Momento Agro

ALGODÃO/CEPEA: Preços seguem renovando as máximas nominais

Publicados

em


Cepea, 24/11/2021 – Os preços do algodão seguem em alta no Brasil, renovando os patamares máximos nominais da série histórica do Cepea, tendo como suporte a paridade de exportação. Segundo pesquisadores do Cepea, mesmo diante dos recordes nominais no Brasil, os valores da pluma para exportação ainda estão acima dos registrados no mercado doméstico, o que leva vendedores a permanecerem firmes nos preços pedidos para novas negociações. Do lado comprador, parte das indústrias se mantém recuada, trabalhando com a matéria-prima já contratada e/ou em estoque. Mas as unidades que necessitam repor estoques acabam cedendo nos valores pagos para conseguir efetivar novas aquisições. No acumulado da parcial de novembro (até o dia 23), o Indicador CEPEA/ESALQ do algodão em pluma registra elevação de 4,6%, fechando a R$ 6,2226/lp na terça-feira, 23. Fonte: Cepea (www.cepea.esalq.usp.br)

Fonte: CEPEA

Leia Também:  ETANOL/CEPEA: Preços caem pela terceira semana seguida
Propaganda

Momento Agro

ARROZ/CEPEA: Com clima favorável, semeadura avança para a reta final

Publicados

em


Cepea, 1º/12/2021 – O cultivo da temporada 2021/22 de arroz em casca está na reta final no Rio Grande do Sul, maior estado produtor. Com o avanço do desenvolvimento das lavouras, colaboradores do Cepea reportaram que orizicultores mostram interesse em depositar o arroz em casca nas unidades de beneficiamento, com intuito de liberar os armazéns para a chegada da nova safra. Indústrias, no entanto, indicam que já têm boa parte do espaço físico comprometida e não há excedente disponível. No spot, a demanda interna não tem apresentado sinais de recuperação consistentes, e boa parte das unidades de beneficiamento relata baixa necessidade de aquisição neste momento. Em meio a esse cenário, os preços seguem enfraquecidos. Nessa terça-feira, 30, o Indicador ESALQ/SENAR-RS do arroz, referente ao cereal de 58% grãos inteiros e pagamento à vista, fechou a R$ 62,95 por saca de 50 kg, com queda de 7,83% no acumulado de novembro. Fonte: Cepea (www.cepea.esalq.usp.br)

Fonte: CEPEA

Leia Também:  MILHO/CEPEA: Após oito semanas em queda, preços reagem
Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA