Momento Cidades

Funcionamento fora de horário permitido lidera ‘ranking’ de infrações; Sorp apresenta balanço mensal de operações

Publicados

em


Davi Valle

Clique para ampliar

A Secretaria de Ordem Pública do Município (Sorp) apresenta um balanço mensal dos trabalhos de fiscalizações durante esse período de pandemia. A maior parte dos estabelecimentos fiscalizados na capital foi autuado/notificado por estar em funcionamento após às 22h, em desacordo com as normativas municipais vigentes. As ações fiscais ocorreram entre os dias 01/04/2021 a 03/05/2021. 

No total, foram 44 estabelecimentos verificados e que receberam ou um auto de infração, auto de notificação ou termo de suspensão ou redução de atividade. O valor total das multas foi de R$260.609,08 mil. Um dos pontos multados por estar funcionando fora do horário permitido foi um bar na região do Verdão. O valor da multa aplicada ao estabelecimento foi de R$ 30 mil, considerando a reicidência da prática. Outro ponto que estava em desacordo com as normas foi um bar localizado na avenida Tenente Coronel Duarte, foi multado em R$ 60 mil.  Conforme a notificação, o local realizava uma promoção de evento / atividade que causa aglomeração. E ainda, estava com alvará de bar funcionando na prática como casa de show. 

Leia Também:  Prefeitura realiza mobilização social para chamar atenção sobre o Dia Nacional de Combate ao Trabalho Infantil

“A gestão Emanuel Pinheiro tem sensibilidade, nos colocamos no lugar das pessoas, mas, chega a um determinado momento que teremos que fechar o local porque existem estabelecimentos que os fiscais vão lá, alerta, pede, conversa, e mesmo assim, persistem em querer desrespeitar as regras. Entendemos que todos têm que trabalhar, mas, por favor, trabalhem no horário permitido e cumpram as medidas de biossegurança. Trabalhem com segurança e  respeitem às medidas de biossegurança, use álcool, máscara e faça o distanciamento social”, pediu.

A Secretaria de Ordem Pública trabalha mediante a recebimentos de denúncias e não tem prerrogativa de investigar onde ocorrem aglomerações ou festas clandestinas.  E é por isso que a Secretaria disponibiliza o número  (65- 3616-9614) para que a população denuncie  eventos que descumprem as medidas de biossegurança. Denúncias podem ser feitas no 190 da Polícia Militar.

 
 
 

Propaganda

Momento Cidades

Projetos de escolas da rede municipal valorizam aspectos culturais de Várzea Grande

Publicados

em


Durante todo o mês de maio, quando se comemorou o aniversário de Várzea Grande, as escolas da rede municipal de ensino realizaram várias atividades com os alunos sobre o tema, valorizando a história e cultura várzea-grandense. Uma dessas escolas é a Júlio Corrêa, localizada no bairro São Mateus, que realizou nesta sexta-feira (11.06) a culminância dos trabalhos do projeto Várzea Grande “Meu Bem Querer, Terra de Todos os Povos”.

O evento contou com a presença da primeira-dama do município, a promotora de Justiça Kika Dorilêo Baracat, do secretário de Educação, Cultura, Esporte e Lazer, Silvio Fidelis, do vereador Enfermeiro Emerson, da superintendente Pedagógica, Luz Marina Coelho, e de técnicos da Secretaria.  

Conforme explicou o secretário Silvio Fidelis, durante o mês de maio as unidades de ensino da rede municipal trabalharam o tema sobre o aniversário de Várzea Grande, fazendo um resgate da história, da cultura, da gastronomia e de tudo que diz respeito à cidade. “Os professores foram orientados pela direção e coordenação pedagógica a incentivar a leitura e buscar materiais que mostrassem a história do município, evidenciando a importância da música, da dança, da gastronomia, e o resultado final desses trabalhos e de todo esse envolvimento puderam ser mostrados nas culminâncias, como está ocorrendo aqui hoje”.

Leia Também:  Rua próximo da Arena Pantanal ficará fechada durante os jogos da Copa América

A diretora da escola, Daluza Benedita de Arruda, explica que o tema foi trabalhado com os alunos em produções de textos, poesias, acrósticos e desenhos.  “O objetivo do projeto é resgatar a identidade de Várzea Grande, valorizando a nossa cultura, a nossa culinária, ou seja, as coisas tradicionais do município”.

A diretora lembrou que a escola Júlio Corrêa foi inaugurada há 23 anos, no mesmo dia do aniversário de Várzea Grande, e nada poderia ser mais especial do que fazer uma homenagem à cidade. “É muito gratificante ter a presença da primeira-dama aqui na nossa escola nesse dia. Ela veio engrandecer ainda mais o que o nosso prefeito está fazendo pela nossa cidade, que é valorizar a nossa educação, nossa cultura, esporte e lazer”.

A primeira-dama elogiou o trabalho da escola e destacou a importância de trabalhar o tema com os alunos desde cedo para que conheçam a cultura local e ela nunca seja apagada. “Parabenizo o secretário Silvio Fidelis por ter esse olhar para a cultura do município. É muito importante que as crianças e os adolescentes cresçam conhecendo e valorizando o nosso artesanato, a nossa comida, as nossas festas tradicionais, porque um povo sem cultura é um povo sem história. Fico muito feliz em perceber que desde cedo a educação municipal está valorizando todos os aspectos da cultura várzea-grandense”.

Leia Também:  AMM e Empaer buscam alternativas para expansão da fruticultura em Chapada dos Guimarães

Kika Dorilêo destacou ainda que se sente feliz em ver que, mesmo nesse período de pandemia, a escola não parou e que os professores e o município se fizeram presentes na vida dos alunos. “Todos esses trabalhos demonstram que vocês foram vitoriosos e conseguiram, mesmo nesse período difícil, continuar exercendo a função de vocês que é a de educar”, ressaltou.

“Hoje, vejo aqui nessa escola, em cada detalhe e em cada trabalho aqui exposto e apresentado, que vocês fizeram isso com muito esmero e conseguiram fazer, efetivamente, com que a educação municipal não parasse e que os alunos do município continuassem sendo atendidos”, destacou a primeira-dama. 

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA