Momento Cidades

Mais 250 cobertores da campanha Aquece Cuiabá são entregues à população em situação de rua

Publicados

em

Com mais uma mudança brusca na temperatura, desde a madrugada desta segunda-feira (16), a equipe de abordagem da Secretaria de Assistência Social, Direitos Humanos e da Pessoa com Deficiência percorreu os principais pontos de concentração da população em situação de rua e realizou a entrega de mais 250 (duzentos e cinquenta) cobertores. A entrega foi realizada nas regiões da Rodoviária, Cemitério da Piedade, Porto, Praça Ipiranga e Morro da Luz. Além dos cobertores, as equipes entregaram alimentação ao público.  

“Essa é uma ação permanente da Assistência Social sob a gestão do prefeito Emanuel Pinheiro e primeira-dama e integra a campanha Aquece Cuiabá”, declarou a secretária municipal de Assistência Social, Direitos Humanos e da Pessoa com Deficiência, Hellen Ferreira.

A coordenadora de Proteção Especial, Fabiana Soares, lembra que muito mais que oferecer cobertores em razão do frio, a equipe possibilita acolhimento informando sobre as unidades existentes no município. “Sempre que realizamos esses tipos de trabalhos, realizamos essa abordagem para que essas pessoas sejam encaminhadas para as nossas unidades de acolhimento para adultos como, o Manoel Miráglia, da Guia e do Porto. No entanto, nem sempre eles aceitam”, comentou Fabiana.

Leia Também:  Sorteio da Nota Cuiabana Especial Dia dos Pais garante R$ 160 mil em premiações

A equipe de abordagem social dos Centros de Referência Especializado de Assistência Social (Creas) faz também o trabalho de busca ativa, identificação, proximidade, acolhimento dessas pessoas.

Além dos cobertores, diariamente a equipe realiza a entrega de 450 refeições, sendo 300 nos pontos de concentração da população em situação de rua e 150 aos trabalhadores do Aterro Sanitário. Essa ação acontece desde o início da adoção das medidas de enfrentamento à pandemia do novo coronavírus, no mês de março de 2020.

 

 

Propaganda

Momento Cidades

Falta de Coronavac impede início de vacinação contra Covid de crianças de 3 e 4 anos em Cuiabá

Publicados

em

Em 13 de julho a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) liberou o uso emergencial da vacina Coronavac em crianças de 3 e 4 anos de todo o território brasileiro. Cerca de uma semana depois, o Ministério da Saúde divulgou uma Nota Técnica com as orientações sobre a vacinação deste grupo e os municípios que ainda possuíam estoques de Coronavac deram início à imunização das crianças.

Em Cuiabá não foi possível começar a imunização desta faixa etária, visto que a capital não tem mais doses do imunizante. “A última remessa de Coronavac que Cuiabá recebeu foi em 12 de julho, num total de apenas 500 doses. Elas foram usadas para completar o esquema vacinal das crianças acima de 5 anos que já tinham tomado a primeira”, explicou Valéria de Oliveira, coordenadora da Vigilância Epidemiológica.

Valéria revelou que a capital mato-grossense ainda possui estoque de Pfizer pediátrica, para crianças de 5 a 11 anos. “A vacinação das crianças começou em janeiro deste ano e ainda assim não conseguimos alcançar 50% grupo de 5 a 11 anos com a primeira dose. O grupo de 5 a 11 anos em Cuiabá é composto por 60.659 crianças e foram vacinadas 47,5% com a primeira dose e 28% com a segunda”, comentou.

Leia Também:  Emanuel anuncia entrega do Contorno Leste no aniversário de 305 anos de Cuiabá

A coordenadora disse que, tão logo Cuiabá receba as doses de Coronavac, a vacinação das crianças de 3 e 4 anos terá início. “Atualmente temos 13 locais de vacinação infantil, espalhados por todas as regionais da cidade, inclusive na regional rural. Assim que recebermos a Coronavac, começaremos imediatamente a imunização deste grupo. Aproveito para pedir que os pais que não levaram ainda suas crianças a partir dos 5 anos para receber a dose da vacina, que o façam o quanto antes. As vacinas são seguras e graças a elas estamos vencendo a pandemia”, concluiu.

Fonte: Prefeitura de Cuiabá MT

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MAIS LIDAS DA SEMANA

Botão WhatsApp - Canal TI
Botão WhatsApp - Canal TI