Momento Cidades

Max Russi e Roberto Farias articulam creche com capacidade de 2 mil crianças para Barra do Garças

Publicados

em

Essa alternativa surgiu devido à crise econômica enfrentada pelo Estado, que em seu momento atual não apresenta condições em dar continuidade à reforma das instalações para a implantação da Escola Militar, iniciada em 2018. 

A proposta para transformar a antiga Escola Dom Bosco, de Barra do Garças, em uma creche municipal para atender 2 mil crianças foi apresentada ao governador Mauro Mendes, nessa quinta-feira (05), pelo deputado Max Russi e pelo prefeito Roberto Farias. 

Essa alternativa surgiu devido à crise econômica enfrentada pelo Estado, que em seu momento atual não apresenta condições em dar continuidade à reforma das instalações para a implantação da Escola Estadual Tiradentes, a Escola Militar, iniciada em 2018. 

O Executivo acatou a ideia e se prontificou a estudar a proposta com a Secretaria de Estado de Educação, Marioneide Kliemaschewsk, que também participou do encontro, junto ao secretário-Chefe da Casa Civil, Mauro Carvalho.

Roberto Farias alertou sobre a deterioração do prédio e teve a garantia da destinação dos recursos de uma emenda parlamentar de Max Russi, que será fundamental para o prosseguimento do projeto.

Leia Também:  MT é segundo estado que mais vacinou contra Covid-19 no Centro-Oeste

“Nos reunimos com o governador e com os secretários da Casa Civil e de Educação para apresentarmos essa alternativa, que é transformar a Escola Dom Bosco em uma grande creche para atender os pais de famílias trabalhadores, ofertando mais de duas mil vagas para crianças. E, em contrapartida, a Escola Tiradentes seria construída em um local mais adequado pelo Estado, mantendo o projeto de implantar a unidade em Barra do Garças”, informou. 

O deputado Max Russi parabenizou a iniciativa do prefeito de Barra do Garças. Para ele, a localização e a estrutura privilegiada vão facilitar na logística, para que o centro infantil possa atender a toda cidade.  “Hoje o Estado vive uma carência de creches para atender a sua demanda e essa tratativa atende a comunidade local trazendo benefícios aos pais e as crianças que serão atendidas”, ressaltou.

Em março desse ano, Max Russi apresentou uma indicação, em sessão plenária, cobrando para que o Governo do Estado retomasse as obras de implantação da Escola Militar Tiradentes. Essa demanda havia sido apresentada ao parlamentar pelo vereador Geralmino Alves, o popular Doutor Neto.

Leia Também:  AMM suspende atendimento presencial como medida preventiva contra o avanço da Covid-19

Para a implantação do novo sistema de ensino público, o Executivo Estadual orçou, no início do ano passado, um investimento equivalente a R$ 502 mil para os serviços de reforma das instalações. 

Propaganda
Clique para comentar

Você precisa estar logado para postar um comentário Login

Deixe uma resposta

Momento Cidades

APDM e CRC lançam a campanha de arrecadação ao FIA e Fundo do Idoso 2021

Publicados

em


Aconteceu nesta terça (23/02), em formato virtual, o lançamento da “Campanha de Destinação ao FIA e Fundo do Idoso” com a orientação do auditor da Receita Federal, Yuiti Shimada e que teve por objetivo incentivar a arrecadação através do Imposto de Renda aos Fundos da Infância e do Adolescente e também do Idoso.

A iniciativa é uma parceria  do CRC  através do Presidente, o Contador Paulo Cesar Santos Ruhling, e da APDM, com a presidente , Scheila Pedroso que na sua fala agradeceu aos participantes e destacou a importância desta ação já que os Fundos da Infância e Adolescência (FIA) são fundos públicos que ajudam financiar projetos na atuação e na garantia da promoção, proteção e defesa dos direitos da criança e do adolescente, e da mesma forma, os Fundos do Idoso que visam a garantia de direitos da pessoa idosa, conforme determina o Estatuto do Idoso, e são gerenciados pelos conselhos de direitos do idoso de cada estado ou município, ou pelo nacional.

O evento foi transmitido via Youtube e durante a “LIVE” o Auditor da Receita Federal Contador Shimada explicou o passo a passo para que qualquer pessoa possa fazer a doação de parte do imposto de renda aos Fundos e esclareceu aos quase 800 participantes o quanto os municípios ganham nessa arrecadação trazendo inúmeros benefícios para muitos que dependem de ajuda.

Para a presidente da APDM Scheila Pedroso, que também é primeira dama e gestora de Sinop ações como esta de forma virtual, em tempos tão difíceis de pandemia, são fundamentais para que se consiga falar com todas as pessoas do Estado e reforça que Mato Grosso tem um potencial de arrecadar quase 70 milhões nas doações dos 3%, conforme fonte da Confederação Nacional dos Municípios, e que arrecadou ano passado pouco mais de 2,7 milhões, muito pouco em relação ao total.

Estiveram prestigiando a LIVE Walter Arruda – Presidente da Federação de Bairros do Estado de Mato Grosso – FEMAB, Ivan Echeveria – Presidente Associação Matogrossense Ciencias Contabeis – AMACI, Francisco Delmondes Bentinho – Presidente do Conselho Estadual dos Direitos da Pessoa Idosa, Contadora Waldna Fraga – Assessora Especial da Presidência representando Presidente da Associação Matogrossense dos Municípios AMM/MT Neurilan Fraga, Zilda Zompero – Presidente da Associação de Mulheres de Negócio de Cuiabá – MT – BPW, Dra Aline  Cristina Maehller – Vice Presidente da Comissão da Infância e Juventude da OAB-MT, Dr Isandir Rezende – Presidente da Comissão dos Direito dos Idosos da OAB – MT e o coordenador nacional do PVCC, Elias Dib Caddah Neto.

Entre os participantes ficou o pedido especial aos profissionais de contabilidade que quando fizerem o imposto de renda do seu cliente, com “imposto a pagar ou a restituir” que o oriente a destinar para esta ação social tão importante em todos os municípios.

Fonte: AMM

Leia Também:  Municípios têm até 28 de fevereiro para finalizar prestação de contas do Suas de 2019
Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA