Momento Cidades

Nova travessia de concreto facilitará o acesso entre os bairros Planalto e Novo Horizonte em Cuiabá

Publicados

em

 

Luiz Alves

 

Clique para ampliar

A Prefeitura de Cuiabá iniciou a construção de uma travessia de concreto sobre o Córrego Gumitá, na divisa entre os bairros Planalto e Novo Horizonte. A intervenção faz parte do conjunto de ações executadas em decorrência da duplicação da Avenida Dante Martins de Oliveira, popularmente conhecida como Avenida dos Trabalhadores. Na sexta-feira (22), o prefeito em exercício José Roberto Stopa vistoriou o andamento da obra.

No local, que faz a ligação entre a Dante Martins de Oliveira (Planalto) e a Rua P (Novo Horizonte), os trabalhadores já efetuaram a concretagem da base de apoio para a instalação do conjunto de aduelas que formará o bueiro celular sobre o córrego. A edificação da travessia teve início neste mês e a previsão de que até o fim deste ano seja concluído, conforme cronograma da Secretaria Municipal de Obras Públicas.

A implantação dessas estruturas é realizada pela gestão Emanuel Pinheiro desde o ano de 2017. Pré-moldadas em concreto armado, as aduelas são consideradas extremamente apropriadas para a demanda do fluxo de água, principalmente durante a temporada de chuvas. Além disso, a fabricação dos pré-moldados seguem as normas da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT), o que dá maior garantia ao serviço executado.

Leia Também:  Plano de Ação: publicada portaria referente ao exercício de 2021; confira as orientações

“No projeto que recebemos, a duplicação chegava até certo ponto da Dante Martins de Oliveira. Entendo a demanda da região, ampliamos a extensão que será alcançada pela obra, chegando inclusive na parte da avenida que não possui asfalto. Com a ampliação, houve a necessidade de construir essa travessia, facilitando o acesso entre um bairro e outro”, explica o prefeito em exercício.

DUPLICAÇÃO

A duplicação da Avenida Dante Martins de Oliveira abrange um trecho situado entre o Residencial Santa Inês e o fim da avenida, na divisa entre os bairros Planalto e Novo Horizonte. Seguindo o planejamento, a obra já alcançou mais de um quilômetro de pavimentação. Além disso, o levantamento do muro de gabião no córrego que passa pela via foi concluído, assegurando a estabilidade para o solo do local.

Somada a duplicação, também está em andamento a obra de implantação de uma ciclovia na avenida. O trabalho está em andamento desde o início do mês de setembro e atenderá um percurso de quatro quilômetros. Também está sendo executada a construção de mais de 600 vagas de estacionamento. A previsão é de que até março de 2022, as estruturas estejam liberadas para uso da população.

Leia Também:  Governo de Mato Grosso paga servidores estaduais nesta terça-feira (30)

“Esse é um projeto que foi encontrado paralisado pela gestão Emanuel Pinheiro, que teve que fazer um grande trabalho de articulação para assegurar o recurso e as adequações necessárias para ampliação da duplicação. Uma obra completa, com pavimentação, rede de drenagem de águas pluviais, calçada, ciclovia, para atender a população”, pontua o secretário interino de Obras Públicas, José Roberto Stopa.

Momento Cidades

AMM recomenda não realização de eventos que gerem aglomeração nas festas de fim de ano e Carnaval

Publicados

em


O presidente da Associação Mato-grossense dos Municípios-AMM, Neurilan Fraga, enviou um comunicado aos prefeitos recomendando que não realizem eventos que provoquem  aglomeração  de  pessoas,  principalmente  nas  festividades de fim de ano e no Carnaval de 2022, tendo em vista a chegada de variante do coronavírus no país. O alerta é fundamentado em recomendações da Organização Mundial de Saúde-OMS, de autoridades da área de saúde pública nacional, além de registros oficiais de aumentos de casos confirmados de covid-19 no Brasil.

Fraga observa que o momento é de prudência para evitar o descontrole das contaminações pelo novo coronavírus, que vitimou fatalmente mais de 600 mil pessoas no país, das quais mais de 14 mil eram de Mato Grosso. “Estamos acompanhando o aumento de casos na Europa e na Ásia. E neste período de incerteza os gestores públicos têm que ser bastante cautelosos para adotar medidas que garantam a proteção da população e a eficiência do sistema público de saúde. Estamos fazendo as recomendações, mas a decisão sobre a realização dos eventos cabe a cada prefeito e prefeita”, assinalou.

O Boletim Observatório Covid-19 da Fiocruz, publicado  este mês, adverte que a  atual  “nova  onda”  de coronavírus, em decorrência do surgimento de variantes na Europa, deve servir como alerta ao Brasil, que tem pouco mais de  60%  da  sua população  totalmente  vacinada.  No comunicado aos prefeitos, a AMM reforça que “a gestão municipal tem como seu norteador a promoção ao bem estar  da  população  do  município,  devendo  dessa  forma  resguardar até a última instância o maior bem que um ser humano pode ter: a vida”, cita o documento.

O presidente da AMM ressalta que é extremamente necessário que os gestores e técnicos municipais estejam sempre atualizados e trabalhando em consonância, seguindo as orientações não só governamentais como  da  OMS, e de poderes  para  melhor  orientar  a  prevenção  e  cuidado  da população,  diante  da covid-19, uma  vez  que  a capacidade  de  propagação  da  doença  é  considerada  rápida,  o  que exige  maior  atenção  para  a  notificação,  confirmação  e  a intervenção oportuna dos casos.

Desde o início da pandemia, no começo do ano passado, a AMM vem orientando os gestores sobre medidas restritivas, de biossegurança, prestação de contas sobre a aplicação dos recursos recebidos, além de realizar várias reuniões por videoconferência para orientar os gestores sobre temas relacionados ao enfrentamento da emergência em saúde.

Fonte: AMM

Leia Também:  Seduc realiza primeiro encontro para trabalhar empreendedorismo e sustentabilidade nas escolas
Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA