Momento Cidades

Defesa Civil realiza ações de monitoramento para prevenir desastres naturais e prejuízos a população

Publicados

em


Luiz Alves

Clique para ampliar

Depois de 88 dias, Cuiabá registrou na madrugada da última quinta-feira (9), as primeiras chuvas. No pluviômetro da Defesa Civil foi registrado 10mm de precipitação enquanto em outros três pontos da cidade monitorados pelo Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais (Cemaden), na Prefeitura de Cuiabá, e nos bairros Cohab e Liberdade, foram registrados respectivamente, 9 mm, 10mm e 43 mm.  A Defesa Civil, entretanto, alerta a população para que continue mantendo os cuidados. Isso porque a previsão é de que nos próximos dias, o calor deve voltar com força.

Além de combater os incêndios em vegetação em apoio ao Corpo de Bombeiros Militar, uma das ações da Defesa Civil neste período é manter a população informada e em estado de alerta.

De acordo com o diretor da Defesa Civil Municipal, José Pedro Ferraz Zanetti isso é importante diante do comportamento extremo do clima nesta temporada de estiagem. Para se ter uma ideia, de acordo com o Inmet, a mais alta temperatura registrada este ano na cidade, foi de 43.7ºC, no dia 30 de agosto. Em relação as chuvas, a última registrada foi no dia 11 de junho, sem falar na baixa umidade relativa do ar que já chegou a 13%, em 13 de julho e os dias de altas temperaturas estão longe de acabar, a previsão do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), é de que os termômetros cheguem até domingo, aos 41º C.

Leia Também:  Obras da Prefeitura na Saúde mudaram a rede de assistência à saúde aos cuiabanos

“Os agentes de Defesa Civil atuam em ações preventivas, de socorro, assistenciais e reconstrutivas, visando evitar ou minimizar os desastres e seus impactos para a população. Tanto em ações de combate aos incêndios florestais, chuvas intensas, desastres ou temperaturas elevadas e baixa umidade relativa do ar, nosso objetivo é reduzir os riscos para a população”, destacou José Pedro Zanetti.

O diretor lembrou outra ação importante realizada pela Defesa Civil durante todo o ano, o monitoramento do Rio Cuiabá e fez uma orientação à população. “Apesar de não termos registros ainda de uma situação crítica em relação a cota do Rio Cuiabá, devemos adotar medidas de economia em relação ao uso da água diante da estiagem forte que estamos observando este ano”, explicou José Pedro Zanetti.

Alertas

José Pedro Zanetti explicou que a nível local, a Defesa Civil replica os alertas emitidos pelo órgão nacional. O sistema de alerta funciona por meio do SMS e as mensagens de texto não necessitam de conexão com a internet. Para se cadastrar basta enviar uma mensagem para o número 40199 com o CEP da sua residência ou região de interesse. Esse serviço é gratuito. “É importante que a população seja informada para que possa tomar as providencias necessárias”, disse o diretor.

Leia Também:  Vacinação temporária nos shoppings registra adesão de mais de 1,3 mil pessoas

Localmente, a Defesa Civil de Cuiabá ainda disponibiliza um atendimento ativo, por meio do número de WhatsApp, (65) 99310 8810, para o recebimento de denúncias em casos queimadas urbanas, invasões de áreas de risco, crimes ambientais e outras situações de risco.  O serviço funcionará 24 horas por dia e os atendimentos das demandas, durante a semana, em horário comercial.

 

SORRISO

Semtra recebe mais um caminhão e uma motoniveladora

Publicados

em


Além de Silvano, do prefeito de Sorriso, Ari Lafin; do vice, Gerson Bicego; também participaram da cerimônia os vereadores Jane Delalibera e Celso Kozak, os secretários municipais Leonir Capitânio (Transportes) e Emerson Faria (adjunto de Transporte), além de outras autoridades e servidores municipais.

O prefeito Ari Lafin voltou a falar do desafio que é manter em dia os dois mil quilômetros de estradas vicinais sorrisenses. “Estamos no centro de Mato Grosso, em um polo de constante desenvolvimento, e é vital mantermos em boas condições nossas estradas, não apenas garantindo o escoamento da produção, mas igualmente permitindo um ir e vir seguro de todos que trafegam nas vias, seja em busca de tratamento de saúde, ou mesmo no transporte escolar”, contextualiza.

Novos maquinários devem continuar sendo entregues nos próximos dias, contribuindo assim para a renovação constante do parque de máquinas, de modo que a Semtra tenha equipamentos sempre “no jeito” para garantir estradas em boas condições de trafegabilidade. “Ainda estamos sentindo os efeitos da pandemia e estamos tendo dificuldades para receber estas máquinas, mas esperamos que cheguem em breve”, aponta o gestor. Estão na lista mais três caminhão 6×4, um caminhão-pipa e uma retroescavadeira.

Leia Também:  Empresa de pesquisa energética analisa potencial de biogás e biometano em Mato Grosso

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA