Momento Curiosidades

Homem ‘empresta’ esposa ao cunhado por dinheiro; mas agora ela não quer voltar

Publicados

em


source
1
Reprodução

O mais novo casal da praça


Um homem – que estava passando por dificuldades financeiras – decidiu “emprestar” sua esposa ao cunhado em troca de comida, bebida e dinheiro para pagar cumprir com suas obrigações monetárias.

Só que agora Anthony Kabanda ficou sozinho. Sua esposa, Tafadzwa Matura, não quer mais voltar para casa , alegando que Daniel Masikati, o cunhado, é “melhor amante do que marido”.


O episódio, relatado pelo Daily Star, aconteceu na aldeia de Zimunya, no Zimbabué. Segundo o marido, o “acordo comercial” entre os “negociantes”  previa a devolução de Tafadzwa.

Entendendo o enredo

Daniel era casado com a irmã de Tafadzwa. Desde que a mulher morreu, ele viveu sozinho. Mas os problemas financeiros de Anthony acabaram mudando sua vida. Em troca de vantagens, Anthony ofereceu à mulher o ” conforto físico ” de seu cunhado.

Leia Também:  "Hotéis do amor" são acusados ​​de discriminar gays no Japão

O combinado era que Tafadzwa ficaria com Daniel das 22h às 4h por alguns dias. Mas a comparação entre os amantes fez a mulher decidir por Daniel. No fim, Anthony foi trocado por seu cunhado e ficou sem esposa. 

Propaganda

Momento Curiosidades

“Hotéis do amor” são acusados ​​de discriminar gays no Japão

Publicados

em


source
.
Andia/Alamy Stock Photo

Um motel na área de Shibuya, em Tóquio


Em maio deste ano, no auge da primeira onda do novo coronavíru s,  um casal gay de Amagasaki, oeste do Japão, pensou que iriam aliviar o tédio do isolamento social do país com uma ida a um hotel do amor , onde parceiros pagam por estadias curtas para ter relações sexuais.


Mas, em vez de um tempo para relaxar, o casal nem chegou até a porta de seu quarto. “A recepcionista foi muito educada”, disse um dos homens ao site Kobe Shimbun. “Ela apenas disse que homens com homens não são permitidos.” A tentativa de encontrar um quarto em outro motel próximo também acabou em decepção. Mas, desta vez, a linguagem era abertamente homofóbica .

Leia Também:  "Hotéis do amor" são acusados ​​de discriminar gays no Japão

“Homens gays não usam as instalações de maneira adequada”, disse a recepcionista, sem explicação. “Foi um caso claro de discriminação”, disse o homem, que não teve a identidade divulgada. 

Ele e seu companheiro, que têm a união civil reconhecida pela prefeitura local, não estão sozinhos. Enquanto os milhares de hotéis do amor no Japão recebem milhões de casais heterossexuais em busca da privacidade e intimidade que lhes é negada em casa, os casais gays dizem que são frequentemente rejeitados.

Os dois hotéis em Amagasaki foram multados depois que o casal apresentou uma queixa, levando as autoridades a ordenar que parassem de discriminar hóspedes do mesmo sexo. 

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA