Momento Destaque

Associação de Amigos do Autista recebe doações da campanha Boa Ação é Doação

Publicados

em

 

Secom Câmara

Neste final da semana, a Sala da Mulher da Câmara Municipal de Cuiabá deu andamento às doações do projeto – “Boa Ação é Doação”, à AMA – Associação de Amigos do Autista de Mato Grosso, foi uma das instituições contempladas com as cestas arrecadas.&nbsp
O movimento aconteceu durante 43 dias no Legislativo cuiabano e foram arrecadas mil cestas básicas que já estão sendo direcionadas para as chefes de família em vulnerabilidade, que moram em Cuiabá.&nbsp
Kelly Cristina dos Nascimento Viegas, presidente da associação, foi quem recepcionou a equipe da Câmara e explicou que a AMA funciona há 20 anos. A instituição, sem fins lucrativos, orienta às famílias de autistas buscarem direitos de inclusão na área da saúde, educação, assistência social e outros.&nbsp
“Eu defino essa ação da Sala da Mulher como amor ao próximo, agradeço a Câmara e todos que tiveram essa iniciativa em sensibilizar com as famílias que fazem parte da AMA,&nbsp principalmente neste momento que precisam muito deste apoio”, disse a presidente da associação.&nbsp&nbsp
Estiveram presentes Thamires Rondon, coordenadora da Sala da Mulher, Amabila Camargo, primeira-dama do legislativo e voluntária, Regianne Renovato, voluntária da Sala da Mulher, Kelly Viegas, presidente da AMA e Eide&nbsp Dornelas, Conselheira Fiscal da AMA.

Secom Câmara

Leia Também:  Ministério lança campanha de combate ao mosquito da dengue

Momento Destaque

Pesquisa da CDL aponta que consumidor tem usado nome de terceiros para fazer compras em Sinop

Publicados

em

Muitas pessoas recorrem a amigos e familiares para realizar compras a prazo quando estão com problemas de crédito.
O empréstimo de nome é uma atitude solidária, mas que pode acarretar prejuízos e constrangimentos.
De acordo com estudo, a prática é utilizada, principalmente, por quem está com dificuldades de acesso ao crédito ou enfrenta imprevisto e não conta com uma reserva de emergência.
A Pesquisa realizada pelo Centro de Informações Socioeconômicas da Unemat em parceria com a CDL buscou levantar os dados em Sinop.
A apuração contou com uma amostra de 200 entrevistados, um nível de significância estatística de 95,0% e um erro amostral de 5.0%.
Foi perguntado aos consumidores se haviam realizado alguma compra nos últimos 12 meses utilizando nome de terceiros.
Aproximadamente 19% dos consumidores afirmaram que fizeram compras utilizando outro nome durante este período. Outro questionamento é se eles emprestam ou emprestariam o “nome’ para compras por terceiro. Cerca de 15% dos entrevistados afirmou que sim, outros 81% dos consumidores disseram que a modalidade emprestada é o cartão de crédito.
O nome negativado é a causa da maioria, 16% dos entrevistados disse que este é o pedido para empréstimo do cartão.
Este cenário apresentado demostra que se tornou um meio comum. As pessoas precisam comprar, consumir e muitas vezes não tem o dinheiro, recorrendo ao empréstimo do nome para efetuar uma compra.
“Tem que ter o cuidado para quem emprestou, também não fique inadimplente, que ai acaba prejudicando ambos”, comentou o economista Feliciano Azuaga.

Leia Também:  Lixo eletrônico pode ser descartado em 9 pontos de coleta nesta semana em Lucas do Rio Verde

(Infográfico)

Por Julio Tabile/Comunicação CDL

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA