LUCAS DO RIO VERDE

Gibi conscientiza alunos de Lucas do Rio Verde sobre a correta separação do lixo

Publicados

em

A separação correta do lixo com o objetivo de prevenir doenças e preservar o meio ambiente é assunto recorrente em sala de aula. A importância sobre a reciclagem se tornou ainda mais divertida em Lucas do Rio Verde com a distribuição de 4.200 gibis para escolas de educação infantil da rede municipal de ensino.

O material foi produzido através do PTS – Projeto de Trabalho Social da Setorização do Abastecimento de Água, que atua em parceria com o Saae – Serviço Autônomo de Água e Esgoto e as secretarias municipais.

De olhos atentos, as crianças se divertiram com a história e atividades do gibi, que traz, além das orientações sobre a separação do lixo reciclável e do orgânico, assuntos como o combate à dengue, compostagem, dicas sobre o reaproveitamento de materiais e receitinhas deliciosas.

Apesar da distribuição do material ser dirigida às crianças da educação infantil, a campanha busca conscientizar pais e familiares sobre a importância da reciclagem, levando informações aos lares e reforçando o trabalho de educação ambiental permanente nas unidades escolares.
 

Leia Também:  Conselheiras tutelares de Lucas do Rio Verde recebem capacitação até 21 de janeiro

 

LUCAS DO RIO VERDE

Lucas do Rio Verde começa a aplicar vacina contra a Covid-19 em crianças nesta quinta

Publicados

em

A Secretaria de Saúde de Lucas do Rio Verde anuncia que vai começar a aplicar a vacina contra a Covid-19 em crianças de 5 a 11 anos nesta quinta-feira (20). A imunização desse público será por meio de agendamento no site da prefeitura e ocorrerá nos PSFs VII Jardim Primaveras e XIII Parque das Américas.

Lucas do Rio Verde vai receber 460 doses pediátricas neste primeiro lote. Nessa fase, serão vacinadas crianças com deficiências permanentes ou comorbidades (confira a lista abaixo).

A previsão, conforme expectativa do Ministério da Saúde, é imunizar 7.638 crianças de 5 a 11 anos em Lucas do Rio Verde. No Brasil, são 20,5 milhões de crianças, conforme o IBGE.

Para serem vacinadas, as crianças devem estar acompanhadas dos pais ou responsável legal que tenha a guarda. Para comprovação da condição de risco, é preciso apresentar, no momento da vacinação, laudo médico ou comprovante da deficiência ou patologia.

É necessário apresentar, ainda, documento com foto ou certidão de nascimento, CPF e carteira vacinal.

Leia Também:  Técnica de crochê auxilia na socioeducação de adolescentes do Case Sinop

A Secretaria de Saúde reforça que a aplicação da vacina contra a Covid-19 em crianças foi autorizada em 15 de dezembro do ano passado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e liberada, pelo Ministério da Saúde, no último dia 5 de janeiro.

A vacina será da marca Pfizer, com dosagem menor do que a utilizada em maiores de 12 anos, sendo 1/3 em relação à outra formulação. Além disso, os frascos terão a tampa da cor laranja para diferenciar das doses já usadas em outras faixas etárias.

A segunda dose para crianças de 5 a 11 anos deve ser aplicada 2 meses após a primeira dose.

A Anvisa recomendou que haja um tempo mínimo de 15 dias entre a aplicação da vacina contra a Covid e qualquer outra vacina do calendário infantil.

Mudança no esquema semanal de vacinação
Por causa do esquema de vacinação contra a Covid-19 em crianças, não haverá, a partir desta quinta-feira (20), aplicação de outras vacinas, Covid adulto ou vacinas de rotina, nos PSFs VII Jardim Primaveras e XIII Parque das Américas. Nessas unidades, haverá apenas a oferta das doses pediátricas da Pfizer.

Leia Também:  Operação Mandatário cumpre 51 mandados judiciais com foco na descapitalização de organização criminosa

Quem precisar tomar a 2ª dose da vacina da marca Janssen deverá se deslocar até os seguintes PSFs: I e II Rio Verde, IV Alvorada, V Pioneiro, VI Jardim das Palmeiras e XVII Vida Nova.

Comorbidades
A lista de comorbidades é definida pelo Ministério da Saúde:
• Insuficiência cardíaca
• Cor-pulmonale e hipertensão pulmonar
• Cardiopatia hipertensiva
• Síndromes coronarianas
• Valvopatias
• Miocardiopatias e pericardiopatias
• Doenças da aorta, grandes vasos e fístulas arteriovenosas
• Arritmias cardíacas
• Cardiopatias congênitas
• Próteses e implantes cardíacos
• Talassemia
• Síndrome de Down
• Diabetes mellitus
• Pneumopatias crônicas graves
• Hipertensão arterial resistente e de artéria estágio 3
• Hipertensão estágios 1 e 2 com lesão e órgão alvo
• Doença cerebrovascular
• Doença renal crônica
• Imunossuprimidos (incluindo pacientes oncológicos)
• Anemia falciforme
• Obesidade mórbida
• Cirrose hepática
• HIV

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA