Momento Destaque

Após decisão do Ministro do Supremo Tribunal Federal Alexandre de Moraes Assembleia Legislativa de MT realiza eleição nesta terça(23)

Publicados

em

A Eleição que definirá a nova Mesa Diretora da Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT) será realizada nesta terça-feira (23), às 19h, de forma presencial.

Na disputa, somente uma chapa deverá concorrer ao pleito, com o deputado estadual Max Russi na presidência.

A chapa encabeçada por Russi terá o deputado Wilson Santos como segundo vice-presidente, Eduardo Botelho como primeiro secretário e o Delegado Claudinei como terceiro secretário. Tanto a primeira vice-presidência quanto a segunda e quarta secretaria seguem sem nomes definidos.

A nova eleição foi convocada após decisão do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Alexandre de Moraes, que suspendeu a validade do pleito anterior, que havia reconduzido Botelho à presidência da ALMT.

Além de Botelho, não podem concorrer na chapa para mesma função a deputada Janaina Riva, que ocupa a 1ª vice-presidência, e os deputados Valdir Barranco, 2º secretário, e Paulo Araújo (PP), 4º secretário.

“Determino, ainda, a realização subsequente e imediata de nova eleição para a Mesa Diretora da Assembleia Legislativa do Estado do Mato Grosso, biênio 2021/2022, vedada a posse de parlamentares que compuseram a Mesa nos biênios 2017/2018 e 2019/2020, nos mesmos cargos”, determinou o ministro.

Leia Também:  Supremo Tribunal Federal vai analisar nova petição que poderá reconduzir o Deputado Eduardo Botelho ao cargo de Presidente da AL MT

Além da chapa liderada por Russi, o deputado Silvio Fávero  também demonstrou interesse em disputar a Mesa Diretora. Contudo, até o momento, não apresentou nenhum outro nome para compor oposição a Russi.

 

 

Otavio Ventureli(da redação com assessoria)_

Momento Destaque

Padrasto faz ameaça dizendo que pertenceria a facção criminosa Comando Vermelho, faz ameaça, estupra menor de 15 anos e é preso

Publicados

em

Um homem de 31 anos foi preso acusado de estuprar a enteada, uma menor de 15 anos, na cidade de Rondonópolis, em Mato Grosso, na madrugada deste sábado (27).

A vítima contou que o crime sexual começou há um mês e que estava com medo de contar, por estava sofrendo ameaças de morte, já que o suspeito dizia ser membro do Comando Vermelho.

De acordo com as informações, Polícia Militar foi acionada até a casa de uma testemunha, onde a vítima estava passando dois dias. A dona do local achou estranha a atitude dela, já que ao falar em retornar para a casa, a menina se mostrou nervosa.

Depois de uma conversa, a menina acabou desabafando e contou que estava sendo vítima de crime sexual e de ameaça. O autor das agressões é o padrasto, de 31 anos. A mãe dela foi chamada no local e viu a menina bastante abalada.

Ele aproveitada do momento que a mulher não estava em casa para cometer o crime. Além disso, dizia que se ela contasse para alguém, seria morta junto com a família toda, já que era membro do Comando Vermelho.

Leia Também:  Governador e presidente do Detran prorrogam prazo para licenciamento de veículos em MT

Diante dos fatos, o agressor foi preso em flagrante e ele foi encaminhado para a delegacia, onde foi atuado pelos dois crimes.

 

 

Otavio Ventureli(com assessoria e GD)

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA