Momento Cidades

Artistas regionais deixam sua marca no Viaduto Murilo Domingos; obra será entregue na segunda-feira (10)

Publicados

em


Luiz Alves

Clique para ampliar

Com entrega marcada para a próxima segunda-feira (10), o viaduto Murilo Domingos, localizado na Avenida Manoel José de Arruda (Av. Beira Rio), é mais uma estrutura que conta com as atividades do programa Cidade Viva. No local, todos os pilares de sustentação recebem a pintura de elementos símbolos da história tricentenária de Cuiabá.

O processo é executado por sete artistas plásticos regionais que, desde a última semana, deixam sua marca na estrutura. Sob a coordenação de Fred Fogaça, participam desse trabalho os artistas Régis Gomes, Benedito Silva, Gilda Barrados, Babu 78, Vitório “Nico” e Sérgio Venny.

“Somos parceiros da Prefeitura de Cuiabá em diversos projetos espalhados pela cidade. Nas praças, canteiros e nos outros viadutos também estão a marca dos nossos artistas. Estar presente em mais essa importante obra para a cidade nos deixa muito honrados”, comenta o coordenador da equipe artística Fred Fogaça

Pelas mãos talentosas de cada um desses artistas, o cinza do concreto armado do viaduto é substituído pelo colorido, transformando a nova estrutura de mobilidade urbana também em um verdadeiro museu a céu aberto. Igrejas, animais, personagens e objetos típicos da cultura cuiabana compõem esse cenário.

Leia Também:  Prefeito Emanuel Pinheiro lamenta falecimento do advogado Waldir Caldas

“O prefeito Emanuel Pinheiro preza pela qualidade em cada uma das etapas das obras executadas por sua gestão. Com o viaduto Murilo Domingos não é diferente. Todos os detalhes foram pensados para garantir que a estrutura cumpra com sua função principal, mas também deixe nossa cidade mais bela”, explica o vice-prefeito e secretário de Obras Públicas, José Roberto Stopa.

DATA DE ENTREGA

Na tarde de quarta-feira (05), o prefeito Emanuel Pinheiro realizou uma nova vistoria no local e solicitou à empresa contratada para execução dos trabalhos a realização de alguns reparos. Segundo observado pelo gestor há a necessidade de efetuar o recapeamento nas vias ao em torno da estrutura e também pequenas intervenções na pista de rolamento do viaduto.

Por conta desses ajustes, o chefe do Executivo municipal transferiu a data de inauguração para a próxima segunda-feira (10). “Nessa vistoria, percebi que falta terminar e melhorar acabamento, como alguns buracos ao em torno, pista de rolamento precisando ser finalizada com mais segurança e com mais qualidade”, disse Pinheiro.

Leia Também:  Presidente da AMM participou da audiência da Comissão de Zoneamento Socioeconômico Ecológico da Assembleia Legislativa

Propaganda

Momento Cidades

TRE abre processo para decidir sobre plebiscito para escolher modal de transporte e Emanuel reforça que “a voz do povo é soberana”

Publicados

em


Assessoria

Clique para ampliar

O Tribunal Regional Eleitoral (TRE-MT) instaurou um processo para analisar o pedido de plebiscito sobre a escolha entre o Veículo Leve sobre Trilhos (VLT) e o Ônibus de Trânsito Rápido (BRT). O anúncio foi feito na noite desta sexta-feira (18)  pelo presidente do Tribunal, desembargador Carlos Alberto Alves da Rocha, em atendimento histórica votação, da Câmara Municipal de Cuiabá  que aprovou, em regime de urgência, no dia 25 de maio, a convocação de plebiscito para  a consulta pública sobre  a definição do  modal de transporte público deve ser implantado na Capital, o VLT (Veículo Leve sobre Trilhos) ou BRT (Ônibus de Trânsito Rápido). Foram 17 votos favoráveis.

Na última segunda-feira (14) o prefeito, o deputado federal Emanuel Pinheiro Neto (Emanuelzinho) e o presidente da Câmara Municipal, vereador Juca do Guaraná se reuniram por videoconferência com o presidente do TRE para defender a realização do plebiscito, por considerar ser um ato democrático, uma vez que a população será consultada sobre algo que impactará diretamente no seu dia a dia.

Leia Também:  Municípios recebem segundo repasse do FPM com acréscimo de 26,16%

Conforme informações do TRE, no primeiro momento o processo tramitará internamente no Tribunal para a instrução necessária e ao final, será submetido ao Plenário, a quem incumbe aprovar, se for o caso, as instruções complementares para a realização de consulta popular e seu respectivo calendário.

Para Pinheiro, o plebiscito é uma forma de legitimar a participação popular nesta decisão entre VLT ou BRT. “Como todos sabem, sou favorável à implantação do VLT, mas a população é soberana, e é ela quem deve decidir o que é melhor para ela. Estou muito feliz, pois o presidente do TRE, desembargador Carlos Alberto Alves da Rocha nos ouviu e entendeu a importância da nossa demanda”, concluiu o prefeito. Ele asseverou ainda que a decisão da Câmara reforça a defesa pela democracia. “Quem tem o direito de ouvir o que é melhor para ela é a população. A legitimidade é do povo. A voz do povo é soberana”, declarou.

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA