Momento Cidades

TCE e TRE realizam lives com orientações para as eleições de 2020

Publicados

em


O Tribunal de Contas de Mato Grosso (TCE-MT) e o Tribunal Regional Eleitoral (TRE-MT) realizam, na próxima semana, três lives com orientações sobre condutas, legislações e prestação de contas em período eleitoral. O público-alvo das lives são os candidatos nas eleições deste ano, assessores técnicos, contábeis e jurídicos.

Na segunda-feira (19), às 9h30, será realizada a live com o tema Propaganda Eleitoral e Condutas Vedadas, com palestra do juiz auxiliar da Presidência do TRE-MT e coordenador dos Atos da Propaganda Eleitoral, Lídio Modesto. A abertura será feita pelo presidente do TCE-MT, conselheiro Guilherme Antonio Maluf. 

Já na terça-feira (20), às 14h30, será promovida a live com o tema Inovações da Legislação Eleitoral e Financiamento de Campanha, com palestra da servidora aposentada do TRE-MT, Marli Osorski, e abertura do procurador do Ministério Público de Contas (MPC), Getulio Velasco Moreira Filho.

A última live será na quarta-feira (21), com início às 9h30. O tema será Prestação de Contas, SPCE e demais sistemas e terá como palestrante Rodrigo Martins, chefe da Seção de Análise e Auditoria de Contas Partidárias. A abertura será feita pelo conselheiro interino do TCE-MT, Luiz Carlos Pereira. 

Leia Também:  Inscrições para capacitação gratuita sobre Parcerias Público-Privadas encerram na sexta-feira (30)

As inscrições para as lives podem ser feitas no site do TCE-MT (clique aqui). Haverá certificado de 2 horas para os participantes que se inscreverem. O evento por videoconferência será transmitido pelo canal do TCE-MT no Youtube e pelo perfil no Facebook.

Fonte: AMM

Propaganda

Momento Cidades

Municípios podem aderir ao programa Tempo de Aprender do Ministério da Educação

Publicados

em


Os estados e municípios têm até esta sexta-feira, 30 de outubro,  para manifestar interesse em aderir ao programa Tempo de Aprender, do Ministério da Educação (MEC). A adesão pode ser realizada pelo site alfabetizacao.mec.gov.br. Os secretários e dirigentes de educação devem preencher um formulário com informações, como CPF e e-mail. A iniciativa é voltada para o aperfeiçoamento de professores e gestores escolares do último ano da pré-escola e do 1º e 2º anos do ensino fundamental.

Quase 4 mil estados e municípios já aderiram ao Tempo de Aprender, lançado no dia 18 de fevereiro pela Secretaria de Alfabetização (Sealf), do MEC. Construído com base na Política Nacional de Alfabetização, o programa é direcionado à aplicação de práticas baseadas em evidências científicas nacionais e estrangeiras.

O Tempo de Aprender é um programa cujo propósito é enfrentar as principais causas das deficiências da alfabetização no país. Entre elas, destacam-se: déficit na formação pedagógica e gerencial de docentes e gestores; falta de materiais e de recursos estruturados para alunos e professores; deficiências no acompanhamento da evolução dos alunos; e baixo incentivo ao desempenho de professores alfabetizadores e de gestores educacionais.

Leia Também:  Bate-Papo com a CNM apresenta desafios e ações educacionais durante a pandemia

Com o objetivo de melhorar a qualidade da alfabetização, o programa Tempo de Aprender propõe ações estruturadas em quatro eixos:

Eixo 1: Formação continuada de profissionais da alfabetização
Eixo 2: Apoio pedagógico para a alfabetização
Eixo 3: Aprimoramento das avaliações da alfabetização
Eixo 4: Valorização dos profissionais de alfabetização

A Sealf promoveu diversas reuniões por meio de um Grupo de Trabalho no qual participaram a Undime e o Consed, como representantes dos gestores municipais e estaduais da educação. O grupo discutiu amplamente a elaboração de normativos para o programa bem como contribuiu e ainda tem contribuído com o processo.

Curso de formação continuada

 Além da adesão ao programa Tempo de Aprender, que deve ser realizado pelos secretários de Educação, está disponível pelo AvaMEC o curso de formação continuada em práticas de alfabetização. Destinado principalmente a professores, coordenadores pedagógicos, diretores escolares e assistentes de alfabetização, o curso é gratuito e tem duração de 30 horas. Para saber mais acesse: http://alfabetizacao.mec.gov.br/professor-clique-aqui-para-acessar-o-curso-de-formacao-continuada 

 

Fonte: AMM

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA