Momento Cidades

AMM e Empaer buscam alternativas para expansão da fruticultura em Chapada dos Guimarães

Publicados

em


O presidente da Associação Mato-grossense dos Municípios, Neurilan Fraga proporcionou uma troca de experiências entre grupo de empresários, equipe da Secretaria de Agricultura de Chapada dos Guimarães e a Empresa Mato-grossense de Pesquisa, Assistência e Extensão Rural (Empaer) sobre cultivo e implantação da fruticultura na agricultura familiar do município. Durante a reunião, nesta quinta-feira (10) foram apresentadas novas tecnologias e serviços voltados para a agricultura familiar, de produção e cultivo de frutas cítricas, como maracujá, abacaxi e pitaya.

O presidente da AMM, Neurilan Fraga se colocou à disposição do grupo para organizar outro encontro, para dar início junto a Empaer, a um estudo de viabilidade, financiamento e produção das frutas em Chapada dos Guimaraes. “Será mais uma alternativa de fomentar a agricultura familiar da população chapadense, fortalecer principalmente o pequeno produtor para que tenha suporte no cultivo de frutas e a venda garantida para os empresários da região. Vamos trabalhar para viabilizar esse projeto junto aos órgãos competentes”, destacou Fraga

O presidente da Empaer, Renaldo Loffi e sua equipe abordaram sobre o cultivo da pitaya e de pesquisa estudada sobre o manejo e a condução de cultivares. Na ocasião, eles relataram também que os resultados iniciais podem ser bastante satisfatórios, e que os primeiros frutos produzidos podem pesar entre 800 gramas e 1 kg, com uma qualidade superior em relação ao sabor.

A Pitaya, também conhecida como “fruta do dragão” ou “escamosa”, do gênero Hylocereus, é nativa de regiões da América Central e México, mas também cultivada no Brasil e na China. Destacaram as espécies mais conhecidas e comercializadas, tais como a pitaya-branca (rosa por fora e branca por dentro), a pitaya-amarela (amarela por fora e de polpa branca) e a pitaya-vermelha (avermelhada por fora e por dentro).

Para o Secretário de Agricultura de Chapada dos Guimarães, Sebastião Moreira da Silva a ideia é fantástica em unir o poder público, órgãos municiais, empresários e agricultores. “Vamos fazer todo o possível para que a fruticultura seja inserida na agricultura familiar dos pequenos produtores do município, vamos aprofundar os estudos técnicos para que seja feito a plantação que mais se adequa em nossos solos”, disse ele, destacando que a pitaya é uma excelente escolha e que os empresários ajudam com toda comercialização da fruta.

A data da próxima reunião será definida para o mês de julho, onde a Empaer irá trazer um técnico especializado na produção de frutas cítricas, especialmente a cultura da pitaya. Os objetivos principais do trabalho das entidades serão introduzir e estudar o itinerário agronômico e manejo de cultura de frutas cítricas, além de buscar novas alternativas que sejam viáveis técnica e economicamente ao pequeno produtor rural da região.

Fonte: AMM

Leia Também:  Comissão pode votar PEC do Voto Impresso na próxima quinta-feira
Propaganda

Momento Cidades

Fiscais da Ordem Pública doam mais de três toneladas de alimentos à força-tarefa

Publicados

em


José Ferreira/Secom

Clique para ampliar

Fiscais da Secretaria de Ordem Pública de Cuiabá (Sorp), juntamente com o Sindicato dos Agentes de Regulação e Fiscalização do Município de Cuiabá (Sindarf) e Sindicato dos Servidores Públicos Municipais (Sispumc), doaram mais de três mil toneladas de alimentos não perecíveis para a Força-tarefa de Enfrentamento ao Frio, liderada pela primeira-dama, Márcia Pinheiro. 

A  força tarefa está ocorrendo desde a  última quarta-feira (28), com a  mobilização conjunta de várias secretarias municipais, com intuito de minimizar a situação da população mais carente, diante do frio que atingiu Cuiabá. 
“Nos últimos três meses, os fiscais e servidores da Sorp estão empenhados em fazer doações e arrecadações de alimentos para aquelas pessoas  que foram atingidas pela pandemia. E vamos iniciar a quarta arrecadação de alimentos e cobertores. É o mínimo que podemos fazer e queremos que esse tipo de ação vire rotina”, comentou o secretário-adjunto de Fiscalização, Benedito Alfredo Granja.
A primeira-dama  agradeceu os servidores da Sorp, ao qual ela destaca sempre poder contar. “Agradecemos muito aos servidores, ao secretário Sales, e aos fiscais por essa grande doação que irá ajudar inúmeras famílias que precisam, aquelas que foram afetadas pela pandemia e estão com dificuldade para o sustento familiar. É nossa obrigação, enquanto cidadãos, ajudar essas pessoas e vocês reconhecem essa missão. Portanto, meu muito obrigado”, agradeceu ela. 

O secretário da pasta, Leovaldo Sales, lembra que os fiscais nem sempre são bem recebidos, muitas vezes são até injustiçados, mas cumprem com seus deveres. “Agora,  mostramos o espírito humanitário atendendo ao pedido da primeira-dama e mostrando à sociedade que o fiscal tem compromisso com o bem estar social da nossa população. Entendemos que neste momento  de crise, muitas pessoas perderam empregos e por isso, vamos empenhar para que  essa  campanha seja realizada com mais frequência até que essa pandemia chegue ao fim ”, comentou o secretário.

Leia Também:  Mutirão da Conciliação Fiscal é prorrogada até 30 de setembro; contribuintes podem parcelar os débitos em até 48 vezes

A Prefeitura de Cuiabá já entregou mais de 3,5 mil donativos entre cestas de alimentos, cobertores, kits de higiene, roupas e itens de frio, além de absorventes da campanha Cuiabá Por Elas da Secretaria Municipal da Mulher.

A intitulada Força de Enfrentamento ao Frio é uma ação coordenada pelo Núcleo de Apoio à Primeira-dama, em conjunto com diversas secretarias municipais. 

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA