Momento Cidades

População comparece na retomada do atendimento do Restaurante Popular

Publicados

em

O Restaurante Popular foi reaberto nesta segunda-feira (16) e recebeu grande demanda já no primeiro dia de retomada do atendimento à população.

Antes das 11h, horário previsto para início dos serviços, usuários já aguardavam a abertura da unidade. 

O cardápio do dia foi arroz, feijão, salada crua, fricassê de frango e batata palha. Além do suco de abacaxi e como sobremesa uma fatia de melancia. 

O aposentado Benedito Antunes, 76 anos, é um dos usuários mais antigos do local e foi um dos primeiros da fila a servir a refeição e comemorou o retorno do funcionamento. “Eu que moro sozinho em casa, sai mais em conta almoçar aqui do que preparar o almoço em casa. A qualidade está ótima, o local bem mais arejado. Estão todos de parabéns. Vou continuar frequentando o local com toda certeza”, disse.

São servidas em média 1,2 mil refeições por dia, agora sendo preparadas pela Empresa Eco & Sapore Fornecimento de Alimentos Eireli que venceu a licitação com contrato de um ano de prestação de serviços e fornecimento de refeições a preços populares em forma de bandejão com qualidade. 

Leia Também:  Prefeitura abre cadastro de lactantes com bebês de até um ano de idade

O proprietário da empresa, Antônio Millan disse estar muito satisfeito em poder ofertar os serviços prestados pela Empresa que fornece uma média de 500 mil refeições em todo o Brasil, e agora Cuiabá passa a contar com o atendimento. “O nosso lema é oferecer uma alimentação de qualidade, altamente balanceada, de baixo custo e prezando sempre o consumidor final. A nossa prioridade é fazer com que os clientes saiam do restaurante satisfeitos”, comentou Antônio.

Todos os dias são servidos arroz, feijão, salada e carne (com a opção de carne branca ou vermelha) acompanhado de suco e sobremesa. “Temos um cálculo nutricional de todas as refeições, sempre buscando variar o cardápio, de acordo com a época e com a cultura local. Comidas típicas também serão preparadas para a população cuiabana”, ressaltou a nutricional da empresa, Cristina Zago.

O valor que está sendo cobrado é de R$ 3,47, sendo esse o valor de cada refeição. Caso a pessoa queira repetir tem que pagar por outra refeição. “A população está tendo que desembolsar R$ 0,47 a mais do que era pago anteriormente, R$3,00 por refeição. No entanto, já estamos fazendo um estudo técnico e jurídico para que seja mantido o preço anterior. O que a Prefeitura quer é sempre ofertar um serviço de qualidade, com o menor preço a ser pago pela população que necessita dos serviços ofertados pela administração pública”, esclareceu o secretário municipal de Assistência Social e Desenvolvimento Humano, Wilton Coelho.

Leia Também:  Prefeitura de Cuiabá dará posse a candidatos aprovados ao Cargo de Técnicos de Administração Escolar

Quem também foi conferir os novos serviços foi o Srº Josemar Antunes. “Provei, gostei e aprovei. Refeição de alto nível. Valeu a pena ficar esse tempo fechado e retomar o atendimento com comida boa. Estou satisfeito”, comentou.   

O Restaurante Popular funciona de segunda a sexta-feira, das 11 às 14 horas e fica na Rua Barão de Melgaço, nº 3.161, bairro Centro, Cuiabá-MT.

 

Fonte: Prefeitura de Cuiabá MT

Propaganda
Clique para comentar

Você precisa estar logado para postar um comentário Login

Deixe uma resposta

Momento Cidades

Escola Técnica de Sorriso poderá ofertar curso superior de engenharia de pesca

Publicados

em

Foto: Michel Ferreira / Assessoria de Gabinete

Em visita a Sorriso, na segunda-feira (21), o secretário de Estado de Ciência, Tecnologia e Inovação (Secitec), Nilton Borges Borgato, anunciou a destinação de R$ 4,5 milhões para a retomada das obras da Escola Técnica (ETE), no bairro Industrial, na Zona Leste.

 Paralisado desde 2009, o projeto original prevê a construção de 12 salas de aula, 11 laboratórios, um laboratório especial, um auditório com capacidade para 150 pessoas, quadra poliesportiva, biblioteca, centro de convivência (refeitório e jardins), além de salas para os setores administrativos e pedagógicos, totalizando 5.537 m² construídos e com capacidade para atender 2,5 mil estudantes.

 Para o deputado estadual Xuxu Dal Molin (PSC), que acompanhou a visita, a conclusão das obras da escola técnica representa um avanço no processo de qualificação de jovens e adultos.

 Como exemplo, o parlamentar citou as tratativas junto à Universidade do Estado de Mato Grosso (Unemat) para a abertura do primeiro curso de engenharia de pesca do estado.

 “Há algum tempo a gente vem debatendo essa possibilidade com a reitoria da universidade. O fato é que somos um estado carente em mão de obra em diferentes segmentos da economia e a forma mais eficaz de revertemos essa situação é através de investimentos em educação”, assinala Dal Molin.

Leia Também:  Cuiabá recebe Coronavac apenas para lactantes e segunda dose dos atrasados; sem imunizantes, capital não poderá vacinar demais grupos a partir desta quarta (23)

 “As futuras instalações da escola técnica são perfeitas e possibilitam o uso compartilhado com outras instituições de ensino. Nossa proposta é que esse espaço também seja utilizado na formação superior e não apenas de nível técnico”, complementa.

 “Por determinação do governador Mauro Mendes já ‘seguramos’ parte dos recursos no orçamento para concluirmos obras em três municípios, e Sorriso está nessa lista. São mais de R$ 11 milhões destinados para a qualificação de jovens e adultos”, avalia o secretário Nilton Borges.

 O gestor repassou também as orientações do estado sobre a implementação do Parque Tecnológico em Sorriso e do Centro de Inovação do Parque Tecnológico de Várzea Grande. “Já saiu uma equipe daqui [Sorriso] e foi até Cuiabá pra saber o que é como funciona um parque tecnológico. As vezes a gente fala, bom é uma coisa bacana, bonito, mas é preciso saber como se aplicar isso aqui em Sorriso é de fundamental importância”, concluiu.

 Ao todo, a Secitec possui nove escolas técnicas nas cidades de Sinop, Rondonópolis, Alta Floresta, Barra do Garças, Diamantino, Lucas do Rio Verde, Poxoréu, Tangará da Serra e Cuiabá, que atualmente funciona na Escola de Saúde Pública do Estado. Outras duas unidades, nos municípios de Matupá e Juara, estão em fase de conclusão.

Leia Também:  Municípios terão restos a pagar de 2019 bloqueados em 30 de junho
Fonte: ALMT

 

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA