que vão economizar na verba indenizatória, em custeio da Casa Legislativa, em passagens e combustíveis, todo dinheiro será convertido ao combate da Covid-19. Com a instalação de leitos de UTI no interior, por exemplo.

“Os deputados já estão preparados para isso. Com certeza, os recursos do Estado não darão para cumprir todos os compromissos. Precisamos preversar o emprego, não tem cabimento nem o Estado e nem a Assembleia falar em demissão, temos que dar tranquilidade ao servidores e dizer que a manutenção do emprego que vai fazer a roda girar, tudo isso está na nossa preocupação”, disse Avalone.

Em pronunciamento a nação nesta terça-feira (25), o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) defendeu o fim do confinamento em massa no Brasil por questões econômicas. A União prepara um pacote de medidas para incentivar a economia e na distribuição de renda.

O governador Mauro Mendes (DEM) também já criticou medidas extremas que são adotadas por cidades do interior que ainda não apresentam caso de Covid-19. O Estado anunciou a doação de 50 mil cestas básicas a famílias em situação de vulnerabilidade social.

 

Otavio Ventureli(com Ascom)

Comentários Facebook
Continue lendo

Momento MT

Momento Nacional

Momento Esportes

Momento Entretenimento

Mais Lidas da Semana