Momento Destaque

PM MT orienta a população para não cair no “golpe da panela” praticado por malandros que vendem utensílios domésticos a domicílio

Publicados

em

A Polícia Militar do Estado de Mato Grosso, por meio da Diretoria da Agência Central de Inteligência (Daci) alerta a população para à atuação de pessoas mal-intencionadas, que se passam por vendedores de panelas e utensílios domésticos em domicílio.

Os vendedores malandros que aceitam o pagamento apenas no cartão, copiam os dados bancários das vítimas em uma outra máquina e descontam duas vezes o valor da compra.

De acordo com o setor de inteligência da PM, a ação criminosa é chamada de “golpe das panelas” e velha conhecida da polícia, a atuação da quadrilha que circula em vias públicas em um carro oferecendo os produtos foi registrada no ano de 2017, em Mato Grosso e outros estados.

Este ano, os policiais já identificaram novas vítimas do golpe no estado vizinho de Rondônia. Os golpistas dizem que vendem panelas alemãs, facas e outros utensílios. Uma das vítimas que comprou os produtos da quadrilha chegou a pagar por duas vezes o valor de R$ 2.300,00 e teve os dados dos cartões clonados.

Leia Também:  Arsenal de guerra: Prefeito e servidor municipal são presos por porte ilegal de armas de fogo e caça predatória de animais silvestres

Para evitar que entrem em Mato Grosso, a PM faz o alerta a população e em um trabalho minucioso, os policiais militares de inteligência já estão identificando possíveis integrantes da quadrilha de golpistas. O diretor da Agência Central de Inteligência da PM, tenente-coronel Fabio de Souza Andrade explica que os golpistas se disfarçam de vendedores de utensílios domésticos, principalmente de panelas falsificadas.

“Esses indivíduos vão de casa em casa, oferecem panelas e utensílios domésticos aos clientes, que ao se interessar, eles alegam poder vender apenas no cartão. Eles também abordam as vítimas em portas de supermercados, shoppings, são bons de conversa, falam que as panelas são de origem alemã. Quando o cliente decide comprar o produto, o falso vendedor simula uma falha na transação do cartão, diz caiu o sinal e utiliza uma outra máquina de cartão; esse equipamento cópia ,em seguida transfere os dados da vítima para outro cartão e a vítima é cobrada por duas vezes pela única compra”, informa o diretor.

Leia Também:  Com gol nos acréscimos Bragantino empata em 1 x 1 com o Santos na Vila Belmiro na estréia de ambos no Brasileirão

Ao fazer uma compra, a PM orienta à população para não fornecer dados pessoais a terceiros. O cliente deve ficar atento quando for usar o cartão, se caso efetuar a compra, peça o comprovante e verifique se tudo está correto. Qualquer ação suspeita do vendedor, exija o cancelamento da transação do cartão, acione a Polícia Militar por meio do 190 ou pelo disque denúncia 0800-653939.

 

Otavio Ventureli(com ascom)

COMENTE ABAIXO:

Momento Destaque

Barbárie: Grupo de milicianos assassinos conhecido por “Trem-Bala” promove banho de sangue em chacina mata cinco e deixa 12 feridos

Publicados

em

Cinco pessoas foram mortas e outras doze ficaram feridas em uma chacina ocorrida no município de Ipojuca, na Região Metropolitana do Recife. Na foto, um dos ingrantes do grupo, preso.

O crime aconteceu por volta das 23h30 deste domingo (9), e as mortes ocorreram em dois locais diferentes na cidade.

Entre os mortos na chacina, estão três homens e duas mulheres. Os primeiros assassinatos ocorreram na Praça Rurópolis, em um local que vende espetinhos e pastéis.

De acordo com a Polícia Civil, homens armados chegaram em dois carros e começaram a disparar tiros.

“Foram dois carros, segundo populares, um branco e um cinza. Desceram e disseram logo assim na praça onde havia um pessoal comendo pastel e espetinho: ‘Ninguém corre’. Só que o pessoal correu e foram diversos tiros. Nesse local, foram atingidas 12 pessoas e mais três morreram. Dois morreram no local e uma senhora foi socorrida para a UPA [Unidade de Pronto-Atendimento] municipal e veio a óbito na UPA”, disse o delegado Joaquim Braga.

Em seguida, mais dois homens foram assassinados em outro local de Ipojuca, homicídios cometidos pelo mesmo grupo criminoso, segundo o delegado que registrou o caso.

Leia Também:  Morte do Bispo emérito de São Félix do Araguaia MT Dom Pedro Casaldáliga é comentada em redes sociais por políticos do Estado e do País

“Não satisfeitos, os bandidos foram descendo pela rodovia PE-60 e, quando chegaram na lombada eletrônica na entrada de Ipojuca, subiram em um imóvel com primeiro andar e executaram outras duas pessoas. Alguém deve ter passado um informe para eles, que foram lá e executaram”, afirmou.

Os feridos foram levados para quatro unidades de saúde: Dom Helder Câmara, no Cabo de Santo Agostinho, também no Grande Recife; Unidade Mista Santo Cristo Ipojuca; Hospital da Restauração, na área central da capital pernambucana; e a UPA de Ipojuca.

Uma das vítimas, de idade não divulgada, ficou gravemente ferida, segundo o delegado. Identificado pela polícia como Gilson Lima, ele foi levado para o Hospital Dom Helder Câmara. Após passar por cirurgia, tem quadro clínico estável, sem previsão de alta, segundo a assessoria de comunicação da unidade de saúde.

A motivação da chacina não foi informada pela Polícia Civil, mas uma linha de investigação em curso é a disputa pelo comando do tráfico de drogas na região, de acordo com Joaquim Braga.

“O pessoal fala muito desse grupo [criminoso] Trem-Bala. Eu tenho, para mim, que talvez eles estejam querendo nos desafiar. Aterrorizam tanto o Cabo [de Santo Agostinho] quanto Ipojuca. A polícia tem trabalhado, empreendido um trabalho grande no sentido de prender esse pessoal. Tudo roda no tráfico de drogas”, explicou o delegado.

Leia Também:  Internado neste domingo(09) em Brasília com "pneumunite alérgica" Ministro Dias Toffolli passa bem segundo informou sua assessoria

A Polícia Civil apura quantos criminosos participaram da chacina. “Pela quantidade de tiros, não acho que tinham menos de quatro pessoas em cada carro. Tinha um cartucho de [espingarda] 12 e 9 milímetros e de pistola 380. Tiro no rosto da pessoa, na nuca, dilacerando. Realmente, foi uma barbaridade. Vamos trabalhar para ver se a gente coloca esses elementos na cadeia para que as pessoas possam ter paz”, contou.

Os criminosos conseguiram fugir, e ninguém foi preso até a última atualização desta reportagem.

“Houve uma perseguição por parte dos policiais militares na PE-42, estrada que vai no sentido de Escada [cidade da Zona da Mata]. Eles [os bandidos] chegaram a derrapar e perderam velocidade, mas não conseguimos prender. Tem câmeras nos locais [dos assassinatos], e isso vai nos ajudar a identificar os possíveis autores”, declarou o delegado.

Otavio Ventureli(G1 PE)

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA