LUCAS DO RIO VERDE

Mais de 1.400 novas empresas já se instalaram em Lucas do Rio Verde em 2021

Publicados

em

 

 

A Secretaria de Desenvolvimento Econômico de Lucas do Rio Verde contabilizou, até setembro deste ano, a abertura de 1.441 novas empresas no município. Os dados enquadram todas as categorias de empresas constituídas, como Microempreendedores Individuais (MEI), Microempresa (ME), Empresa de Pequeno Porte (EPP), Empresa Individual de Responsabilidade Limitada – (Eirelle) ME, Sociedade Simples, Sociedade Anônima e pessoas físicas que atuam como profissionais liberais emitindo nota fiscal.

De acordo com a pasta, o saldo foi bastante positivo e significativo se comparado com o mesmo período de 2020, ano bastante afetado economicamente pela pandemia, quando foram registradas apenas 591 empresas nas mesmas categorias.

“Somando a classificação por atividades com fechamento do mês de setembro de 2021, atingimos 4.154 prestadores de serviço, 1.764 comércios e 43 indústrias. Incluindo outros segmentos chegamos a um total de 7.706 empresas ativas em Lucas do Rio Verde”, destaca o secretário de Finanças, Giovanni Rodrigues da Silva, que responde também interinamente pela pasta de Desenvolvimento Econômico.

Os dados da Secretaria de Desenvolvimento Econômico são contabilizados a partir dos alvarás emitidos na cidade das respectivas empresas e profissionais que atuam no município. Durante o período avaliado, não houve registro de apenas duas categorias: Eirelle EPP e Empresa de Grande Porte (EPG), situação que deve mudar, conforme o secretário, a partir da chegada das ferrovias.

“A chegada do trem ao município luverdense vai incentivar a instalação de novas indústrias que trarão benefícios na verticalização da produção de soja, milho e algodão. Mas isso não vai se restringir ao agronegócio. Também será a ferrovia da indústria e do comércio, pois vai se conectar com a malha ferroviária que transporta os produtos aos principais polos econômicos do país, além ajudar muito no escoamento de produtos, mas será fundamental para trazer insumos com custo mais competitivo para a nossa produção industrial e também deve gerar efeitos de expansão da produção em setores como os de proteína vegetal e animal”, evidencia Giovanni.

Os números registrados em cada mês desse ano são:
Janeiro – 293
Fevereiro – 49
Março – 88
Abril – 126
Maio – 127
Junho – 192
Julho – 255
Agosto – 187
Setembro – 124

Em cada categoria de empresa, os números são:
Pessoa Física – 31
MEI – 597
ME – 180
EPP – 88
Eirelle ME – 8
Sociedade Simples – 1
Sociedade Anônima  – 12

Crescimento pós-pandemia no cenário nacional
O Brasil alcançou a marca de 1,4 milhão de novos negócios abertos, de maio a agosto de 2021, conforme divulgado pela Agência Brasil. Nesse período, o saldo positivo de empresas em funcionamento no país chegou a 936.229. O saldo é a diferença entre todos os negócios abertos (1.420.782) e fechados (484.553) no período. O total de empresas ativas no Brasil é de 18.440.986. Os dados são do Boletim do Mapa de Empresas do Ministério da Economia.

O crescimento registrado nos meses de maio a agosto de 2021 representa aumento de 1,9% em relação ao quadrimestre anterior e de 26,5% em comparação com o mesmo período de 2020.

“Percebemos que já houve um aumento expressivo este ano. Esses dados são muito importantes, pois significam que a economia está voltando a crescer e, automaticamente, colabora para gerar emprego e renda para a população”, disse o supervisor do Desenvolvimento Econômico, Elizeldo Reis.

Empregos
A abertura de novas empresas no município gera também novos postos de trabalho. Segundo o painel do Caged – Cadastro Geral de Empregados e Desempregados, de janeiro a agosto desse ano,  Lucas do Rio Verde teve um saldo positivo de 2.675 contratações.

Leia Também:  Mais de 2.100 adolescentes são imunizados contra a Covid-19 em Lucas do Rio Verde

LUCAS DO RIO VERDE

Covid-19: Confira quem está sendo vacinado em Lucas do Rio Verde nesta semana

Publicados

em


O Município de Lucas do Rio Verde informa a todos os cidadãos que, na atual fase, são imunizados:

– Primeira dose (jovens de 15 a 17 anos sem comorbidades)
– Primeira dose repescagem (população geral acima de 18 anos)
– Segunda dose
– Terceira dose (idosos acima de 70 anos, imunossuprimidos e profissionais de saúde)*
– Gestantes e puérperas (acima de 18 anos, por lista nos PSFs)
– Gestantes e puérperas (até 17 anos, por lista nos PSFs)

*Idosos acima de 70 anos que fizeram a segunda dose até o dia 22 de maio; profissionais de saúde que receberam a segunda dose até 30 de abril; e imunossuprimidos (requisitos listados pelo Ministério da Saúde) que tomaram a segunda dose há, no mínimo, 28 dias.

QUEM JÁ FOI IMUNIZADO?
– População adulta (18 anos completos ou mais – grupos prioritários e população geral)
– Jovens com Deficiência Permanente (de 12 a 17 anos)
– Primeira dose (jovens de 12 a 17 anos com comorbidades)

Confira abaixo a programação da vacinação desta semana:

PRIMEIRA DOSE
População geral acima de 18 anos – REPESCAGEM

Dia: 26/10 (terça-feira)
Horário: às 18h
Local: Ginásio do bairro Rio Verde
Documentos necessários: levar documento com foto, carteira de vacinação e comprovante de residência, se possível

SEGUNDA DOSE

PFIZER
1) Pessoas que tomaram a 1ª dose até o dia 26 de agosto, devem comparecer:
Dia: 25 a 28/10 (segunda a quinta-feira)
Horário: 7h30 às 10h e 13h30 às 16h
Local: antigo Fórum – Av. Rio de Janeiro (ao lado da Escola Olavo Bilac)

ASTRAZENECA
1) Pessoas que tomaram a 1ª dose até o dia 26 de agosto, devem comparecer:
Dia: 25 a 28/10 (segunda a quinta-feira)
Horário: 7h30 às 10h e 13h30 às 16h
Local: antigo Fórum – Av. Rio de Janeiro (ao lado da Escola Olavo Bilac)

CORONAVAC
Pessoas que tomaram a 1ª dose até o dia 27 de setembro, devem comparecer:
Dia: 25 a 28/10 (segunda a quinta-feira)
Horário: 7h30 às 10h e 13h30 às 16h
Local: antigo Fórum – Av. Rio de Janeiro (ao lado da Escola Olavo Bilac)

Leia Também:  Covid-19: Confira quem está sendo vacinado em Lucas do Rio Verde nesta semana

A Secretaria de Saúde reforça que não haverá atendimento de vacinação na sexta-feira (29) em decorrência do ponto facultativo do Dia do Servidor.

TERCEIRA DOSE

Profissionais de Saúde
PROFISSIONAIS DE SAÚDE imunizados com a segunda dose até 30 de abril devem comparecer:
Dias: 25 a 28/10 (segunda a quinta-feira)
Local: antigo Fórum – Av. Rio de Janeiro (ao lado da Escola Olavo Bilac)
Horário: 7h30 às 10h e 13h30 às 16h
Para ser vacinado o profissional deve levar documento oficial com foto e carteira de vacinação (comprovante da 2ª dose).

Idosos
IDOSOS COM 70 ANOS OU MAIS que tomaram a segunda dose, independente da marca, até o dia 22 de maio, devem comparecer no PSF do seu bairro para agendamento. Atendimento de segunda a quinta-feira.
Levar: documento com foto e comprovante da 2ª dose.

Imunossuprimidos
PESSOAS COM ALTO GRAU DE IMUNOSSUPRESSÃO que tomaram a segunda dose, independente da marca, há pelo menos 28 dias, devem comparecer:
Dias: 25 a 28/10 (segunda a quinta-feira)
Horário: 7h30 às 10h e 13h30 às 16h
Local: antigo Fórum – Av. Rio de Janeiro (ao lado da Escola Olavo Bilac)

– Imunossuprimidos (mínimo 28 dias da última dose): Levar documento com foto, comprovante da 2ª dose e algum documento que comprove a imunossupressão* (prescrição de medicamento, laudo médico, exame, entre outros).

*São consideradas situações de alto grau de imunossupressão:
I – Imunodeficiência primária grave
II – Quimioterapia para câncer
III – Transplantados de órgão sólido ou de células-tronco hematopoiéticas (TCTH)
em uso de drogas imunossupressoras
IV – Pessoas vivendo com HIV/Aids com CD4 abaixo de 200 céls/mm3
V – Uso de corticoides em doses maiores que 20 mg/dia de prednisona, ou equivalente, por mais de14 dias
VI – Uso de drogas modificadoras da resposta imune. São elas: Metotrexato, leflunomida, micofenolato de mofetila, azatiprina, ciclofosfamida, ciclosporina, tacrolimus, 6-mercaptopurina, biológicos em geral (infliximabe, etanercept, humira, adalimumabe, tocilizumabe, canakinumabe, golimumabe, certolizumabe, abatacepte, secukinumabe, ustekinumabe) e inibidores da JAK (tofacitinibe, baracitinibe e upadacitinibe)
VII – Pacientes em hemodiálise
VIII – Pacientes com doenças imunomediadas inflamatórias crônicas (reumatológicas, auto inflamatórias, doenças intestinais inflamatórias)

Leia Também:  Nove artistas mato-grossenses participam do 14º Salão do Artesanato em Brasília

RECOMENDAÇÕES

– Jovens e Adolescentes sem comorbidades (de 12 a 17 anos): Devem aguardar o recebimento de mais doses do Governo do Estado para que o Município possa realizar uma nova convocação.

– Prazo entre a vacina Covid-19 e outras vacinas: não é mais necessário ter intervalo mínimo entre as vacinas Covid-19 e as demais vacinas em uso no país.

– Pacientes que tiveram Covid-19: intervalo de 30 dias para receber imunizante.

– Pacientes que tiveram Covid-19 e receberam como parte de seu tratamento anticorpos monoclonais específicos contra o SARS-CoV-2, plasma convalescente ou imunoglobulina específica contra o SARS-CoV-2: intervalo de 90 dias para receber imunizante.

– Gestantes e puérperas (acima de 18 anos): Devido às restrições de vacinas para esse grupo, devem deixar o nome na lista de interesse disponibilizada nos PSFs.

– Vacina Solidária: No local também serão arrecadados alimentos não perecíveis na campanha “Vacina Solidária”. Mais de duas toneladas de alimentos já foram arrecadadas e distribuídas às famílias carentes do município. Contribua!

– Em “Transparência”, você pode acompanhar todo o processo de recebimento e destinação de doses do município pelos documentos oficiais do Ministério da Saúde e Governo do Estado de Mato Grosso. No “Vacinômetro”, todas as doses já aplicadas e à quais públicos foram destinados. Demais informações sobre o panorama atual da vacinação contra a Covid-19 em Lucas do Rio Verde, clique em https://www.lucasdorioverde.mt.gov.br/site/vacinacao

A vacina é proteção individual e coletiva. VACINE-SE.

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA