Momento Agro

Após acordo com a UE governo vai criar fundo para modernizar setor de vinho

Publicados

em

 

    O governo vai criar um fundo para modernização do setor de vinho brasileiro. A medida foi anunciada na quarta-feira, dia 3, pela ministra da Agricultura, Tereza Cristina.
 
     O objetivo é preparar os produtores de vinho para as demandas do acordo entre Mercosul e União Europeia, fechado na última semana.
 
     Os recursos virão do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) incidente no setor e poderão ser usados para renovação das lavouras de dois a três hectares, financiamentos, equalização de taxas de juros e melhoria da logística.
 
     O acordo entre Mercosul e União Europeia prevê a eliminação de tarifas para vinhos em garrafas de até cinco litros e champanhe em um prazo de oito anos. Ficam excluídos vinhos a granel, mostos e suco de uva.
 
     No caso de espumantes, os com preço acima de US$ 8 FOB por litro ficam isentos de tarifas assim que o acordo entrar em vigor. Após 12 anos, serão zeradas as tarifas para os espumantes e começa o livre-comércio efetivamente.
 
     O secretário de Comércio e Relações Internacionais, Orlando Leite Ribeiro, disse que o fundo poderá eventualmente receber recursos da União. A estimativa, conforme o secretário, é alcançar R$ 150 milhões.
 
     Leite
 
     Para o setor de leite, o governo deve isentar a importação de máquinas usadas na produção com o objetivo de diminuir custos e ajudar na modernização do segmento.
 
     “Sem o acordo, o leite é um setor que já nos preocupa muito. Mas é uma boa oportunidade para o setor se modernizar e é claro que o governo precisa ajudar”, disse. Ela citou as conversas dentro do governo para que haja isenção de até 35% na importação de máquinas para o setor.
Leia Também:  MANDIOCA/CEPEA: Oferta limitada impulsiona média semanal
Propaganda
Clique para comentar

Você precisa estar logado para postar um comentário Login

Deixe uma resposta

Momento Agro

AÇÚCAR/CEPEA: Indicador volta a subir

Publicados

em


Cepea, 27/07/2021 – As cotações do açúcar cristal voltaram a registrar elevação nos últimos dias no mercado spot do estado de São Paulo, de acordo com dados do Cepea. O Indicador CEPEA/ESALQ fechou a R$ 117,61/saca de 50 kg nessa segunda-feira, 26, avanço de 0,62% em relação ao dia 19. Atentas às projeções de quebra da safra deste ano, usinas paulistas continuaram restringindo a oferta para o spot, já que têm contratos a serem entregues aos mercados interno e externo. Compradores, por sua vez, até buscaram negócios a preços mais baixos; porém, tiveram êxito em apenas poucos casos, quando a negociação envolvia o açúcar Icumsa 180. Fonte: Cepea (www.cepea.esalq.usp.br)

Fonte: CEPEA

Leia Também:  ALFACE/CEPEA: Perdas por geada já resultam em alta dos preços
Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA