Momento Agro

Fim do Vazio Sanitário: produtor deve ter cautela para iniciar o plantio, orienta Aprosoja

Publicados

em


.

Fim do Vazio Sanitário: produtor deve ter cautela para iniciar o plantio, orienta Aprosoja

A partir de agora os produtores rurais estão autorizados a plantar os grãos

15/09/2020

A partir de amanhã (16.09), produtores rurais estão autorizados a plantar soja em Mato Grosso. É que nesta terça-feira (15.09), termina o Vazio Sanitário da Soja no Estado, após três meses de vigência. Para Associação dos Produtores de Soja e Milho de Mato Grosso (Aprosoja) mesmo com a liberação, produtores precisam ser cautelosos para iniciar o plantio devido as atuais condições climáticas. O período proibitivo existe há 14 anos e é uma das medidas fitossanitárias mais importantes para a prevenção e controle da ferrugem asiática na oleaginosa.

Presidente da Associação dos Produtores de Soja e Milho de Mato Grosso (Aprosoja), Antonio Galvan, ressalta a importância de o produtor estar atento ao iniciar o plantio, já que o Estado passa por um longo período de estiagem. Conforme as previsões do Projeto AproClima, as chuvas só devem acontecer na última semana de setembro, em Mato Grosso. Cautela é o melhor caminho, conforme o presidente.

Leia Também:  O Boletim do Leite de setembro já está disponível em nosso site!

“Se tem uma coisa que o produtor rural tem é otimismo, mas nossa orientação se baseia na cautela, já que meteorologistas falam do período um pouco tardio das chuvas, principalmente este mês de setembro. Não coloque agora as duas culturas em risco (soja e milho), é preciso cautela e esperar a chegada das chuvas”, orientou.

Galvan lembra que a entidade tem lutado e apoia integralmente o Vazio Sanitário da soja. “Incansavelmente temos lutado para manter esse período e o apoiamos, inclusive, livre de qualquer tipo de pesquisa que tenha soja. O defendemos desde a criação em 2006 e continuaremos lutando para que o vazio exista em sua totalidade”, reforçou.

Ferrugem Asiática – A ferrugem asiática da soja ocasiona perdas em torno de 20% ao ano, provocando a desfolha precoce da planta e impedindo a completa formação dos grãos, o que gera redução na produtividade, sendo considerada uma doença de importância econômica.

Vazio Sanitário – O Vazio Sanitário foi instituído pela Instrução Normativa conjunta nº 002/2015, entre a Secretaria de Desenvolvimento Econômico e o Instituto de Defesa Agropecuária do Estado de Mato Grosso (Indea-MT).

Leia Também:  FRANGO/CEPEA: Demanda firme mantém preço em alta

Clima safra 20/21 – De acordo com o professor PhD em Meteorologia pela Universidade de Wisconsin (USA), Luiz Carlos Molion, as chuvas na safra 2020/2021 devem ficar dentro da média. “Produtores rurais não precisam ter pressa para o plantio da safra 2020/2021, embora as chuvas possam atrasar um pouco, pode-se esperar um volume maior de água para o início de 2021, mas no geral estará na média. Não precisa se preocupar com chuvas nessa safra”, pontuou durante palestra online promovida pela Aprosoja.

 

 

Fonte:

Assessoria de Comunicação

Contatos: Telefone: 65 3644-4215 Email: [email protected]

Fonte: APROSOJA

Propaganda

Momento Agro

FRANGO/CEPEA: Demanda firme mantém preço em alta

Publicados

em


.

Cepea, 18/09/2020 – As demandas internacional e doméstica pela carne de frango seguem firmes. Do lado da oferta, pesquisadores do Cepea indicam que o setor vem operando com produção controlada há alguns meses. Esse contexto tem elevado os preços da carne e, consequentemente, do animal vivo, que, neste caso, atingem os maiores patamares nominais da série histórica do Cepea em algumas regiões. Segundo relatório parcial da Secex, nos oito primeiros dias úteis de setembro, o Brasil exportou, em média, 17,3 mil toneladas/dia de carne de frango in natura, sendo 6,7% acima da média observada em agosto e ainda a segunda maior de 2020 – atrás somente da de fevereiro. Quanto ao mercado doméstico, a elevada competitividade da proteína avícola frente às principais carnes concorrentes (bovina e suína) mantém a boa fluidez das vendas. Fonte: Cepea – www.cepea.esalq.usp.br

Fonte: CEPEA

Leia Também:  ARROZ/CEPEA: Mesmo com isenção da TEC, preço segue acima dos R$ 100/sc
Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA