Momento Cidades

Semob mantém equipe na Trincheira Jurumirim para orientação de rotas alternativas

Publicados

em


Luiz Alves

Clique para ampliar

Os dez dias de fechamento da trincheira Jurumirim (avenida Miguel Sutil) para obras do Governo do Estado, os agentes de Trânsito da Secretaria de Mobilidade Urbana (Semob) registraram um pequeno número de ocorrências  nas rotas alternativas disponilizadas. A trincheira está parcialmente interditada desde a última quarta-feira (9) para que a Secretaria de Estado de Infraestrutura e Logística (Sinfra)  realize obras de  recuperação e restauração.  Os agentes estão no local para orientar  os motoristas nos horários de pico:  7h às 8h e das 17:30 h até às 19h30. Nesses horários,  o trânsito fica mais lento, e por isso, as rotas alternativas são sugeridas. 

Os motoristas que estão no sentido Rodoviária/Coxipó, podem acessar  pelo bairro da Lixeira, Areão e podem sair na  Fernando Corrêa. Ou podem  seguir em frente e sair próximo ao Fort Atacadista e retornar a Miguel Sutil. Já sentido Fernando Corrêa/ CPA, na rotatória que dá acesso a estrada Jornalista Arquimedes P. Lima (estrada do Moinho), o motorista pode acessar o Pedral ou Jd. Leblon , passar próximo a Energisa, no  Barro Duro e  sair no Bosque da Saúde ou seguir para a região da grande CPA. Os motoristas  podem procurar outras rotas alternativas que fique melhor a cada um. 

Leia Também:  Marido, que espera mulher na porta do hospital, recebe primeira dose da vacina contra Covid-19

O período estimado de fechamento da trincheira Jurumirim é de sete meses para que seja corrigido um problema no sistema de drenagem de águas pluviais. A previsão é que, somente na parte inferior, deva ser retirado cerca de 1,5 metro de solo e substituído por outro de melhor qualidade. Essa obra foi orçada em R$ 50,5 milhões e estava no pacote das grandes obras de mobilidade que seriam entregues em 2014 – antes dos jogos da Copa do Mundo – a Capital foi uma das subsedes.  Para realizar estes reparos na estrutura da trincheira, conforme o Governo do Estado, serão necessário um acréscimo de quase R$ 15 milhões. 

 

Propaganda

Momento Cidades

Prefeito Emanuel Pinheiro lamenta morte do cardiologista Dr. Agnaldo Solon Arruda Azambuja

Publicados

em

Faleceu no último domingo (1), o médico cardiologista Agnaldo Solon Arruda Azambuja, 52 anos. Ele faleceu de causas naturais, em casa. Atuava no Hospital Municipal de Cuiabá (HMC), onde era muito respeitado pelos colegas e pacientes. Agnaldo deixa esposa e um casal de filhos. O velório ocorrerá nesta segunda-feira (2), das 14h às 16h, na Capela Dom Bosco. O prefeito Emanuel Pinheiro lamentou a morte do servidor da Secretaria Municipal de Saúde (SMS). “Com muita tristeza recebi a notícia da morte precoce do médico Agnaldo Solon, que muito contribuiu com a saúde pública de Cuiabá. Quero deixar meus sinceros sentimentos de pesar a toda família, colegas de trabalho e todos que com ele conviveram. Que Deus possa dar o conforto neste momento de dor”.

 

Leia Também:  Aula inaugural marca retomada das aulas presenciais na rede municipal de Várzea Grande
Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA