Momento Agro

MILHO/CEPEA: Vendedor retraído e demanda ativa mantêm valores em alta

Publicados

em


Cepea, 03/05/2021 – Atentos aos baixos estoques da safra 2019/20 e preocupados com o desenvolvimento das lavouras 2020/21, produtores limitam a oferta de milho no spot. Do lado da demanda, parte dos consumidores precisa recompor os estoques no curto prazo. Diante disso, os valores do cereal continuam em alta e, portanto, renovando os recordes reais em muitas praças acompanhadas pelo Cepea. De 23 a 30 de abril, o Indicador ESALQ/BM&FBovespa subiu 1,07%, fechando a R$ 99,76/saca de 60 kg na sexta-feira, 30. Fonte: www.cepea.esalq.usp.br

Fonte: CEPEA

Leia Também:  MANDIOCA/CEPEA: Com menor oferta, preço continua em alta
Propaganda

Momento Agro

O Boletim do Suíno de abril está disponível no site!

Publicados

em


Cepea, 12/05/2021 – Nesta edição, confira: 

Mercado em abril
Os preços do suíno vivo e da carne registraram movimento de recuperação em abril na maioria das regiões acompanhadas pelo Cepea, especialmente nas do Sudeste. Leia mais.

Preços e exportações
Após atingirem em março o maior volume da história, as exportações de carne suína recuaram em abril, mas seguiram apresentando ritmo aquecido. De acordo com dados da Secex, o Brasil exportou 97,2 mil toneladas da proteína (incluindo produtos in natura e industrializados) em abril, volume 9,9% menor que o recorde atingido em março, mas ainda 35,5% acima da quantidade de abril/20. Leia mais.

Relação de troca e insumos
Os preços do suíno subiram em abril na maioria das regiões acompanhadas pelo Cepea. Esse movimento favoreceu a recuperação do poder de compra do suinocultor paulista frente ao farelo de soja, importante insumo de alimentação, que, por sua vez, registrou desvalorização. Frente ao milho, o cenário também melhorou um pouco para o suinocultor, tendo em vista que o avanço nos preços do animal vivo foi mais intenso que o observado para o cereal. Leia mais.

Leia Também:  MILHO/CEPEA: Indicador supera os R$ 100/sc

Carnes concorrentes
Com a valorização do suíno vivo – por conta das elevadas exportações de carne suína e da consequente maior procura da indústria pelo animal –, o preço da carcaça suína também subiu em abril. Leia mais.

Fonte: CEPEA

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA