Momento Destaque

23 idosos morrem na Noruega após receberam dose da vacina contra Covid 19; autoridades locais evitam falar em efeitos colaterais graves

Publicados

em

Autoridades de saúde da Noruega, país da Europa,  dizem que não há evidências de uma relação direta entre a recente série de mortes de idosos vacinados contra a Covid 19 e o imunizante que receberam.

A Agência Norueguesa de Medicamentos tenta abordar temores de que tomar a vacina possa ser muito arriscado, depois que 33 pessoas no país com 75 anos ou mais morreram após a imunização, de acordo com os dados mais recentes da agência. Todas já estavam gravemente doentes, segundo o órgão.

“Claramente, a Covid-19 é muito mais perigosa para a maioria dos pacientes do que a vacinação”, disse por telefone Steinar Madsen, diretor médico da Agência Norueguesa de Medicamentos. “Não estamos alarmados.”, afirmou em entrevista na segunda-feira.

Dados iniciais da Noruega dominaram as manchetes internacionais quando o mundo busca os primeiros sinais de possíveis efeitos colaterais das vacinas.

O primeiro relatório de segurança na Europasobre a vacina Pfizer-BioNTech será publicado no final de janeiro.

Leia Também:  Hospitais de várias cidades do interior de Mato Grosso estão com UTIs lotadas e não têm mais vagas para tratamento de pacientes com Covid 19

“Todos esses pacientes tinham doenças subjacentes graves”, disse Madsen. “Não podemos dizer que as pessoas morreram por causa da vacina. Podemos dizer que pode ser coincidência. É difícil provar que a vacina é a causa direta.”

A Noruega administrou pelo menos uma dose a cerca de 42 mil pessoas, com foco nos grupos considerados de maior risco se contraírem o coronavírus, que incluem idosos.

Madsen diz que é possível que os efeitos colaterais da imunização possam, em alguns casos, “levar pacientes a um curso mais sério da doença subjacente. Não podemos descartar isso”. Segundo ele, a Noruega já vacinou todos os pacientes de casas de repouso, “mais ou menos”, e as fatalidades relatadas são “bem menos de 1 em 1.000”.

Madsen disse que não espera um resultado diferente com a vacina da Moderna, que foi introduzida na Noruega na sexta-feira. Como a injeção Pfizer-BioNTech, o imunizante usa a tecnologia de RNA mensageiro, que ensina as células a combaterem a infecção.

A Agência Norueguesa de Medicamentos afirma que deixou claro antes do início do programa de vacinação que “que mortes podem ocorrer em um contexto relacionado ao tempo com a vacinação” entre pessoas “mais velhas e mais doentes” que recebam a vacina.

Leia Também:  Judiação: Polícia Civil investiga morte de jovem de apenas 23 anos encontrada amarrada numa árvore e morta as margens de um rio em MT

 

 

 

Otavio Ventureli(da redaçao com agências internacionais)

Momento Destaque

Curso vai ajudar gestores mato-grossenses a implementar o Sistema Municipal de Cultura

Publicados

em


Estão abertas até o dia 08 de março as inscrições para a capacitação online de Implementação do Sistema Municipal de Cultura. Aprovado no edital MT Nascentes da Secretaria de Estado de Cultura, Esporte e Lazer (Secel-MT), o curso é direcionado a gestores municipais de cultura dos municípios mato-grossenses e terá início no dia 12 de março. 

Com duração de cinco semanas, composta por quatro módulos mais uma semana de consultoria, o objetivo da capacitação é orientar os gestores públicos sobre a execução e implementação dos componentes do plano de trabalho do Sistema Municipal de Cultura. Cada município terá direito a duas vagas. 

A base de ensino será focada na prática com conteúdos sobre a adesão ao acordo de cooperação federativa, cadastro na plataforma do Sistema Nacional de Cultura (SNC), legislações vigentes, fundos de financiamento à cultura e elaboração do Plano Municipal de Cultura, dentre outros. A capacitação contribuirá para a evolução das políticas de cultura do estado. 

Segundo os dados publicados em fevereiro, somente 66 municípios de Mato Grosso efetuaram a adesão ao Sistema Nacional de Cultura.  Isso significa que 75 municípios ainda não implementaram políticas culturais sistematizadas e alinhadas aos sistemas estadual e federal de cultura.

Leia Também:  Hospitais de várias cidades do interior de Mato Grosso estão com UTIs lotadas e não têm mais vagas para tratamento de pacientes com Covid 19

De acordo com a coordenadora do curso, Silvia Machado, a capacitação online se configura como uma grande oportunidade de aprendizagem para os gestores neste período de restrição à realização de eventos.

“É um momento que pode ser aproveitado para a implementação o Sistema Municipal de Cultura e assim concretizar o CPF da Cultura (Conselho, Plano e Fundo) em todo o estado. As políticas públicas asseguradas em legislação são fundamentais para a evolução contínua os diversos segmentos culturais do município”, defende Sílvia, que foi diretora de cultura do município de Juína  e possui formação e experiência no assunto.

Capacitação online de Implementação do Sistema Municipal de Cultura

Prazo para inscrição: 08 de março de 2021

Acesso ao formulário de inscrição: AQUI

Acesso ao regulamento de participação: AQUI

Mais informações: [email protected] | (66) 99206-4192

Fonte: GOV MT

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA