Momento Curiosidades

Homem fica com perna gigantesca após infecção por picada de mosquito; assista

Publicados

em


source
Camboja
Reprodução/Youtube

Segundo os médicos, vermes presentes nas patas dos mosquitos podem ter deixado a perna do rapaz desta forma

Imagens de um jovem de 27 anos, morador da província de Kampong Chhnang, no Camboja, com uma perna “do tamanho de um tronco de árvore” viralizaram nas redes sociais na última semana.

Segundo informações do site Viral Press, Bong Thet conviveu mais de 20 anos com a elefantíase , doença parasitária que atinge os vasos linfáticos e causa o acúmulo de líquidos e inchaços em alguns órgãos, em sua perna esquerda até que conseguisse ser atendido em um hospital.

Tudo começou quando ele tinha apenas seis anos de idade e foi picado diversas vezes por mosquitos infectados . Apesar das marcas, os pais de Bong imaginaram que as feridas cicatrizariam normalmente e acabaram não procurando atendimento.

Leia Também:  Crocodilo ataca e morde braço de capturador; veja vídeo

Quando ele completou 12 anos, a perna já estava do tamanho que tem hoje: cerca de cinco vezes maior do que um membro normal e com a circunferência de um tronco de árvore , o que quase impossibilita que ele consiga caminhar.

Como não podia pagar um tratamento, o rapaz acabou aprendendo a conviver com a perna  daquela forma e só pôde ter o diagnóstico correto de sua doença após receber a doação de um casal, que viu a reportagem falando sobre a rotina de Bong e doou cerca de R$ 10 mil para que ele pudesse ir ao hospital.

Apesar de não ter cura, a elefantíase pode ser amenizada com a utilização de medicamentos. Em entevista ao site, Bong disse que o auxílio prestado pelo casal de doadores com a consulta e os remédios mudou a sua vida: “isso fará tudo ficar um pouco mais fácil para mim. Saber que existem pessoas que se importam com os problemas dos outros me deixa muito feliz”.

Propaganda

Momento Curiosidades

Professores usam retroescavadeira para atravessar rio e dar aula; veja o vídeo

Publicados

em


source
.
Reprodução

Professores se arriscam para garantir que alunos tenham aula nas Filipinas


Professores da cidade de Cebu, nas Filipinas, tiveram que pegar uma carona em uma retroescavadeira para cruzar um rio caudaloso enquanto iam para uma escola dar aula.


Uma das magistradas, identificada como Mary Grace Sibal, e seus colegas ficaram presos por causa do excesso de água e da forte correnteza. A professora disse que o rio estava calmo pela manhã, mas piorou depois de algumas horas de chuva. “Não ousei atravessar o rio porque era muito perigoso. Alguns aldeões já se afogaram aqui antes”, afirma ela. 

O grupo decidiu esperar que a água baixasse enquanto se sentavam na parte seca das margens do rio. Felizmente, um trabalhador ofereceu-lhes uma carona em sua retroescavadeira para que pudessem cruzar as corredeiras com segurança.

Leia Também:  Crocodilo ataca e morde braço de capturador; veja vídeo

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA