LUCAS DO RIO VERDE

Primeira colheita de horta comunitária abre comemorações de aniversário do município de Lucas do Rio Verde

Publicados

em

Após dois meses de cuidados e preparo da terra, aconteceu neste domingo (01) a primeira colheita da horta comunitária do bairro Tessele Júnior. O evento abre as comemorações de aniversário do município.

A ação contou com a presença do prefeito Miguel Vaz, do vice-prefeito Márcio Pandolfi, da primeira-dama e secretária de Assistência Social, Janice Ribeiro, secretária de Agricultura e Meio Ambiente, Suzana Romancini, secretário de Infraestrutura e Obras, Alexandre Orbolato, demais autoridades e representantes da comunidade.

O plantio de verduras como alfaces, couve e outras folhosas tem o objetivo de melhorar a qualidade de vida dos moradores da região, permitindo o uso de um bem comum, mantendo o contato com a terra, além de ganhar conhecimentos sobre os benefícios de uma alimentação saudável.

O projeto conta com ações coletivas. O Município disponibiliza a área, o adubo e as sementes. A comunidade do bairro é responsável pelo plantio das hortaliças, com o apoio técnico da Secretaria de Agricultura e Meio Ambiente.

“O Poder Público cumpre com a sua obrigação de melhorar o espaço dando infraestrutura e apoio técnico para os moradores e eles fazem a sua parte, que é cuidar, mantendo o lugar fértil e próspero, beneficiando todas as famílias aqui da região”, destaca o prefeito Miguel Vaz.

Leia Também:  Caixa paga 6ª parcela do auxílio emergencial a nascidos em abril

Para ter acesso às verduras, as famílias precisam ser cadastradas através do representante da comunidade, onde a pessoa preenche uma ficha disponibilizando o nome completo, telefone e endereço para poder pegar a verdura na horta. O espaço contará com muro, que está em fase de construção, por meio da Secretaria de Obras e Infraestrutura.

“Nesta primeira horta comunitária já temos 49 famílias cadastradas. Esse projeto já está em andamento nos bairros Jardim Primaveras, Veneza e Jaime Seiti Fujii e estamos estudando a expansão para outros bairros”, revela a secretária de Agricultura e Meio Ambiente, Suzana Romancini.

Antônio Reinaldo Dias Viana é o representante do bairro Tessele Júnior, responsável em organizar os trabalhos da horta e os cadastros para a distribuição, e se sente honrado com a oportunidade.

“Essa horta veio em bom tempo para nós. É uma terapia mexer na terra. O Município nos presenteou com esse cartão-postal, entrando com o suporte e nós, moradores, com a mão de obra” finaliza Antônio.

LUCAS DO RIO VERDE

Curso de crochê em barbante inspira moradoras de Lucas do Rio Verde

Publicados

em

 

 

Confecção de crochê básico em barbante. Este foi o terceiro curso do ano oferecido para a comunidade luverdense pela Secretaria de Assistência Social, em parceria do Sindicato Rural de Lucas do Rio Verde e Senar-MT, onde 15 mulheres se inscreveram gratuitamente.

O Cras de Lucas do Rio Verde sediou o local para beneficiárias dos programas sociais do município. Para a secretária de Assistência Social, Janice Ribeiro, oportunidades como esta alimentam sonhos. 

“O curso foi desenvolvido com o objetivo de dar essa oportunidade de aprendizado para essas mulheres para que elas possam ter uma renda extra e auxiliar no orçamento familiar. Além disso, elas vêm pra cá, conhecem outras pessoas e melhoram a autoestima”, explica Janice.

Segundo a instrutora do Senar-MT, Aparecida Conceição, todas as alunas estavam muito empenhadas. 

“Esses cursos são muito bons. Pela minha experiência, na maioria dos lugares onde passei, vi mulheres que não tinham trabalho e viram oportunidade no artesanato, se apegando nele e levando vantagem com as vendas”, revela.

Gerson Júnior, supervisor administrativo do Sindicato Rural de Lucas do Rio Verde, responsável pelos treinamentos, explica a parceria para o andamento dos cursos. 

“A nossa parceria com a Prefeitura de Lucas do Rio Verde já contribuiu ofertando até o momento três cursos para o município, que foram os cursos de confecção de lingerie, receitas de derivados do milho e agora este de crochê. Reforçando que todos eles são de graça, já que o produtor rural é quem custeia, através da arrecadação dos impostos que tem na produção agrícola, a porcentagem é destinada pro Senar-MT, que retorna através dos treinamentos para comunidade”, conclui.

Leia Também:  Estelionatária que aplicou golpe em vítimas se passando por advogada é presa pela Polícia Civil

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA