Momento Cidades

Qualifica Cuiabá edição 2021 prepara nova turma de padeiros

Publicados

em

Vinte novos padeiros estão sendo orientados sobre as técnicas de preparo de um bom produto, na medida certa e sem desperdício por meio do Qualifica Cuiabá. Idealizado pela primeira-dama de Cuiabá, Márcia Pinheiro.

A iniciativa está na terceira edição e integra o programa ‘Pra Frente Cuiabá’, formatado para potencializar o desenvolvimento humano e econômico em Cuiabá. A ação é coordenada pelas Secretarias de Assistência Social, Direitos Humanos e da Pessoa com Deficiência, da Mulher e da Agricultura, Trabalho e Desenvolvimento Econômico em parceria com o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial-Senai.

O professor e instrutor do Senai, Marlon Carlos explica que os cursos ofertados potencializam o desenvolvimento da capacidade de gestão, manipulação e  formulação.

“Nos nossos cursos a gente tem o momento da teoria, para fundamentar e contextualizar o processo tecnológico dos produtos. Depois de passar pela teoria, os alunos colocam em prática o conteúdo”, pontuou o professor. Por medida de biossegurança contra a disseminação da Covid-19, as aulas são ministradas com até 20 alunos por turma.

Ele cita que nas atividades de confecção dos alimentos, aprendem a desenvolver receitas de pães integrais e baguetes.

Leia Também:  Visitantes e acompanhantes de hospitais e unidades de saúde terão que comprovar vacinação completa contra a covid-19

“Com base na formulação, eles fazem o cálculo para fazer a receita, calculando inclusive a perda, acrescentando 7% a mais de farinha, para que no final, o resultado atinja aquilo que o cliente solicitou. Não tem como errar. Aqui, aprendem que até mesmo a água deve ser pesada. A farinha de trigo, por exemplo, não pode ser peneirada para não perder as proteínas. Se for tudo bem planejado e, calculado corretamente, o profissional terá o lucro almejado e sem desperdício de ingredientes”, explicou Marlon.

A questão da pesagem dos ingredientes para preparação dos pães despertou à atenção da aluna Maria Auxiliadora Carneiro de Souza, 52 anos. Ela conta que quando recebeu a informação de que todos os ingredientes devem ser submetidos ao processo de pesagem, ficou surpresa.

“É a primeira vez que, literalmente,  coloco a mão na massa. Trabalhei como atendente de padaria, mas não fazia ideia de como tudo era preparado. Estou gostando bastante. Tenho certeza que vou aumentar a minha renda mensal e quero fazer o curso de confeitaria. Vou ficar de olho nas vagas”, disse.

Leia Também:  Semob publica errata sobre leilão

O Qualifica Cuiabá oferece oportunidade aos imigrantes que escolheram a capital como local de residência. Como é o caso do português, Valter Sanches, 31 anos que está na cidade há dez meses.

A área da panificação é bem diferente do que estava acostumado. Na Europa, ele trabalhava como biólogo marinho. “Conheci minha esposa em Portugal. Desde então, resolvi arrumar minhas coisas e tentar vida nova. E é isso que estou fazendo. Vou me especializar para poder trabalhar no mercado de trabalho em Cuiabá”, comentou.

Referência no país, o Qualifica já atendeu a 4,5 mil pessoas e tem a meta de atingir a formação de dez mil. Os cursos são totalmente gratuitos. “A minha gestão está focada em investir nas pessoas. E o Qualifica Cuiabá, uma iniciativa da primeira-dama Márcia Pinheiro presta uma relevante contribuição. Ele busca levar qualidade de vida. Possibilita uma profissão, ingressar no mercado de trabalho e conquistar sua independência financeira, buscar um aumento de salário. Ele fomenta sonhos”, pondera o prefeito Emanuel Pinheiro.

LUCAS DO RIO VERDE

Pesquisa de opinião sobre os cursos da UFMT em Lucas termina nesta segunda (06)

Publicados

em

 

 

A pesquisa de opinião pública com a sociedade para identificar os cursos mais desejados para o campus luverdense da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT) termina nesta segunda-feira (6). A pesquisa está sendo realizada pela Prefeitura de Lucas do Rio Verde, por meio da Secretaria Municipal de Educação. 

De acordo com a pasta, mais de duas mil pessoas já responderam a pesquisa. A comunidade geral pode participar preenchendo corretamente todas as informações solicitadas em um formulário disponível no site da prefeitura.

O questionário apresenta algumas opções de cursos escolhidos em uma pesquisa anterior. Além disso, as pessoas podem apontar algum outro curso que não esteja na lista.

Por atender toda a região, os formulários foram disponibilizados aos municípios vizinhos.

Confira o link de participação:

Comunidade geral:
https://forms.gle/gNGn4FojLdtxXJCw9

O formato de realização desta pesquisa foi apresentado na semana passada pela Prefeitura de Lucas do Rio Verde durante reunião. Participaram do encontro a Associação Comercial e Empresarial (Acilve), a Câmara dos Dirigentes Lojistas (CDL), Sindicato Rural, Fundação Luverdense de Saúde, Instituto Federal de Mato Grosso (IFMT), Escola Técnica de Educação Profissional e Tecnológica (Secitec), Assessoria Pedagógica do Estado, e escolas particulares.

Leia Também:  Campanha do Laço Branco terá roda de conversa sobre tema nesta segunda-feira (06)

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA