Momento Agro

Reta final do Show Safra traz discussões sobre suinocultura e manejo do algodão

Publicados

em

A programação técnica do Show Safra BR 163 entra em seu terceiro dia com palestras sobre o atual mercado de suínos e discussão referente aos avanços e desafios no manejo de algodão, no auditório da Fundação Rio Verde.

Às 8h30, o especialista em suinocultura, Jurandir Machado, abre o ciclo de palestras sobre o mercado da carne. Em seguida, o prefeito e produtor rural de Tapurah, Iraldo Ebertz e o vereador Ivanildo Amaral, de Pontes e Lacerdas, falam sobre espaços de potencialidades regionais.

À tarde, a mesa redonda sobre manejo do algodão começa às 13h. Os consultores agrônomos Luis Henrique Kasuya e Guilherme Almeida Ohl abrem as discussões sobre integração dos sistemas produtivos e manejo eficiente. O pesquisador da Instituição Matogrossense de Algodão (IMA), Rafael Galbieri, encerra o debate reforçando as perspectivas da cultura do algodoeiro no país.

A professora da PUC/RJ destaca a importância da presença da mulher no agronegócio, às 16h30. Encerra o terceiro dia do evento, Flávio Tavares, diretor da GolSat e PARAR Leader, que ministra palestra sobre "Qual é o seu propósito", às 19h
 

Leia Também:  CITROS/CEPEA: Baixa oferta interna mantém tahiti em valorização
Propaganda
Clique para comentar

Você precisa estar logado para postar um comentário Login

Deixe uma resposta

Momento Agro

IPPA/CEPEA: Alta de IPPA se desacelera em maio

Publicados

em


Cepea, 18/06/2021 – De abril para maio, o IPPA/CEPEA (Índice de Preços ao Produtor de Grupos de Produtos Agropecuários) registrou alta de 0,9%, em termos nominais, desacelerando o forte movimento que vinha sendo verificado nos meses anteriores. O resultado do índice geral reflete as variações positivas registradas no IPPA-Grãos, que aumentou 1,2%, e no IPPA-Cana-Café, que subiu 3,9%. Por outro lado, na mesma comparação, o IPPA-Hortifrutícolas recuou 8,3% e o IPPA-Pecuária ficou praticamente estável, com ligeiro avanço de 0,1%. Segundo pesquisadores do Cepea, o desempenho do índice de grãos reflete a variação positiva dos preços nominais do milho, do trigo e do algodão; por outro lado, o índice foi pressionado pela desvalorização do arroz. Para a pecuária, o índice foi influenciado pelos desempenhos dos preços do frango vivo e do leite; no caso do suíno vivo, após quatro meses de quedas consecutivas, tiveram alta modesta em maio, ao passo que o boi gordo se desvalorizou. As altas nominais observadas para os preços do café e da cana-de-açúcar respondem pelo avanço do índice composto por ambos os produtos. Já para os hortifrutícolas, a queda do índice se deve às baixas importantes, em termos nominais, dos preços da uva e da banana e, em menor intensidade, do tomate. Na mesma comparação, o IPA-OG-DI Produtos Industriais, calculado e divulgado pela FGV, teve alta de 3,4% – logo, de abril para maio, os preços agropecuários recuaram frente aos dos industriais da economia. Fonte: Cepea (www.cepea.esalq.usp.br)

Leia Também:  Aprosoja orienta o produtor para boas práticas na compra e uso de fertilizantes
Fonte: CEPEA

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA