Momento Cidades

Confira como será a vacinação contra a Covid 19 nesta sexta-feira (7) nos cinco polos de vacinação

Publicados

em


Gustavo Duarte

Clique para ampliar

Confira como será a vacinação contra a Covid 19 nesta sexta-feira (7) pela Prefeitura de Cuiabá. A campanha Vacina Cuiabá – sua vida em primeiro lugar – disponibiliza um total de cinco polos para imunização. Desde o início do processo, um  total de 144.288 pessoas já receberam a vacina, sendo 100.642 com a primeira dose e 43.643 segunda dose.

Nesta sexta, a Prefeitura de Cuiabá deu início a vacinação contra o coronavírus do grupo da primeira fase das comorbidades, de acordo com o preconizado pelo Plano Nacional de Imunização – PNI. Nesta fase serão contemplados (Confira a listagem da primeira fase deste grupo)

– Pessoas com Síndrome de Down, a partir de 18 anos;

– Gestantes e puérperas com comorbidades, a partir de 18 anos;

– Pessoas com comorbidades de 55 a 59 anos;

– Pessoas com Deficiência Permanente cadastradas no Programa de Benefício de Prestação Continuada (BPC) de 55 a 59 anos.

veja abaixo:

CENTRO DE EVENTOS DO PANTANAL 

•           1ª dose comorbidades 

SESC BALNEÁRIO 

•           1ª dose de idosos de 60 a 64 

•           1ª dose de Forças de Segurança 

•           1ª dose comorbidades 

SESI PAPA – Drive-thru 

•           1ª dose de idosos de 60 a 64 

•           1ª dose de Forças de Segurança 

•           1ª dose comorbidades 

UFMT – Drive-thru 

•           2ª dose de Trabalhador da Saúde 

•           2ª dose de Forças de Segurança

Leia Também:  Prefeito recebe governador do Rotay Club e firma parcerias voltadas ao bem-estar social

ASSEMBLEIA LEGISLATIVA 

•           1ª dose de idosos de 60 a 64 

•           2ª dose de idosos de 70 a 74 

•           1ª dose comorbidades

CONFIRA AQUI AS COMORBIDADES E SUAS DESCRIÇÕES

Diabetes mellitus – Qualquer indivíduo com diabetes

Pneumopatias crônicas graves – Indivíduos com pneumopatias graves incluindo doença pulmonar obstrutiva crônica, fibrose cística, fibroses pulmonares, pneumoconioses, displasia broncopulmonar e asma grave (uso recorrente de corticoides sistêmicos, internação prévia por crise asmática).

Hipertensão Arterial Resistente (HAR) – HAR = Quando a pressão arterial (PA) permanece acima das metas recomendadas com o uso de três ou mais anti-hipertensivos de diferentes classes, em doses máximas preconizadas e toleradas, administradas com frequência, dosagem apropriada e comprovada adesão ou PA controlada em uso de quatro ou mais fármacos anti- hipertensivos

Hipertensão arterial estágio 3 – PA sistólica ≥180mmHg e/ou diastólica ≥110mmHg independente da presença de lesão em órgão-alvo (LOA) ou comorbidade

Hipertensão arterial estágios 1 e 2 com lesão em órgão-alvo e/ou comorbidade – PA sistólica entre 140 e 179mmHg e/ou diastólica entre 90 e 109mmHg na presença de lesão em órgão-alvo e/ou comorbidade

Doenças cardiovasculares

Insuficiência cardíaca (IC) – IC com fração de ejeção reduzida, intermediária ou preservada; em estágios B, C ou D, independente de classe funcional da New York Heart Association

Cor-pulmonale e Hipertensão pulmonar – Cor-pulmonale crônico, hipertensão pulmonar primária ou secundária

Cardiopatia hipertensiva – Cardiopatia hipertensiva (hipertrofia ventricular esquerda ou dilatação, sobrecarga atrial e ventricular, disfunção diastólica e/ou sistólica, lesões em outros órgãos-alvo)

Síndromes coronarianas – Síndromes coronarianas crônicas (Angina Pectoris estável, cardiopatia isquêmica, pós Infarto Agudo do Miocárdio, outras)

Leia Também:  Quase 70% das pessoas agendadas não compareceram nos polos de vacinação na quarta-feira (16)

Valvopatias – Lesões valvares com repercussão hemodinâmica ou sintomática ou com comprometimento miocárdico (estenose ou insuficiência aórtica; estenose ou insuficiência mitral; estenose ou insuficiência pulmonar; estenose ou insuficiência tricúspide, e outras)

Miocardiopatias e Pericardiopatias – Miocardiopatias de quaisquer etiologias ou fenótipos; pericardite crônica; cardiopatia reumática

Doenças da Aorta, dos Grandes Vasos e Fístulas arteriovenosas – Aneurismas, dissecções, hematomas da aorta e demais grandes vasos

Arritmias cardíacas – Arritmias cardíacas com importância clínica e/ou cardiopatia associada (fibrilação e flutter atriais; e outras)

Cardiopatias congênita no adulto – Cardiopatias congênitas com repercussão hemodinâmica, crises hipoxêmicas; insuficiência cardíaca; arritmias; comprometimento miocárdico

Próteses valvares e Dispositivos cardíacos implantados – Portadores de próteses valvares biológicas ou mecânicas; e dispositivos cardíacos implantados (marca-passos, cardio desfibriladores, ressincronizadores, assistência circulatória de média e longa permanência)

Doença cerebrovascular – Acidente vascular cerebral isquêmico ou hemorrágico; ataque isquêmico transitório; demência vascular

Doença renal crônica – Doença renal crônica estágio 3 ou mais (taxa de filtração glomerular

Imunossuprimidos – Indivíduos transplantados de órgão sólido ou de medula óssea; pessoas vivendo com HIV; doenças reumáticas imunomediadas sistêmicas em atividade e em uso de dose de prednisona ou equivalente > 10 mg/dia ou recebendo pulsoterapia com corticoide e/ou ciclofosfamida; demais indivíduos em uso de imunossupressores ou com imunodeficiências primárias; pacientes oncológicos que realizaram tratamento quimioterápico ou radioterápico nos últimos 6 meses; neoplasias hematológicas

Hemoglobinopatias graves – Doença falciforme e talassemia maior

Obesidade mórbida – Índice de massa corpórea (IMC) ≥ 40

Síndrome de down – Trissomia do cromossomo 21

Cirrose hepática – Cirrose hepática Child-Pugh A, B ou C

 

Propaganda

Momento Cidades

Encontro debate ampliação da rede de assistência ao migrante

Publicados

em


Vicente Aquino

Clique para ampliar

As políticas públicas implementadas em Cuiabá e a busca por ampliação na rede de apoio ao povo estrangeiro motivou, a realização da “Semana do Migrante da Capital”. O evento, da Prefeitura de Cuiabá, por meio da Secretaria Municipal de Assistência Social e Desenvolvimento Humano, é mais uma ação da gestão do prefeito Emanuel Pinheiro, reconhecida pela humanização. A primeira-dama de Cuiabá, Márcia Pinheiro, acompanha e fomenta ações que contribuam ao desenvolvimento das famílias.

“Nossa gestão tem se baseado em dar oportunidades para a população, visando também auxiliar o desenvolvimento da cidade. O que um município tem de melhor é o seu povo. Então as ações da prefeitura têm que ser no sentido melhorar a vida da população”, enfatizou o prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro.

A “Semana do Migrante da Capital” teve a abertura das atividades nesta sexta-feira (18) e, ao longo de uma semana, palestras, rodas de conversa, Feira Cultural e Gastronômica e uma sessão solene na Câmara Municipal de Vereadores vai debater o tema da migração na capital.

Leia Também:  Prefeito recebe governador do Rotay Club e firma parcerias voltadas ao bem-estar social

A secretária de Assistência Social e Desenvolvimento Humano, Hellen Janayna Ferreira de Jesus, disse que os atendimentos às necessidades das pessoas que chegam à capital são feitos por meio do Centro da Pastoral do Migrante e dos Centros de Referência da Assistência Social (Cras). Em Cuiabá, a predominância é dos povos venezuelanos, haitianos, segalenses, cubanos, dentre outros. “A secretaria não mede esforços para apoiar esta população. Nossos atendimentos são desde acolhimento institucional, encaminhamento para o mercado de trabalho, processo de documentação e tudo aquilo que o migrante precisa quando chega na cidade”, apontou a gestora.

Foi o acolhimento que encontrou em Cuiabá que fez com que o haitiano, Duckson Jacqyes, chegasse no município e não saísse mais. Há oito anos morando na capital, o professor disse que aqui ele realizou sonhos. “Fui acolhido nesta cidade por um senhor que não me conhecia, mas que me hospedou em sua casa. Saí do meu país em busca de uma vida melhor. Hoje eu trabalho, casei, tive filho e constitui minha família. Eu já conquistei muitas coisas”, relatou.

Leia Também:  Quase 70% das pessoas agendadas não compareceram nos polos de vacinação na quarta-feira (16)

A primeira-dama de Cuiabá, Márcia Pinheiro, falou da hospitalidade do cuiabano em receber bem as pessoas que chegam ao município. “Somos um povo acolhedor. Essa é uma forte característica da nossa população. Então, as ações da Prefeitura de Cuiabá e da Secretaria de Assistência Social tem que valorizar o nosso jeito de ser”, atestou.

Já a representante da comunidade latino-americana, Silvina Gomes, disse que o evento idealizado pela gestão municipal é inédito. “Em 12 anos que estou em Cuiabá é a primeira vez que vejo uma ação que integra vários representantes públicos”, sentenciou.

Somente na capital, desde 2018, a Secretaria Municipal de Assistência Social e Desenvolvimento Humano, já realizou mais de quatro mil atendimentos ao migrante. A solenidade desta sexta-feira reuniu representante do executivo e legislativo municipal e representantes das comunidades haitianas, caribenhas e latino-americana.

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA