Momento Cidades

Gestão Emanuel Pinheiro demonstra bom poder de articulação e reúne em evento ministra e mais sete representantes do Governo Federal

Publicados

em

 

Luiz Alves

 

Clique para ampliar

*Texto atualizado às 21h40

A solenidade de lançamento da pedra fundamental para construção da Casa da Mulher Brasileira, promovida pela primeira-dama Márcia Pinheiro, demonstrou o forte poder de articulação em prol da população que a gestão Emanuel Pinheiro tem em Brasília. O evento realizado neste sábado (18), no bairro Alvorada, contou com a participação de seis importantes representantes do Governo Federal.

Entendendo a importância da iniciativa, o presidente da República, Jair Messias Bolsonaro, enviou para Cuiabá a ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, Damares Alves, que destacou que o presidente determinou que seu alto escalão viesse a Cuiabá pela magnitude da obra que será executada pela Prefeitura de Cuiabá.

Além da ministra, também estiveram presentes a secretária nacional de Gestão do Trabalho e da Educação da Saúde, Mayra Pinheiro; a secretária nacional de Políticas para Mulheres, Cristiane Brito; a secretária nacional dos Direitos Humanos, Mariana Neris; a secretária nacional de Assistência Social, Maria Yvelonia; a secretária nacional da Família, Angela Granda; o secretário nacional dos Direitos da Criança e do Adolescente, Maurício José Silva Cunha; e o secretário de Assuntos Federativos, Mauro Benedito.

“O presidente Bolsonaro mandou para Cuiabá o alto escalão do seu governo, as mulheres mais poderosas. Para se ter uma ideia, tem secretária aqui que o orçamento de sua secretaria é 10 vezes maior que o do meu ministério. Essas mulheres comandam a República. Isso porque estamos lançando uma pedra fundamental. Então, imaginem a festa que vamos fazer para a inauguração. Brasília virá em peso. Eu até proponho a gente declarar, no dia da inauguração, Cuiabá a capital nacional do Brasil”, declarou a ministra Damares.

Leia Também:  Com 32 telas e objetos, Secretaria Municipal de Cultura de Cuiabá, Esporte e Lazer presta homenagem ao artista Liu Arruda

Para o prefeito Emanuel Pinheiro o prestígio demonstrado neste sábado reforça a importante habilidade da gestão do Município para construir parcerias em todos os âmbitos em prol da população cuiabana. Segundo o chefe do Executivo cuiabano, essa não é uma ação isolada e muitas outras obras, ações, programas e projetos serão desenvolvidos em Cuiabá em parceria com a presidência da República.

“O bom trânsito da gestão Emanuel Pinheiro e José Roberto Stopa, junto ao Governo Federal, tem trazido excelentes e grandes resultados para Cuiabá. E não paramos por aqui. Com toda certeza temos muito mais coisa para construir ainda pela frente e também a certeza que sempre teremos o governo do presidente Bolsonaro ao nosso lado nessa luta pela melhoria na qualidade de vida da população.

Emanuel citou ainda o constante apoio que tem recebido da bancada federal mato-grossense em Brasília para a chegada dos recursos necessários para os avanços. “Temos um deputado que tem honrado o compromisso com a população cuiabana, que é o deputado federal Emanuelzinho. Temos também o apoio no Senado Federal, tanto com Wellington Fagundes quanto com Jayme Campos, Carlos Fávaro. E ainda contamos com o deputado federal Carlos Bezerra que está constantemente nos ajudando, junto com o Dr. Leonardo e Neri Geller”, completou.

Leia Também:  Esposa fura cabeça de marido com furadeira durante briga em Nova Mutum-MT

O deputado federal Emanuel Pinheiro Neto, o Emanuelzinho, enfatizou que, apesar de Cuiabá viver uma realidade distinta, com boa arrecadação, existem obras que necessitam da colaboração do Governo Federal. Ele cita como exemplo dessa parceria de sucesso entre Prefeitura de Cuiabá, bancada federal e União a construção dos viadutos Murilo Domingos e Juca do Guaraná “Pai”, a própria obra da Casa da Mulher Brasileira, e também a obra da trincheira do Círculo Militar, que será lançada em 2022.

“É muito importante que as prefeituras tenham representantes tanto a nível estadual quanto federal. Busco da melhor forma possível representar o estado de Mato Grosso, especialmente a Baixada Cuiabana. Com a parceria com o prefeito Emanuel Pinheiro, tenho buscado fazer toda articulação possível junto aos ministérios e ao presidente Bolsonaro para que Cuiabá seja sempre contemplada com os recursos do Governo federal”, pontuou.

O senador Wellington Fagundes e o deputado federal José Medeiros também participaram da solenidade de lançamento da obra da Casa da Mulher Brasileira.

SORRISO

Integrantes do Comitê de Gestão Hídrica analisam termo de referência para contratação de auditoria

Publicados

em

“Já temos o aval da Câmara, que autorizou a criação de uma dotação orçamentária específica para esta finalidade e também o posicionamento favorável do Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social, o Condess, para a auditoria”, explica o presidente do Comitê e secretário de Governo, Hilton Polesello.

“Estamos pedindo que este edital seja estudado e devolvido até a semana que vem, que todos possam contribuir, para que este trabalho, que deve ser marcado pela lisura e transparência, seja feito por uma empresa referência no assunto”, destaca o prefeito de Sorriso, Ari Lafin.

Sobre o pedido de reajuste

Ainda em julho, a Águas de Sorriso solicitou à Agência Reguladora de Serviços Públicos Delegados de Sorriso (AGER) um reajuste de 37,86%, levando em consideração o Índice geral de Preços (IGPM/FGV) para apurar a defasagem tarifária tendo como base os últimos meses.

Depois de estudar a situação, a Ager sustenta uma revisão de 8,5%, tendo como base outro índice, o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA). No entanto, o prefeito é taxativo ao afirmar que não tem como conceder qualquer tipo de reajuste sem o parecer de uma auditoria.

Leia Também:  Em Sinop, homem é preso com 33 tabletes de maconha e R$ 2,9 mil em dinheiro

Sobre a contratação de uma auditoria

Para garantir que o processo, que deve ser feito em um prazo máximo de seis meses após sua contratação, tenha eficiência, os membros do comitê, assim como vereadores e representantes da Ager, também deve apontar qual a melhor estratégia: se uma concorrência pública, aberta à participação de várias empresas do setor; ou se a dispensa de licitação, em que a contratação é feita de maneira mais rápida, para atender necessidades iminentes e já direcionada a empresas com know how comprovado.

Entre os nomes cogitados, empresas que são referência em auditoria, como a PwC, a KPMG e a Fundação Getúlio Vargas.

Quem participou da reunião 

A reunião da manhã desta terça (26), em que foi partilhado o documento para análise, foi conduzida pelo prefeito de Sorriso, Ari Lafin; pelo presidente do Comitê, Hilton Polesello; e contou com a participação o vereador Acácio Ambrosini, os secretários municipais Ednilson Oliveira (Cidade); Estevam Calvo (Administração); José Carlos Moura (Segurança Pública, Trânsito e Defesa Civil); Luis Fábio Marchioro (Saúde e Saneamento); Marcelo Lincoln (Agricultura e Meio Ambiente); o procurador-geral do Município, Daniel Melo; o diretor-presidente da Ager, Elso Rodrigues; e demais integrantes da agência reguladora.

Leia Também:  Assistência Social mantém serviços voltadas à população idosa da capital

O termo de referência também será encaminhado a integrantes do Condess para que façam as observações que julgarem necessárias. Nova reunião está agendada para as 7h do dia 4 de novembro (quinta-feira).

 

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA