Momento Destaque

Alinhado com o Presidente Bolsonaro e Nelson Barbudo Deputado estadual Sílvio Fávero entregou 185 títulos de terra na sexta(25) em MT

Publicados

em

Mais de 185 títulos de propriedade foram entregues pelo deputado estadual Silvio Fávero, na sexta-feira(25), a produtores rurais do Assentamento Forquilha do Rio Manso, entre os municípios de Nobres e Rosário Oeste e do Assentamento Caeté, no município de Diamantino.

O ato foi acompanhado pelo deputado federal Nelson Barbudo(na foto a esquerda), com quem Fávero(na foto a direita de camisa azul segurando um tiulo de propriedade de terra) tem articulado desde o início do mandato parlamentar importantes ações voltadas à regularização fundiária no Estado de Mato Grosso.

Foram entregues 74 títulos de propriedades a produtores do PA Forquilha do Rio Manso e 112 para pequenos produtores do PA Caeté, que aguardavam há décadas pela regularização fundiária.

“Os sonhados títulos de propriedades vêm para trazer mais cidadania e dignidade aos pequenos produtores. Venho de uma família simples que também batalhou muito para ter essa segurança fundiária. Por isso, essa tem sido uma das minhas principais lutas, para que todos os cidadãos tenham o mesmo direito”, destacou Silvio Fávero.

Leia Também:  Proposta de Emenda Constitucional que trata de concessão de serviço público é aprovado na Assembleia Legislativa de MT

Na semana passada, durante visita do excelentíssimo presidente Jair Messias Bolsonaro, o Governo Federal entregou 1.665 Títulos de Domínio (TD) para famílias de agricultores assentados de Mato Grosso.

A cerimônia ocorreu em Sorriso (MT) e contou também com as presenças do secretário Especial de Assuntos Fundiários do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), Nabhan Garcia. Esta foi a maior entrega, de uma única vez, de títulos definitivos de terra do governo de Jair Bolsonaro.

Desde 2019, foram entregues mais de 2.200 Títulos de Domínio (que são definitivos) no estado. Até o fim do ano, o acumulado deve chegar a três mil. A maioria das famílias aguardava pelo título há cerca de duas décadas.

Com o documento definitivo de suas propriedades rurais, as famílias poderão ter acesso a crédito e às políticas públicas federais. Os agricultores beneficiados vivem atualmente em 32 Projetos de Assentamentos, sendo estes administrados pelo Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra), localizados em 21 municípios do Estado.

Como um dos maiores defensores do Governo Bolsonaro em Mato Grosso, Silo parlamentar também tem desenvolvido ações de apoio à regularização fundiária, um dos principais entraves de milhares de cidadãos mato-grossenses que aguardam há décadas o título de suas propriedades.

Leia Também:  Delegado de Polícia Civil de MT é algemado e preso pela Polícia Militar após agredir mãe e tentar matar namorado no interior do Estado

Em 2019, Silvio Fávero foi autor de uma audiência pública para tratar de assuntos agrários, realizada na Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT). Com a presença do secretário Nacional de Agricultura, Luiz Antônio Nabhan,  o encontro, promovido em parceria com o deputado federal Nelson Barbudo, foi considerado o mais técnico e mais democrático já realizado no estado, pelos avanços nas tratativas junto ao Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra).

O parlamentar também atuou em defesa do desenvolvimento sustentável, em articulação direta junto à Funai, Para garantir mais segurança jurídica aos povos indígenas, aos nãos indígenas e às comunidades em geral, na tramitação do substitutivo integral ao Projeto de Lei Complementar Nº 17/2020, fundamentado na Normativa Federal n°09/2020.

 

 

Otavio Ventureli(da redação com ascom)

Momento Destaque

Copa do Brasil: Em jogo tenso com expulsão Santos x Ceará empatam na Vila Belmiro nesta quarta e decisão de vaga fica para Fortaleza

Publicados

em

Pelo confronto de ida das oitavas de final da Copa do Brasil, Santos e Ceará empataram em 0 a 0, na Vila Belmiro, nesta quarta-feira (28).

O destaque do jogo ficou para a expulsão do zagueiro Lucas Veríssimo, aos 45 minutos do primeiro tempo, com o auxílio do VAR, após dividida com Rafael Sóbis, em que o defensor santista acabou acertando com as travas da chuteira a cabeça do atacante cearense.

Nos primeiros minutos de jogo, o Santos deu indícios de que poderia ir para cima. O time de Cuca avançou as suas linhas ofensivas e concentrava as suas jogadas no campo de ataque. No entanto, o Ceará logo neutralizou as subidas do time da casa e passou a trocar passes na sua zona ofensiva, o problema é que ambas as equipes não criavam situações claras de gol.

Aos 45 minutos do primeiro tempo, o zagueiro Lucas Veríssimo, que iniciou a partida como capitão do Santos, foi expulso de campo, após levantar demais o pé e acertar a cabeça do atacante Rafael Sóbis com a trava da chuteira. Inicialmente o defensor santista recebeu amarelo, que se tornou vermelho após consulta ao VAR.

Leia Também:  MP Eleitoral determina que live de propostas de candidatos a vereador e Prefeito de Sorriso MT seja retirada do ar no prazo de 24 horas

Mesmo com um a menos, o Santos voltou se impondo mais ao ataque na segunda etapa, inclusive criando mais oportunidades do que todo o primeiro tempo. Com dois chutes da entrada da área, Marinho fez Fernando Prass trabalhar. Enquanto isso, Soteldo estava afim de jogo, correndo bastante, se apresentando pro jogo e criando oportunidades principalmente pelas beiradas.

 

 

Otavio Ventureli(da redação)

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA