Momento Agro

AÇÚCAR/CEPEA: Preço sobe e retoma patamar de dez/16

Publicados

em


Cepea, 14/10/2020 – As cotações do açúcar cristal retomaram o patamar dos R$ 90 por saca de 50 kg, o que não era observado desde o final de dezembro de 2016, em termos nominais. De 6 a 13 de outubro, o Indicador CEPEA/ESALQ, cor Icumsa de 130 a 180, mercado paulista, registrou aumento de 0,3%, a R$ 90,42/saca de 50 kg nessa terça-feira, 13. Pesquisadores do Cepea afirmam que a alta nas cotações se deve à restrição de oferta no mercado doméstico, em especial o do tipo Icumsa 150. Diante da baixa disponibilidade, alguns compradores têm, inclusive, adquirido tipos inferiores do cristal a valores equivalentes aos do açúcar de melhor qualidade. Fonte: Cepea – www.cepea.esalq.usp.br 

Fonte: CEPEA

Leia Também:  ETANOL/CEPEA: Preços do hidratado sobem pela 5ª semana consecutiva
Propaganda

Momento Agro

Pesquisa inédita testa soja avariada em suínos

Publicados

em


Sustentabilidade

Pesquisa inédita testa soja avariada em suínos

Os tratamentos são 0% 20%, 40%, 60%, 80% e 100% de substituição do farelo padrão pelo de soja com avaria máxima

Wanderlei Dias Guerra

27/10/2020

Mais uma pesquisa científica inédita, estratégica para os produtores de soja e milho do Brasil, é financiada pela Associação dos Produtores de Soja e Milho de Mato Grosso (Aprosoja/MT) por meio do Programa Agrocientista e sendo executada por pesquisadores da Universidade Federal de Mato Grosso – UFMT
O trabalho, também coordenado pela professora doutora Gerusa da Silva Salles Corrêa, vinculada ao Programa de pós Graduação em Ciência Animal da UFMT, é com suínos e também testa o potencial da “soja avariada”, no desempenho e ganho de peso dos animais.
 
Na pesquisa está se utilizando diferentes níveis de substituição de farelo de soja produzido a partir de soja avariada (97,5%), sobretudo grãos ardidos e fermentados. Os tratamentos são 0% 20%, 40%, 60%, 80% e 100% de substituição do farelo padrão pelo de soja com avaria máxima. 
 
Os grãos fermentados e ardidos são as principais avarias encontradas nos grãos de soja, sobretudo em anos em que a colheita coincide com períodos chuvosos. Apesar disso, centenas de análises feitas pela Aprosoja MT demonstram que o grão avariado apresenta até maiores teores de proteínas que os grãos considerados dentro do padrão definido pela normativa federal, a IN 11/07.
 
 O trabalho será finalizado no início de novembro, quando os animais atingirem o peso padrão de abate (em torno de 100 kg), oportunidade em que serão feitas as análises estatísticas para comparar, dentre outros fatores, o consumo de ração, ganho de peso e rendimento de carcaça.
 
De acordo com a coordenadora do projeto, professora Gerusa, até as últimas pesagens não se detectou diferenças significativas entre os tratamentos, mas devemos aguardar o final do trabalho para tirarmos as conclusões. 
 
De acordo com o Diretor Administrativo da Aprosoja Lucas Costa Beber, a entidade tem como bandeira defender o  produtor de soja e milho em quaisquer circunstâncias que ele nos demandar. Por isto, de tanto ouvir os reclames dos associados em relação a classificação de grãos x descontos,  nós buscamos a verdade através da ciência. “Ela quem será a balizadora para se fazer justiça para com os produtores de soja e milho do estado, benefícios que serão revertidos para todo o país. “Buscamos a resposta científica para posteriormente definirmos as estratégias de ação junto ao Ministério da Agricultura, de forma que os produtores que plantam, cuidam, colhem transportam sua produção não mais a entregue de graça na hora da venda”, finaliza o Diretor.
 
“Queremos verificar com a pesquisa quais níveis de utilização do grão ou do farelo de soja é que podem influenciar no ganho de peso dos animais. Pelos resultados preliminares desta e de outras pesquisas que estão sendo conduzidas na parceria com a UFMT, além de outras já concluídas, temos visto que estamos no caminho certo, tanto é que nada se perde da soja avariada. O comprador nos desconta, mas os grãos são totalmente utilizados pelos compradores” destaca o presidente da Aprosoja, Antonio Galvan.

Leia Também:  MANDIOCA/CEPEA: Oferta aumenta, demanda se enfraquece e preços recuam

Confira Vídeo:

 

Fonte: Assessoria Técnica

Assessoria Técnica

Contatos: Área Técnica

Fonte: APROSOJA

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA