LUCAS DO RIO VERDE

Miguel Vaz anuncia que PSF de Itambiquara será reativado com reforma e ampliação da Unidade de saúde no valor de R$ 150 mil

Publicados

em

Com atendimentos suspensos há mais de dois anos, o PSF da Comunidade Itambiquara será reativado pela Prefeitura de Lucas do Rio Verde, em Mato Grosso.

Para isso, a Secretaria de Infraestrutura e Obras iniciou neste mês a reforma e ampliação da unidade de saúde. A ação tem investimento estimado de R$ 150 mil, com recursos próprios.

A reforma consiste na readequação interna do PSF, com banheiros, nova sala de atendimento, ampliação da cozinha, sala de serviços, troca de portas, janelas, pisos e telhado.

“Essa reforma e ampliação geral da unidade de saúde tem o objetivo de levar um melhor atendimento às demandas da comunidade”, disse o secretário de Infraestrutura e Obras, eng. Alexandre Orbolato.

A reforma e ampliação do PSF deve durar cerca de 45 dias e, assim que as obras finalizarem, a unidade será reativada com atendimento médico e odontológico em dois dias da semana e, todos os dias, uma equipe de enfermeiros permanecerá atendendo os moradores da região.

“Eu tenho certeza que esse atendimento em Itambiquara vai trazer mais qualidade para os moradores. Nós vamos ter sala de vacina, atendimento de enfermagem, todo aquele cuidado para verificar pressão, glicemia e a temperatura. Isso traz bastante segurança para a comunidade”, destacou a secretária de Saúde, Dra. Fernanda Heldt Ventura.

Leia Também:  Gestão Miguel Vaz define ampliações e construções para a Educação

De acordo com o cadastro da saúde, o PSF deve atender cerca de 200 moradores da comunidade e propriedades rurais da região. 

Conforme o prefeito Miguel Vaz, a Administração Municipal desenvolveu um levantamento para identificar a real necessidade de ter a unidade funcionando em Itambiquara.

“Chegamos à conclusão que, de fato, é melhor retomar os atendimentos à saúde naquele local, até porque, pensando um pouco no futuro, aquele espaço vai servir não apenas para os serviços da Saúde, mas para outros atendimentos, como projetos sociais, cursos, enfim, um espaço para as pessoas de lá. Isso é uma forma de estar mais próximo da comunidade”.

Ainda de acordo com o prefeito, a equipe de planejamento da Prefeitura de Lucas do Rio Verde está avançando no projeto de urbanização da comunidade, que terá ruas pavimentadas, com drenagem, iluminação pública e a Regularização Fundiária Urbana (Reurb).

 

Otavio Ventureli(da redação com Ascom)

LUCAS DO RIO VERDE

Agosto Lilás: Botão do Pânico auxilia vítimas de violência doméstica

Publicados

em

Em operação desde abril deste ano, o Botão do Pânico é uma ferramenta de apoio à mulher que sofre violência doméstica e está disponível para as vítimas que possuem medida protetiva contra o agressor. O aplicativo, desenvolvido pela equipe de planejamento da Prefeitura de Lucas do Rio Verde, já registrou acionamentos. 

Conforme a Guarda Civil Municipal, ao acionar a ferramenta, o aplicativo envia a informação atualizada da localização da vítima para os agentes. A partir daí, com apoio do Núcleo de Atendimento à Criança, Adolescente, Idoso e à Mulher, as forças de segurança seguem para atender a ocorrência e fazer cumprir a medida judicial.

Nos dois casos, a GCM registrou uma média de cinco minutos no tempo-resposta, a contar do momento do acionamento até a chegada no local.

De acordo com o coordenador da GCM, tenente Jota Lima, tanto na Guarda como no Núcleo, os profissionais orientam as vítimas que possuem medida protetiva a baixar o aplicativo.

“Nossos agentes estão orientados quanto a essa questão. Com isso, quem chega em busca de atendimento, desde que tenha a medida protetiva, a gente já faz o cadastro no celular e orienta a vítima sobre como fazer o acionamento”, explica o comandante.

Leia Também:  Educadores da rede municipal participam de ciclo de rodas de conversa

Ainda conforme o comandante, estima-se que mais de 100 mulheres já estão com a ferramenta instalada no celular.

Às mulheres vítimas de violência doméstica, que queiram baixar o aplicativo, devem, antes de tudo, registrar boletim de ocorrência e possuir medida protetiva contra o acusado. Em caso de dúvidas, podem acionar a Guarda Civil Municipal pelo número 153, ou comparecer até a base localizada na Rua Sarandi, n° 2.201 E, bairro Rio Verde. Atendimento de segunda a sexta-feira, das 7h às 11h e das 13h às 17h.

Agosto Lilás
Neste mês, ações marcam a campanha nacional Agosto Lilás, que  tem o objetivo de discutir temas relacionados ao enfrentamento da violência contra as mulheres em suas diversas formas.

Agosto é o mês em que foi sancionada a Lei Maria da Penha (Lei 11.340, de 2006), que completou 16 anos no dia 07. Maria da Penha hoje tem 77 anos e lutou pela sua sobrevivência após viver por muitos anos sofrendo violência doméstica pelo seu ex-marido
 
Dados do Núcleo de Atendimento à Criança, Adolescente, Idoso e à Mulher, instalado dentro da Delegacia da Polícia Civil desde 2021, mostram que, de setembro do ano passado até o mês de julho de 2022, foram 450 atendimentos, em uma média de 30 a 53 casos nesses meses.

Leia Também:  Qualidade no atendimento do HMC e do Hospital São Benedito é destacada por esposa de paciente

Fonte: Prefeitura de Lucas do Rio Verde – MT

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MAIS LIDAS DA SEMANA

Botão WhatsApp - Canal TI
Botão WhatsApp - Canal TI