Momento Cidades

Emanuel anuncia recuperação de via e transfere entrega do viaduto para quinta-feira (06)

Publicados

em


Luiz Alves

Clique para ampliar

O prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro, transferiu da quarta-feira (05) para quinta-feira (06) a entrega do viaduto Murilo Domingos. O anúncio foi feito pelo gestor na tarde desta segunda-feira (03), durante o lançamento do programa de imunização das pessoas que compõem o grupo de vulnerabilidade social.

Conforme explicado pelo chefe do Executivo municipal, a alteração da data foi decidida após ter constado em sua vistoria a necessidade de também executar a recuperação da malha viária da Avenida Sebastião de Oliveira. O trabalho será executado nas duas pistas situadas no trecho entre o viaduto e a Ponte Sérgio Motta.

“Na manhã desta segunda-feira estive mais uma vez vistoriando a obra. Durante essa inspeção, observei que precisamos fazer esse retoque nessa via, que é responsável por ligar Cuiabá e Várzea Grande. O viaduto é uma obra esplêndida e o seu redor precisa estar à altura da qualidade apresentada”, destacou Pinheiro.

O prefeito lembrou ainda que o serviço de recuperação das vias no entorno do viaduto faz parte do planejamento de garantir uma obra completa à população. Nesse sentido, ele citou por exemplo o trabalho executado na Rua Paraíso e ao longo de toda a Avenida Manoel José Barbosa, a popular Beira Rio.

Leia Também:  Confira a programação desta quinta (17) e sexta (18) no Beco do Candeeiro

“Estamos recuperando todas as ruas utilizadas como rota de desvio. Durante a construção do viaduto, o movimento em muitas vias pequenas aumentou consideravelmente. Sendo assim, precisamos ter esse cuidado com a recuperação do pavimento nesses locais, garantindo segurança e conforto aos condutores”, pontuou o prefeito.

O viaduto é batizado de Murilo Domingo em homenagem ao ex-prefeito de Várzea Grande e ex-deputado federal por Mato Grosso, falecido aos 78 anos. Além da atuação política e comercial, exerceu um papel fundamental no campo ambiental. Murilo foi uma das primeiras lideranças políticas a levantar discussões e promover ações concretas de preservação do Rio Cuiabá.

Propaganda

Momento Cidades

TRE abre processo para decidir sobre plebiscito para escolher modal de transporte e Emanuel reforça que “a voz do povo é soberana”

Publicados

em


Assessoria

Clique para ampliar

O Tribunal Regional Eleitoral (TRE-MT) instaurou um processo para analisar o pedido de plebiscito sobre a escolha entre o Veículo Leve sobre Trilhos (VLT) e o Ônibus de Trânsito Rápido (BRT). O anúncio foi feito na noite desta sexta-feira (18)  pelo presidente do Tribunal, desembargador Carlos Alberto Alves da Rocha, em atendimento histórica votação, da Câmara Municipal de Cuiabá  que aprovou, em regime de urgência, no dia 25 de maio, a convocação de plebiscito para  a consulta pública sobre  a definição do  modal de transporte público deve ser implantado na Capital, o VLT (Veículo Leve sobre Trilhos) ou BRT (Ônibus de Trânsito Rápido). Foram 17 votos favoráveis.

Na última segunda-feira (14) o prefeito, o deputado federal Emanuel Pinheiro Neto (Emanuelzinho) e o presidente da Câmara Municipal, vereador Juca do Guaraná se reuniram por videoconferência com o presidente do TRE para defender a realização do plebiscito, por considerar ser um ato democrático, uma vez que a população será consultada sobre algo que impactará diretamente no seu dia a dia.

Leia Também:  Governo atende deputado e libera maquinário para Rosário Oeste

Conforme informações do TRE, no primeiro momento o processo tramitará internamente no Tribunal para a instrução necessária e ao final, será submetido ao Plenário, a quem incumbe aprovar, se for o caso, as instruções complementares para a realização de consulta popular e seu respectivo calendário.

Para Pinheiro, o plebiscito é uma forma de legitimar a participação popular nesta decisão entre VLT ou BRT. “Como todos sabem, sou favorável à implantação do VLT, mas a população é soberana, e é ela quem deve decidir o que é melhor para ela. Estou muito feliz, pois o presidente do TRE, desembargador Carlos Alberto Alves da Rocha nos ouviu e entendeu a importância da nossa demanda”, concluiu o prefeito. Ele asseverou ainda que a decisão da Câmara reforça a defesa pela democracia. “Quem tem o direito de ouvir o que é melhor para ela é a população. A legitimidade é do povo. A voz do povo é soberana”, declarou.

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA