Momento Agro

Palestras técnicas no segundo dia do Show Safra abordam avicultura e cultivo do milho

Publicados

em

O segundo dia do Show Safra BR 163 traz para as discussões no auditório da Fundação Rio Verde palestras sobre a avicultura e mesa redonda sobre os avanços e desafios no manejo do milho.

A companhia de alimentos BRF dá início à programação com palestra de Cláudio Nessralla, diretor de operações. Na sequência, o gerente corporativo de garantia de qualidade, Rodrigo Ferro, apresenta o mercado de carnes e aves na visão dos clientes. Paulo Celestino Rossato, especialista agropecuário, encerra a manhã falando sobre a sustentabilidade na produção agropecuária.

Na parte da tarde o assunto será manejo do milho. A partir das 13h tem início a mesa redonda com a presença do professor da Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC), Ricardo Trezzi Casa, do gestor de pesquisa da Fundação MT, Leandro Zancarano e André Aguirre, mestre em agronomia.

Às 16h30 haverá mesa redonda coordenada por Rafael Major Pitta, pesquisador da Embrapa, com o tema "Quebrando os Paradigmas do MIP (Manejo Integrado de Pragas) em Grandes Áreas".

Leia Também:  CITROS/CEPEA: Baixa oferta interna mantém tahiti em valorização

A palestra máster será às 19h. O jornalista da Revista Veja e Rádio Joven Pan, Augusto Nunes, discute o cenário nacional após as eleições.

O Show Safra BR 163 será realizado de 26 a 29 de março, na Fundação Rio Verde, em Lucas do Rio Verde. 

Propaganda
Clique para comentar

Você precisa estar logado para postar um comentário Login

Deixe uma resposta

Momento Agro

IPPA/CEPEA: Alta de IPPA se desacelera em maio

Publicados

em


Cepea, 18/06/2021 – De abril para maio, o IPPA/CEPEA (Índice de Preços ao Produtor de Grupos de Produtos Agropecuários) registrou alta de 0,9%, em termos nominais, desacelerando o forte movimento que vinha sendo verificado nos meses anteriores. O resultado do índice geral reflete as variações positivas registradas no IPPA-Grãos, que aumentou 1,2%, e no IPPA-Cana-Café, que subiu 3,9%. Por outro lado, na mesma comparação, o IPPA-Hortifrutícolas recuou 8,3% e o IPPA-Pecuária ficou praticamente estável, com ligeiro avanço de 0,1%. Segundo pesquisadores do Cepea, o desempenho do índice de grãos reflete a variação positiva dos preços nominais do milho, do trigo e do algodão; por outro lado, o índice foi pressionado pela desvalorização do arroz. Para a pecuária, o índice foi influenciado pelos desempenhos dos preços do frango vivo e do leite; no caso do suíno vivo, após quatro meses de quedas consecutivas, tiveram alta modesta em maio, ao passo que o boi gordo se desvalorizou. As altas nominais observadas para os preços do café e da cana-de-açúcar respondem pelo avanço do índice composto por ambos os produtos. Já para os hortifrutícolas, a queda do índice se deve às baixas importantes, em termos nominais, dos preços da uva e da banana e, em menor intensidade, do tomate. Na mesma comparação, o IPA-OG-DI Produtos Industriais, calculado e divulgado pela FGV, teve alta de 3,4% – logo, de abril para maio, os preços agropecuários recuaram frente aos dos industriais da economia. Fonte: Cepea (www.cepea.esalq.usp.br)

Leia Também:  FRANGO/CEPEA: Poder de compra frente a insumos de alimentação segue em recuperação
Fonte: CEPEA

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA