Momento Cidades

Nova edição da cartilha Consórcios Públicos Intermunicipais está disponível

Publicados

em


.

Após atualizações, a área técnica de Consórcios da Confederação Nacional de Municípios (CNM) disponibiliza a segunda edição da cartilha Consórcios públicos intermunicipais: estrutura, prestação de contas e transparência. O material pode ser baixado na Biblioteca on-line da entidade.

A edição reúne novas informações legislativas e dados atualizados referentes aos consórcios públicos, de acordo com mapeamento da CNM. Também houve alterações nos materiais complementares, usando como base as publicações mais recentes da área técnica, que também ficam acessíveis no site da Confederação. Entre as principais atualizações está o capítulo sobre contratação de pessoal.

O principal objetivo do material é mostrar um panorama geral sobre o modelo de cooperação em consórcios e orientar gestores e técnicos municipais que tenham interesse pelo tema ou estejam em fase de implementação de um consórcio.

Fonte: AMM

Leia Também:  Prefeitos esclarecem ao MPF informações solicitadas sobre a aplicação de recursos no combate à Covid-19
Propaganda

Momento Cidades

AMM contribui para a modernização da iluminação pública nos municípios

Publicados

em


Boa parte dos municípios de Mato Grosso já aderiu ao uso de luminárias de LED, visando a maior eficiência do serviço e a redução de custos, principalmente na fatura de energia elétrica, considerando a significativa economia que essa tecnologia proporciona. A elaboração dos projetos de iluminação pública é um dos serviços oferecidos pela Associação Mato-grossense dos Municípios às prefeituras, por meio da Central de Projetos. De janeiro a setembro, a instituição aprovou na concessionária Energisa 52 projetos, que atenderam 29 municípios.  Nos últimos cinco anos, foram aprovados cerca de 500 projetos, beneficiando cerca de 100 municípios. A execução dos projetos pode ser viabilizada por meio de recursos próprios, repasses federais ou estaduais.

O presidente da AMM, Neurilan Fraga, disse que o serviço de iluminação pública é muito importante, garantindo maior segurança `a população no período noturno nas vias públicas, além de ser uma alternativa mais barata a curto prazo, eficiente e sustentável. “ O uso de luminárias  de LED tem sido a alternativa para os gestores que buscam reduzir custos sem perder a eficiência em projetos de iluminação”, assinalou, acrescentando que investir nessa tecnologia é uma forma de obter retorno financeiro a curto prazo, pois já no primeiro mês de uso é possível perceber uma redução considerável nos gastos na fatura de energia elétrica.

Os projetos de iluminação pública são elaborados pela Central de Projetos da AMM que conta com quatro engenheiros eletricistas para desenvolver o trabalho. De acordo com Luiz Roberto Nunes, que integra a equipe, as luminárias de LED apresentam uma luminosidade mais precisa e esse é um fator que contribui para o conforto visual, aumentando a segurança nas vias públicas. O profissional também destaca a durabilidade e eficiência da tecnologia. “Essas luminárias chegam a durar seis vezes mais que as lâmpadas tradicionais e, assim, a necessidade de troca de focos de luz é muito menor. Além disso, requerem pouquíssima manutenção, gerando menores custos”, frisou.

As luminárias de LED apresentam vantagens também em termos de sustentabilidade. Diferente do sistema fluorescente, não possuem elementos tóxicos, como o mercúrio, em sua composição. As vantagens apresentadas estão fazendo com que cada vez mais municípios optem por esse sistema, que alia eficiência, sustentabilidade, baixo consumo de energia elétrica e reduzido custo com manutenção.

Fonte: AMM

Leia Também:  Guia da CNM auxilia gestores em consulta pública do Plano Nacional de Resíduos Sólidos, que encerra dia 30
Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA