Momento Cidades

Em Cuiabá, prefeito e lideranças buscam apoio para manutenção do traçado original da BR-242

Publicados

em


.

Acompanhado de diversas autoridades e empresários de Juína e região, o Prefeito Altir Peruzzo participou na tarde desta terça-feira, 04 de agosto, em Cuiabá, de uma reunião com o senador Carlos Fávaro para pedir apoio na defesa da manutenção do traçado original da BR-242, importante rota para o escoamento de grãos do Brasil onde Juína está inclusa. Algumas lideranças do Vale do Arinos têm solicitado a mudança do traçado original, o que tiraria Brasnorte, Juína e Castanheira do caminho desta rodovia.

“Estivemos com o senador para pedir o seu apoio na defesa do traçado original da BR 242, para que os municípios de Juína, Castanheira e Brasnorte não sejam prejudicados com um novo traçado como defende algumas lideranças políticas. Isso causaria grandes prejuízos aos nossos municípios, além de se perder todo o estudo e autorização já realizados para a construção desta importante rodovia. Além disso, pedimos apoio na pavimentação da BR 174 no trecho de Castanheira a Colniza e de Juína à Vilhena” destacou o prefeito.

O Senador considera o traçado original como a melhor opção de trajeto e reforçou a importância das lideranças se mobilizarem. A BR 242 tem por objetivo ligar o Brasil de Leste a Oeste, de Salvador-Bahia a Porto Velho-Rondônia, passando pelos estados de Tocantins e Mato Grosso e será a primeira ligação nesse sentido no Brasil, já que as existentes hoje ligam o país de Sul a Norte.

Participaram da reunião o Prefeito  Mauro Rui Heisler e o vereador Ricardo Nogueira, ambos de Brasnorte, bem como o vereador de Juína Wilson Locatelli, o presidente do Sindicato das Indústrias Madeireiras e Moveleiras do Noroeste de Mato Grosso (SIMNO), Roberto Rios, o representante da ASCOM/CDL João Paulo Morini e outras lideranças.

 

Leia Também:  Prefeitos serão orientados por videoconferência sobre as condutas vedadas em ano eleitoral
Fonte: AMM

Propaganda

Momento Cidades

AMM realizará videoconferência sobre as condutas vedadas em ano eleitoral

Publicados

em


.

As condutas vedadas em ano eleitoral serão abordadas em uma videoconferência, que será realizada pela Associação Mato-grossense dos Municípios-AMM, no próximo dia 24 de setembro (quinta-feira) das 14h às 17h, com os prefeitos, presidentes de câmaras municipais e assessores jurídicos das prefeituras. O encontro remoto terá a participação de representantes do Tribunal Regional Eleitoral-TRE e da Procuradoria Geral de Contas do Tribunal de Contas do Estado-PGC/TCE.

O presidente da AMM, Neurilan Fraga, que conduzirá a videoconferência, ressalta a importância do evento para os gestores municipais, que serão orientados sobre as restrições impostas aos agentes públicos, neste ano de eleições municipais. “Sem dúvida, será uma grande oportunidade para esclarecer as dúvidas sobre as vedações e os procedimentos a serem adotados para cumprir todas as exigências legais”, alertou.

Após a abertura, o primeiro convidado a orientar os gestores, será o Procurador Geral de Contas, Alisson Alencar, representante da Procuradoria Geral de Contas do TCE/MT.  Ele vai falar sobre as contas públicas em período eleitoral.

Em seguida, o professor e ex-diretor do Tribunal Regional Eleitoral-TER/MT, Nilson Fernando Gomes Bezerra. Ele abordará as condutas vedadas no último ano de mandato, segundo as implicações da Lei de Responsabilidade Fiscal-LRF.  

O juiz e membro do TRE/MT, no biênio 2012-2014, o professor, José Luiz Blaszak, vai falar sobre as condutas vedadas aos agentes públicos em período eleitoral.

No final da videoconferência, cada prefeito terá um espaço para expor o seu ponto de vista e sanar eventuais dúvidas. O presidente da AMM, ressalta que, considerando a iminência do final de mandato os gestores tem interesse em saber mais sobre as regras vigentes, seguindo os preceitos da Lei de Responsabilidade Fiscal e da Lei Eleitoral. “Como também receber as orientações quanto aos cuidados no fechamento da gestão, a fim de se evitar apontamentos junto aos órgãos de controle. Serão esclarecidas as regras do pleito eleitoral e as mudanças decorrentes do cenário político atual”, observou Fraga.

 

Leia Também:  CNM aponta que 78,7% dos prefeitos podem se candidatar à reeleição

 

 

 

 

Fonte: AMM

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA