Momento Cidades

Prefeitura de Cuiabá promove ‘Fórum “Mulheres Que Transformam a Cidade’ e busca dados para formulação de políticas públicas

Publicados

em

A Prefeitura de Cuiabá realizou nos dias 14 e 15 de outubro, o “Fórum Mulheres Que Transforam a Cidade”, no centro comunitário do bairro CPA I e União Coxipoense de Associação de Moradores (UCAM). Os debates contaram com a participação da secretária municipal da Mulher, Luciana Zamproni, do secretário-adjunto de Relações Comunitárias, Ricardo Lobo, do secretário adjunto do Instituto de Planejamento e Desenvolvimento Urbano, Márcio Puga, além da presidente do Conselho Municipal da Mulher, Fabiana Soares, do diretor de Transporte da Semob, Nicolau Jorge Budibe e diversas lideranças comunitárias. Na edição realizada no bairro CPA, o debate contou com a participação da comandante do 3º Batalhão da Polícia Militar, tenente-coronel  Hadassa Susannah.

De acordo com a secretária da pasta da Mulher, Luciana Zamproni,  a iniciativa teve como objetivo buscar indicadores para a formulação de políticas públicas sensíveis as necessidades das mulheres. Ela pontou que a  lei da “Parada Segura”  surgiu por meio de encontros que seguiram a esse formato.

“Foi conversando com a sociedade e, principalmente, com às mulheres. A lei da Parada Segura, onde toda mulher depois das 21h pode descer do ônibus onde achar mais seguro, é um exemplo. Cuiabá conta com uma nova frota de coletivos, 144 no total,  já com câmeras instaladas, o que servirá para diminuirmos os assédios que muitas mulheres vivem dentro do transporte público. E em parceria com todas essas Secretarias queremos levar para o município a realidade vivida pelas mulheres da nossa cidade”, ressaltou.

Leia Também:  Proerd forma 540 alunos em Sorriso; programa aborda questões como a prevenção ao uso de drogas por crianças

Para o secretário-adjunto do Instituto de Planejamento e Desenvolvimento Urbano, Márcio Puga, atendendo a uma reivindicação do prefeito Emanuel Pinheiro e da primeira-dama, Marcia Pinheiro, o Plano Diretor, é revisado e possibilita o pensar a cidade com um olhar mais senísvel. “Com isso, é importante adentrar nos bairros e provocar a população para sabermos a realidade delas diante ao município. Ele destaca que por meio de estudos, percebe-se que na grande parte das cidades o planejamento não leva alguns aspectos em consideração como as necessidades das mulheres. Um planejamento urbano que leve em conta necessidades de transporte e segurança para mulheres acaba tornando a cidade mais segura e acessível para todos os grupos de pessoas, pontua.

Segundo a comandante do 3º Batalhão, Tenente-coronel Hadassa, eventos assim são de uma importância gigante e mostram às pessoas a real necessidade da mulher, por isso são fundamentais.

“Eu trabalho em uma instituição que não é machista, mas é masculina. Quantas vezes desisti de explicar para o homem algo. Só sabe o que é ser mulher, quem é mulher. E o importante é o fato de que as  mulheres não desistem, comandam,  lideram. Parabéns por este trabalho”, concluiu.

Leia Também:  Confira o resultado do edital para contratação de apresentações artísticas do Natal em Lucas do Rio Verde

O secretário adjunto de Relações Comunitárias Ricardo Lobo, agradeceu o empenho de todas as secretarias em possibilitar os debates nos bairros, destacando a preocupação que a gestão Emanuel Pinheiro possui pelas mulheres.

“Essa foi a gestão que mais valorizou às mulheres, com 50% do secretariado composto por gestoras. Agora estamos realizando este encontro para ouvirmos sobre suas necessidades”, declarou.

Por fim, a primeira delegada mulher, Miedir Sant’Ana da Silva, relembrou a época que estava na ativa a luta na defesa das mulheres que eram vítimas de violência. “Me emociono quando tenho  oportunidade de participar de eventos como esse, onde a sociedade feminina é ouvida. De discussões nesse formato é que saem políticas públicas eficientes”, finalizou.

 

SORRISO

Governo Federal publica portaria que destina R$ 1 milhão para a implantação do CIEVS de Sorriso

Publicados

em

Assim que entrar em funcionamento o CIEVS local deve atuar no gerenciamento e monitoramento de informações e também na avaliação de indicadores estratégicos para a preparação e resposta às emergências em saúde pública em nível local, regional e nacional. Entre as atividades também se destacam a implantação de mecanismos de comunicação avançados permitindo oportunizar ações imediatas e a análise de informações recebidas sobre mudanças no cenário epidemiológico.

O secretário de Saúde, Luís Fábio Marchioro, pontua a importância desse novo passo para a saúde pública municipal e regional. “É a tecnologia à serviço da saúde pública da nossa população”, frisa. O gestor acrescenta que esse é um importante patamar de inteligência sanitária regional, com monitoramento dos acontecimentos, para a execução de ações articuladas e rápidas, além de ser um contato direto com o Ministério da Saúde.

“O Governo Federal acompanhou o nosso trabalho e reconheceu que do momento anterior à pandemia para o atual momento vivido, saímos do trabalho de baixa complexidade para alta complexidade”, pontua Luís Fábio.

Para integrar a Rede, pesaram medidas como a organização da campanha de vacinação e o desempenho e indicadores da Vigilância em Saúde. “Claro que ao integrar essa Rede teremos mais trabalho pela frente; mas, temos certeza de que nossa equipe é competente e capaz de trabalhar com urgência e emergência e atender à demanda”, pontua.

O prefeito Ari Lafin também comemora o trabalho realizado. “Integrar o CIEVS é uma honra, pois se trata de uma rede de respostas rápidas a emergências em saúde pública com vigilância ativa, alerta e implementação de tecnologias; isso demonstra que o trabalho realizado aqui deu certo”, diz.

Leia Também:  Subcomandante da GM de Várzea Grande conquistou a terceira colocação no campeonato Mundial de Jiu Jitsu

A participação na Rede é considerada  primordial para que o gestor tome decisões assertivas e também facilita a comunicação com o Ministério da Saúde, Organização Pan-Americana de Saúde e Organização Mundial de Saúde.

Hoje, 129 municípios entre capitais, áreas de fronteira e áreas indígenas compõem a Rede. Além de Sorriso, outros 33 municípios – no Mato Grosso, Rondonópolis também passará a integrar a Rede; passarão a participar do monitoramento.

O convite para Sorriso implantar o CIEVS e integrar a rede foi realizado em Brasília ainda em 9 de novembro, quando o Município apresentou as ações desenvolvidas no combate à pandemia no VI Encontro Nacional da Rede CIEVS. Assim que for implantado, o Centro local deverá funcionar com monitoramento da região e respostas rápidas em emergências de saúde.

Vale lembra que entre as cidades com mais de 40 mil habitantes, Sorriso é o Município com o menor índice de letalidade por covid-19 no Mato Grosso. Os dados constam do Painel da Secretaria de Estado de Saúde de Mato Grosso que destaca que o Município apresenta uma letalidade de 1,25%, apesar de ser o quinto no ranking estadual em casos de infeccção pelo coronavírus. 

Relembre um pouco do trabalho sorrisense durante a pandemia:

Entre os pontos de destaque do trabalho realizado por Sorriso estão:

– Criação de um Comitê Municipal de Enfrentamento à Pandemia ainda em 16 de março de 2020;

Leia Também:  Tudo pronto para a realização do Bazar do Bem

+ Implantação de um Hospital Municipal de Campanha dotado de toda a infraestrutura para tratar pacientes positivos para a covid-19;

+ Implantação de 6 leitos de UTI para pacientes com covid-19 mantido exclusivamente com recursos próprios municipais, sendo o único do Estado;

+ Monitoramento de casos positivos e suspeitos com acompanhamento, inclusive domiciliar;

+ Boletim diário atualizado com os números apontando o comportamento da pandemia;

+ Disponibilização gratuita de todos os medicamentos necessários para o tratamento de pacientes com covid-19;

+ Central Telefônica 150 atendendo 24 horas diariamente, inclusive aos finais de semana e feriados, mantida pela Secretaria Municipal de Saúde para orientações e denúncias;

+ Serviço de fisioterapia e nutrição especializada para o tratamento de pacientes tanto durante a hospitalização como no pós-alta;

+ Farmácia Pública Municipal 24 Horas aberta diariamente de segunda a segunda;

+ Fiscalização e regramento do convívio social inteligente com foco na orientação;

+ Testagem em massa desde o início da pandemia;

+ Implantação de protocolos municipais de atendimento e acolhimento aos pacientes suspeitos, positivos e familiares;

+ Vacinação acelerada desde o dia 20 de janeiro de 2021 quando o Município recebeu e aplicou a primeira dose (a primeira pessoa imunizada em Sorriso foi a enfermeira da linha de frente Aparecida Lourdes Chinez, de 62 anos);

+ Hoje, Sorriso é um dos municípios que lidera a aplicação de vacinas contra a covid-19 no Estado;

+ Organização de comunicação com apoio irrestrito da imprensa local e o Departamento de Comunicação do Município.

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA