Momento Agro

MELANCIA/CEPEA: La Niña pode prejudicar lavouras no RS

Publicados

em


Cepea, 24/11/2021 – O plantio de melancia no Rio Grande do Sul continua avançando, com algumas lavouras em Arroio dos Ratos já iniciando a colheita de forma pontual para abastecer o mercado regional. Segundo colaboradores do Hortifruti/Cepea, até o momento, o clima seco na região tem favorecido o desenvolvimento das frutas, que vêm apresentando calibre elevado, apesar das recentes baixas temperaturas registradas no estado. No entanto, a grande possibilidade de ocorrência do La Niña nestes últimos meses de 2021 tem preocupado produtores gaúchos. De acordo com a NOAA (National Oceanic and Atmospheric Administration), há 90% de chance de ocorrência do fenômeno entre novembro e janeiro no Brasil – no Sul do País, o La Niña costuma atrasar as chuvas, o que pode limitar a produtividade, principalmente nas lavouras de sequeiro. Outro impacto negativo do tempo mais seco é o aumento da incidência de viroses, o que tende a elevar ainda mais os custos de produção e, consequentemente, reduzir a rentabilidade da cultura, caso os preços não subam na mesma proporção. Vale ressaltar que o cenário pode ser mais preocupante em Encruzilhada do Sul, devido à menor disponibilidade de água nos açudes da região frente às outras praças produtoras de melancia no estado. Fonte: Cepea/Hortifruti – www.hfbrasil.org.br

Leia Também:  TRIGO/CEPEA: Colheita de safra recorde está quase finalizada; preço se sustenta
Fonte: CEPEA

Propaganda

Momento Agro

ARROZ/CEPEA: Com clima favorável, semeadura avança para a reta final

Publicados

em


Cepea, 1º/12/2021 – O cultivo da temporada 2021/22 de arroz em casca está na reta final no Rio Grande do Sul, maior estado produtor. Com o avanço do desenvolvimento das lavouras, colaboradores do Cepea reportaram que orizicultores mostram interesse em depositar o arroz em casca nas unidades de beneficiamento, com intuito de liberar os armazéns para a chegada da nova safra. Indústrias, no entanto, indicam que já têm boa parte do espaço físico comprometida e não há excedente disponível. No spot, a demanda interna não tem apresentado sinais de recuperação consistentes, e boa parte das unidades de beneficiamento relata baixa necessidade de aquisição neste momento. Em meio a esse cenário, os preços seguem enfraquecidos. Nessa terça-feira, 30, o Indicador ESALQ/SENAR-RS do arroz, referente ao cereal de 58% grãos inteiros e pagamento à vista, fechou a R$ 62,95 por saca de 50 kg, com queda de 7,83% no acumulado de novembro. Fonte: Cepea (www.cepea.esalq.usp.br)

Fonte: CEPEA

Leia Também:  Aprosoja-MT apresenta projetos de sustentabilidade em Fórum Nacional
Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA