SORRISO

Prefeitura de Sorriso promove atividades para crianças atendidas nos projetos sociais

Publicados

em

São diversas atividades que estão sendo realizadas com crianças e adolescentes de 0 a 17 anos, como mini futebol, corrida do saco, cabo de guerra, dança da cadeira, queimada, rouba bandeira e base quatro; além de brincadeiras lúdicas para os bebês.

A programação teve início às 7h30 e segue até às 10h30. A tarde, as atividades serão tomadas das 13h30 às 16h30, na sede da Associação Atlética Banco do Brasil (AABB).

Um delicioso lanche está sendo servido às crianças, além da entrega de presentes e doces e sorteio de bicicletas. Os brinquedos são resultado de doações de várias empresas de Sorriso. “Agradecemos de coração todas as empresas que doaram brinquedos para presentear as crianças. Nossa equipe organizou tudo com muito carinho para tornar este dia especial”, destaca a secretária municipal de Assistência Social, Jucélia Ferro.

O prefeito Ari Lafin esteve no evento agora pela manhã e realizou a entrega de alguns presentes. “Uma festa linda e muito animada. Parabéns a toda equipe da Assistência Social pela organização e gratidão aos empresários que doaram brinquedos e estão fazendo a alegria de tantas crianças”, diz Ari.

Leia Também:  Com apoio da Prefeitura de Sorriso, bairro Santa Clara fará mobilização para falar de dengue

SORRISO

Prefeitura de Sorriso e IFMT firmam parceria para a produção de abelhas sem ferrão

Publicados

em

Isso mesmo. O Programa VitaMel, desenvolvido pela SAMA em parceria com IFMT Sorriso e o Projeto Cultivando Vida Sustentável está viabilizando a cooperação no segmento para incentivar a meliponicultura, a ideia é aumentar o número de produtores locais.

O responsável pelo VitaMel, Niki Nelson Antonietti, frisa que as abelhas sem ferrão já existiam no país antes que espécie a Apis – a do ferrão; fosse introduzida. “Essas abelhas, da meliponicultura, tem como característica a presença de um ferrão atrofiado que não utilizam para a defesa”; explica.

Nelson também destaca que essa é uma forma de conscientizar a população sobre a importância da preservação do bioma local e das populações de abelhas nativas. “Esse é um trabalho de campo e que será respaldado por um trabalho de pesquisa técnica que ficará à cargo do IFMT”, salienta.  “Enquanto isso, nós iremos continuar atuando na captura/remoção de enxames de abelhas nativas e difusão da meliponicultura como atividade econômica e sustentável em propriedades rurais em nosso Município”, completa.

E quem quiser saber um pouco mais sobre essa técnica ou iniciar uma produção pode procurar diretamente a SAMA. A Secretaria atende das 7 às 13 horas na Rua Marechal Cândido Rondon ou ainda ligar no telefone 3545-8353. Outra opção é buscar informações no Campus do IFMT, localizado no bairro Santa Clara.

Leia Também:  Patrulha Rural recupera veículo roubado, apreende arma de fogo e 160 litros de agrotóxicos

 

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA