Momento Agro

OVOS/CEPEA: Com produção em alta, cotações seguem em queda

Publicados

em


.

Cepea, 14/09/2020 – Dados da pesquisa de Produção de Ovos de Galinha feita pelo IBGE confirmam o cenário já relatado por colaboradores do Cepea: de que a disponibilidade de ovos tem estado elevada no mercado interno, pressionando os valores pagos aos vendedores. Esse contexto somado à demanda final enfraquecida – principalmente por conta da diminuição da renda dos brasileiros devido aos impactos econômicos causados pela pandemia de covid-19 – vêm limitando a remuneração de produtores desde maio. Conforme dados do IBGE, entre abril e junho, o Brasil produziu 789,46 milhões de dúzias de ovos para consumo, aumento de 1% frente ao trimestre anterior e de 2,1% na comparação com o mesmo período de 2019. Vale lembrar também que as exportações – que em outros momentos ajudavam a escoar a produção de ovos – estão baixas neste ano, o que influencia no aumento da disponibilidade doméstica. De acordo com a Secex, no acumulado dos oito primeiros meses de 2020, o Brasil embarcou 1,3 mil toneladas de ovos in natura, o menor volume para o período em 14 anos. Em agosto, o setor exportou 69 t, o menor resultado para o mês desde 2003. Fonte: Cepea – www.cepea.esalq.usp.br

Leia Também:  CITROS/CEPEA: Produtor está à espera de chuvas
Fonte: CEPEA

Propaganda

Momento Agro

FRANGO/CEPEA: Demanda firme mantém preço em alta

Publicados

em


.

Cepea, 18/09/2020 – As demandas internacional e doméstica pela carne de frango seguem firmes. Do lado da oferta, pesquisadores do Cepea indicam que o setor vem operando com produção controlada há alguns meses. Esse contexto tem elevado os preços da carne e, consequentemente, do animal vivo, que, neste caso, atingem os maiores patamares nominais da série histórica do Cepea em algumas regiões. Segundo relatório parcial da Secex, nos oito primeiros dias úteis de setembro, o Brasil exportou, em média, 17,3 mil toneladas/dia de carne de frango in natura, sendo 6,7% acima da média observada em agosto e ainda a segunda maior de 2020 – atrás somente da de fevereiro. Quanto ao mercado doméstico, a elevada competitividade da proteína avícola frente às principais carnes concorrentes (bovina e suína) mantém a boa fluidez das vendas. Fonte: Cepea – www.cepea.esalq.usp.br

Fonte: CEPEA

Leia Também:  SUÍNOS/CEPEA: Valores do animal vivo se estabilizam no Sudeste
Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA