Momento Destaque

Bafão: Justiça nega pedido de liberdade de ex-mister Cuiabá acusado de atirar contra um policial e agredir esposa na Boate Nuun

Publicados

em

A Justiça negou o pedido de soltura patrocinado pela defesa do empresário e ex-mister Cuiabá Turismo, Michael Bruno, 29 anos(foto), que atirou contra um policial militar e sua própria esposa no estacionamento da casa de festas Nuun, em Cuiabá. A decisão é do início da tarde desta quinta-feira (29).

Na segunda-feira (26), dia da confusão na casa de festas, a Justiça converteu a prisão do empresário de flagrante para preventiva. Após a decisão, a defesa entrou com habeas corpus pedindo a liberação do ex-mister, mas o desembargador e relator do caso Paulo da Cunha negou a demanda.

A decisão que baseia a negativa ainda não foi publicada, de modo que não há detalhes da argumentação da Justiça em torno do caso. Dessa forma, o ex-mister segue preso no Centro de Custódia da Capital (CCC).

A confusão protagonizada pelo ex-mister teve início quando ele e o policial militar estavam saindo da boate. Antes da briga, o manobrista havia trazido até a saída o carro do empresário, que é do mesmo modelo e cor do veículo do agente público. De acordo com a defesa do ex-mister, Matheus Bruno teria sido então acusado pelo militar de tentar furtar o automóvel, por ambos os carros serem iguais.

Leia Também:  Missas de domingo (29) em Cuiabá homenagearam Dom Bonifácio que faleceu no sábado e será sepultado hoje na cripta da Catedral

Em meio aos desentendimentos, o policial teria sacado sua arma e o ex-mister a tomou. Posteriormente, disparos foram feitos pelo empresários e atingiram tanto o militar quanto a esposa de Michael Bruno.

A confusão teria parado quando um bombeiro, amigo do policial chegou ao local. Após os disparos, a polícia foi acionada e o ex-mister preso e encaminhado a uma unidade do Capão Grande, em Várzea Grande, onde aguardou durante todo o dia sua audiência de custódia, que ao final determinou pela manutenção de sua prisão.

 

Otavio Ventureli(com GD)

Momento Destaque

Processo de transição de governo municipal para novo Prefeito de Nova Mutum MT deve terminar sòmente em 09 de janeiro em função da pandemia

Publicados

em

O prefeito eleito de Nova Mutum, em Mato Grosso,  Leandro Félix(foto), iniciou essa semana o processo de transição de governo.

Mesmo sendo atual vice-prefeito que pregou a continuidade da gestão durante o pleito eleitoral, esse processo de transmissão é obrigatório e atende a Resolução Normativa 019/2016 e 09/2020, do Tribunal de Contas do Estado de Mato Grosso, que dispõe sobre os procedimentos a serem adotados pelos atuais e futuros chefes de poderes do município e dirigentes de órgãos autônomos.

Devido à mudança do calendário eleitoral, os trabalhos da comissão devem ser concluídos até 08 de Janeiro de 2021.

A comissão de transição é composta por pessoas indicadas pelo prefeito eleito Leandro Félix e o vice-prefeito eleito Alcindo Uggeri, que indicaram o advogado Alex Brescovit Maciel e à advogada Paula Kuster Andriata além do Secretário de Indústria e Comércio Jimmy Huppes.

Os integrantes da prefeitura indicados pelo prefeito Adriano Pivetta são Maike Poncetti, Ivete Sandi Wenning a procuradora do município Luciana Martins Trevisan, além dos secretários Mauro Antônio Manjabosco, Terezinha Aparecida Arissava e Roberto Bento Hilário.

Leia Também:  Polícia tenta localizar homem suspeito de matar ex-esposa após ir ao banco sacar auxílio emergencial e mulher ser encontrada morta

Leandro Félix falou que a transição é importante, pois irá traçar um panorama de todas as informações da Prefeitura para que inicie a nova gestão dando seguimento nas ações sem interrupções.

“Todos sabem que nos elegemos com a bandeira de seguirmos com a nossa cidade no rumo certo, que visa dar sequencia as ações que planejamos e isso é fundamental para que os projetos que estão em andamento sejam concluídos, e consequentemente vamos implementar novas ações, tenho a convicção que faremos uma grande gestão”, afirma.

Em dezembro deste ano o prefeito Adriano Pivetta encerra seu quarto mandato como gestor de Nova Mutum. Ao nomear a equipe de transição através da portaria 122/2020, Pivetta citou os desafios que enfrentou nos primeiros anos e falou da confiança que tem no prefeito e vice eleito.

“Quando assumimos a gestão de Nova Mutum em 2001 tivemos desafios imensos, precisamos fazer um amplo planejamento para mudarmos a realidade que a nossa cidade enfrentava naquele momento, graças a Deus e o esforço de todos conseguimos mudar a realidade e passamos a se tornar referência para o estado e até mesmo para o Brasil. Me sinto mais seguro porque o Leandro e seu Alcindo são pessoas capacitadas que terão todas as condições de darem sequencia nas ações que planejamos e ainda desenvolverem as propostas do plano de governo”, destaca.

Leia Também:  Governador Mauro Mendes decreta luto oficial pelo falecimento neste sábado do arcebispo emérito de Cuiabá Dom Bonifácio Piccinini

 

 

Otavio Ventureli(da redação com assessorias)

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA