Momento Cidades

Ipiranga do Norte MT participa em Cuiabá da Jornada Auxílio Brasil tomando conhecimento das mudanças efetuadas no Programa federal

Publicados

em

A primeira-dama e Secretária de Assistência Social de Ipiranga do Norte MT, Rosineri Maria QueirózGrasseli e a Coordenadorra do ProgramaAuxílio Brasil, Joslene Velozo, estiveram em Cuiabá  na segunda(23) e na tarça(24) participando da II Reunião Ordinária da Comissão Intergestores Bipartite do SUAS/ MT e no dia 24  da participando da Jornada Auxilio Brasil (antigo Bolsa Familia) onde com a presença de varias autoridades estaduais e federais sendo estes do Ministério da Cidadania explicando sobre as novas mudanças que ocorrem no Programa Auxilio Brasil.

Famílias em situação de extrema pobreza, com renda mensal de até R$ 100 por pessoa, e em situação de pobreza, com renda entre R$ 100,01 e R$ 200 por pessoa, podem receber o Auxílio Brasil.

Nessa segunda categoria, somente receberão o Auxílio Brasil as famílias com gestantes ou filhos com até 21 anos incompletos.

Todas as famílias que recebiam o Bolsa Família foram automaticamente migradas para o Auxílio Brasil, além da inclusão de 2,5 milhões de beneficiários que estavam na fila de espera. Com isso, são 17 milhões de famílias contempladas no programa.

Leia Também:  Pronto-Socorro de Cuiabá atende mais de 12 mil pacientes no 1º quadrimestre de 2022

Os microempreendedores individuais (MEI) também têm direito ao benefício, assim como ocorreu com o agora extinto Auxílio Emergencial.

Para as pessoas que estão com o MEI ativo, as regras são as mesmas para o público em geral: se enquadrar nas categorias extrema pobreza ou pobreza, conforme citado no tópico anterior.

O Ministério da Cidadania anunciou, durante a apresentação de MP, que os beneficiários que tiverem aumento da renda per capita, e essa nova renda ultrapasse o limite para a inclusão no Auxílio Brasil, eles serão mantidos na folha de pagamento por mais 24 meses. É a chamada Regra de Emancipação.

Há ainda a possibilidade de a pessoa solicitar um  microcrédito sem abrir mão do auxílio, desde que isso não comprometa mais do que 30% do valor do benefício recebido.

De acordo com o ministério, a medida tem como objetivo permitir uma melhor administração do orçamento familiar e a realização de planejamento financeiro com vistas a pequenos negócios e empreendedorismo.

Como se cadastrar?

Quem não está cadastrado em algum programa do Governo Federal precisa se inscrever no CadÚnico. A inscrição pode ser feita no Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) mais próximo de sua casa. O CadÚnico reúne dados sobre a população de baixa renda do país.

Leia Também:  Inscrições para segunda turma do curso ‘Qualifica mais Progredir’ poderão ser feitas a partir de 1º de julho

Para se cadastrar, preencha o formulário com o seu nome completo, data de nascimento, o nome da mãe e selecione o estado e o município onde mora. Por fim, clique em “Emitir”. Tem também a opção de ligar para o número 0800 707 2003. Outro meio é baixar o aplicativo, via Android  ou iOS, e preencher a ficha com os dados pessoais.

 

Otavio Ventureli(da redação com Ascom)

Rondonópolis

Câmara Municipal De Rondonópolis Tem a Honra de Convidá-lo (a)

Publicados

em

Câmara Municipal De Rondonópolis Tem a Honra de Convidá-lo (a).

Fonte: Câmara Municipal de Rondonópolis

Leia Também:  Vice-prefeito lança obra de pavimentação de via que ligará o Residencial Santa Terezinha à Av. Fernando Corrêa da Costa
Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA

Botão WhatsApp - Canal TI
Botão WhatsApp - Canal TI