Momento Agro

Pavilhão da agricultura familiar na Expointer no Rio Grande vai ganhar aplicativo

Publicados

em

 

    O público poderá ter acesso a informações sobre o pavilhão da agricultura familiar, na 42ª Expointer, que será realizada no período de 24 de agosto a 1º de setembro,  por meio de um aplicativo lançado pela Emater-RS/Ascar.
 
     Visitantes na maior feira agropecuária a céu aberto da América Latina conseguirão, por exemplo, ver quais agroindústrias fazem parte do espaço e quais são os produtos vendidos.
 
     James Roth, um dos organizadores do espaço da Emater, explica que pelo aplicativo as pessoas também terão acesso às mídias sociais da instituição, bem como aos apoiadores e patrocinadores e ao Informativo Conjuntural, que é referência no estado por apresentar a situação atual das culturas e criações.
 
     Durante a Expointer, a empresa também vai mostrar tecnologias sustentáveis adequadas para a agricultura, capazes de melhorar a produtividade, reduzir custos, garantir a segurança alimentar das famílias e incentivar a permanência do jovem no campo no processo de sucessão familiar rural.
Leia Também:  MANDIOCA/CEPEA: Preço médio da raiz sobe pela 11ª semana consecutiva
Propaganda
Clique para comentar

Você precisa estar logado para postar um comentário Login

Deixe uma resposta

Momento Agro

MILHO/CEPEA: Preços seguem tendências distintas entre regiões, mas recuos prevalecem

Publicados

em


Cepea, 20/9/2021 – Os preços do milho apresentaram comportamentos distintos entre as praças acompanhadas pelo Cepea ao longo da última semana, refletindo as diferentes condições do clima e de oferta e demanda regionais. No entanto, de modo geral, as quedas prevaleceram. De acordo com colaboradores do Cepea, a liquidez segue baixa, com muitos compradores ausentes do mercado – esses agentes sinalizam ter estoques, pelo menos para curto prazo, e estão à espera de novas desvalorizações. No Centro-Oeste, apesar da menor oferta na atual temporada, com a finalização da colheita e a ausência de compradores e exportadores, produtores aceitaram negociar o milho a valores mais baixos. Em regiões produtoras de safra verão, a melhora do clima e a possibilidade de avanço dos trabalhos de campo também pressionam as cotações. Por outro lado, em Minas Gerais e em São Paulo, produtores voltaram a limitar o volume ofertado, sobretudo os de praças paulistas, onde predomina o clima seco. Muitos destes agricultores têm voltado as atenções à soja, que, além de apresentar valores atrativos de comercialização, terá a semeadura iniciada em breve. Segundo agentes consultados pelo Cepea, apesar do atual cenário de baixa demanda, parte dos produtores opta por deixar a mercadoria nos armazéns, aguardando novas valorizações. Fonte: Cepea (www.cepea.esalq.usp.br)

Leia Também:  SOJA/CEPEA: Procura firme impulsiona prêmios do grão e do farelo; semeadura começa no BR
Fonte: CEPEA

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA