LUCAS DO RIO VERDE

Lucas do Rio Verde: Jovens de 12 a 17 anos com comorbidades devem fazer o pré-cadastro para vacinação contra a Covid-19

Publicados

em

O Município de Lucas do Rio Verde dá início a uma nova fase da imunização da população contra a Covid-19. Nesta etapa deverão ser atendidas crianças e adolescentes de 12 a 17 anos de idade, com comorbidades, conforme recomendação descrita no Plano Nacional de Operacionalização da Vacinação (PNO), do Ministério da Saúde.

Para ter acesso à lista de comorbidades e fazer o pré-cadastro, acesse https://www.lucasdorioverde.mt.gov.br, clique no banner em destaque (cor verde), leia e preencha atentamente todos os campos obrigatórios.

O objetivo do pré-cadastro é organizar as filas e prioridades na distribuição das vacinas e realizar a conferência de documentos fornecidos. O pré-cadastro NÃO É GARANTIA de agendamento ou recebimento da vacina.

Conforme registrado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), por ora, a vacina da marca Pfizer é o único imunizante autorizado para o uso em crianças e adolescentes com 12 anos de idade ou mais.

Como fazer?
Para receber a vacina é preciso primeiramente realizar o pré-cadastro no site da Prefeitura, que estará disponível até as 18h do dia 30 de setembro. Após esse período todos os cadastros passarão por uma análise para comprovação de comorbidades, que será realizada por uma equipe técnica da Secretaria de Saúde.

No site, obrigatoriamente deverá ser apresentado laudo médico que aponte a comorbidade e comprovante de residência. No site é possível encontrar um modelo de laudo médico disponível para download. Além disso, são aceitos exames e receitas de medicamentos como documentação extra para a comprovação.

Profissionais dos PSFs estão orientados sobre o processo da vacinação (dúvidas sobre receituários, exames médicos e emissão de laudos para a comprovação da comorbidade), bem como proceder com a realização do pré-cadastro, quando necessário (situações em que o paciente não tem instrução escolar ou equipamentos eletrônicos à sua disposição).

O pré-cadastro é feito exclusivamente pelo formulário que está disponível no site da Prefeitura de Lucas do Rio Verde. Não serão aceitos envios por e-mail ou telefone. Em caso de dúvidas, procure o PSF mais próximo de sua casa ou entre em contato com a Vigilância em Saúde (65) 3548-2502.

Como saber quando vou ser vacinado?
Não haverá contato via telefone ou agendamento prévio da vacinação.

É de extrema importância que a pessoa preencha atentamente os campos com as informações e siga acompanhando a situação cadastral pelo site. Acompanhe a atualização do pré-cadastro neste link.

As pessoas que realizarem a inscrição e tiverem o pré-cadastro aprovado deverão comparecer em dia único de convocação para a vacinação (ainda a ser definido, assim que as doses chegarem ao município).

Gestantes e Puérperas (até 17 anos)
Até o momento, não há necessidade de fazer o pré-cadastro no site. Assim que vierem as doses, serão dadas novas orientações e o fluxo de vacinação será estabelecido para esse grupo.

Jovens e Adolescentes sem comorbidades (de 12 a 17 anos)
Devem aguardar a convocação dos grupos prioritários. Posteriormente serão passadas novas orientações, conforme resoluções do Ministério da Saúde e do Governo do Estado de Mato Grosso.

Leia Também:  Serviço Autônomo de Água e Esgoto – Saae de Lucas alerta para descarte irregular de materiais na tubulação de esgoto

LUCAS DO RIO VERDE

Covid-19: Confira quem está sendo vacinado em Lucas do Rio Verde nesta semana

Publicados

em


O Município de Lucas do Rio Verde informa a todos os cidadãos que, na atual fase, são imunizados:

– Primeira dose (jovens de 15 a 17 anos sem comorbidades)
– Primeira dose repescagem (população geral acima de 18 anos)
– Segunda dose
– Terceira dose (idosos acima de 70 anos, imunossuprimidos e profissionais de saúde)*
– Gestantes e puérperas (acima de 18 anos, por lista nos PSFs)
– Gestantes e puérperas (até 17 anos, por lista nos PSFs)

*Idosos acima de 70 anos que fizeram a segunda dose até o dia 22 de maio; profissionais de saúde que receberam a segunda dose até 30 de abril; e imunossuprimidos (requisitos listados pelo Ministério da Saúde) que tomaram a segunda dose há, no mínimo, 28 dias.

QUEM JÁ FOI IMUNIZADO?
– População adulta (18 anos completos ou mais – grupos prioritários e população geral)
– Jovens com Deficiência Permanente (de 12 a 17 anos)
– Primeira dose (jovens de 12 a 17 anos com comorbidades)

Confira abaixo a programação da vacinação desta semana:

PRIMEIRA DOSE
População geral acima de 18 anos – REPESCAGEM

Dia: 26/10 (terça-feira)
Horário: às 18h
Local: Ginásio do bairro Rio Verde
Documentos necessários: levar documento com foto, carteira de vacinação e comprovante de residência, se possível

SEGUNDA DOSE

PFIZER
1) Pessoas que tomaram a 1ª dose até o dia 26 de agosto, devem comparecer:
Dia: 25 a 28/10 (segunda a quinta-feira)
Horário: 7h30 às 10h e 13h30 às 16h
Local: antigo Fórum – Av. Rio de Janeiro (ao lado da Escola Olavo Bilac)

ASTRAZENECA
1) Pessoas que tomaram a 1ª dose até o dia 26 de agosto, devem comparecer:
Dia: 25 a 28/10 (segunda a quinta-feira)
Horário: 7h30 às 10h e 13h30 às 16h
Local: antigo Fórum – Av. Rio de Janeiro (ao lado da Escola Olavo Bilac)

CORONAVAC
Pessoas que tomaram a 1ª dose até o dia 27 de setembro, devem comparecer:
Dia: 25 a 28/10 (segunda a quinta-feira)
Horário: 7h30 às 10h e 13h30 às 16h
Local: antigo Fórum – Av. Rio de Janeiro (ao lado da Escola Olavo Bilac)

Leia Também:  Prefeitura de Cuiabá promove discussões sobre a revisão da Lei de Regularização e estima beneficiar 30 mil pessoas

A Secretaria de Saúde reforça que não haverá atendimento de vacinação na sexta-feira (29) em decorrência do ponto facultativo do Dia do Servidor.

TERCEIRA DOSE

Profissionais de Saúde
PROFISSIONAIS DE SAÚDE imunizados com a segunda dose até 30 de abril devem comparecer:
Dias: 25 a 28/10 (segunda a quinta-feira)
Local: antigo Fórum – Av. Rio de Janeiro (ao lado da Escola Olavo Bilac)
Horário: 7h30 às 10h e 13h30 às 16h
Para ser vacinado o profissional deve levar documento oficial com foto e carteira de vacinação (comprovante da 2ª dose).

Idosos
IDOSOS COM 70 ANOS OU MAIS que tomaram a segunda dose, independente da marca, até o dia 22 de maio, devem comparecer no PSF do seu bairro para agendamento. Atendimento de segunda a quinta-feira.
Levar: documento com foto e comprovante da 2ª dose.

Imunossuprimidos
PESSOAS COM ALTO GRAU DE IMUNOSSUPRESSÃO que tomaram a segunda dose, independente da marca, há pelo menos 28 dias, devem comparecer:
Dias: 25 a 28/10 (segunda a quinta-feira)
Horário: 7h30 às 10h e 13h30 às 16h
Local: antigo Fórum – Av. Rio de Janeiro (ao lado da Escola Olavo Bilac)

– Imunossuprimidos (mínimo 28 dias da última dose): Levar documento com foto, comprovante da 2ª dose e algum documento que comprove a imunossupressão* (prescrição de medicamento, laudo médico, exame, entre outros).

*São consideradas situações de alto grau de imunossupressão:
I – Imunodeficiência primária grave
II – Quimioterapia para câncer
III – Transplantados de órgão sólido ou de células-tronco hematopoiéticas (TCTH)
em uso de drogas imunossupressoras
IV – Pessoas vivendo com HIV/Aids com CD4 abaixo de 200 céls/mm3
V – Uso de corticoides em doses maiores que 20 mg/dia de prednisona, ou equivalente, por mais de14 dias
VI – Uso de drogas modificadoras da resposta imune. São elas: Metotrexato, leflunomida, micofenolato de mofetila, azatiprina, ciclofosfamida, ciclosporina, tacrolimus, 6-mercaptopurina, biológicos em geral (infliximabe, etanercept, humira, adalimumabe, tocilizumabe, canakinumabe, golimumabe, certolizumabe, abatacepte, secukinumabe, ustekinumabe) e inibidores da JAK (tofacitinibe, baracitinibe e upadacitinibe)
VII – Pacientes em hemodiálise
VIII – Pacientes com doenças imunomediadas inflamatórias crônicas (reumatológicas, auto inflamatórias, doenças intestinais inflamatórias)

Leia Também:  McDia Feliz em Lucas do Rio Verde arrecada R$ 35 mil para ajudar entidades de tratamento contra o câncer

RECOMENDAÇÕES

– Jovens e Adolescentes sem comorbidades (de 12 a 17 anos): Devem aguardar o recebimento de mais doses do Governo do Estado para que o Município possa realizar uma nova convocação.

– Prazo entre a vacina Covid-19 e outras vacinas: não é mais necessário ter intervalo mínimo entre as vacinas Covid-19 e as demais vacinas em uso no país.

– Pacientes que tiveram Covid-19: intervalo de 30 dias para receber imunizante.

– Pacientes que tiveram Covid-19 e receberam como parte de seu tratamento anticorpos monoclonais específicos contra o SARS-CoV-2, plasma convalescente ou imunoglobulina específica contra o SARS-CoV-2: intervalo de 90 dias para receber imunizante.

– Gestantes e puérperas (acima de 18 anos): Devido às restrições de vacinas para esse grupo, devem deixar o nome na lista de interesse disponibilizada nos PSFs.

– Vacina Solidária: No local também serão arrecadados alimentos não perecíveis na campanha “Vacina Solidária”. Mais de duas toneladas de alimentos já foram arrecadadas e distribuídas às famílias carentes do município. Contribua!

– Em “Transparência”, você pode acompanhar todo o processo de recebimento e destinação de doses do município pelos documentos oficiais do Ministério da Saúde e Governo do Estado de Mato Grosso. No “Vacinômetro”, todas as doses já aplicadas e à quais públicos foram destinados. Demais informações sobre o panorama atual da vacinação contra a Covid-19 em Lucas do Rio Verde, clique em https://www.lucasdorioverde.mt.gov.br/site/vacinacao

A vacina é proteção individual e coletiva. VACINE-SE.

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA