Momento Destaque

Bahia dá show de bola no Pituaçú nesta segunda de virada vence o Atlético Mineiro por 3 x 1 e respira na tabela de classificão do Brasileiro

Publicados

em

Bahia e Atlético-MG entraram em campo em Pituaçu, na noite desta segunda-feira(19), com objetivos diferentes. O time da casa buscava a vitória para se afastar da zona de rebaixamento e começar a pensar na parte de cima da tabela.

O Galo visava recuperar o posto mais nobre da classificação. O time mineiro fez um primeiro tempo muito bom, marcou um gol (com Savarino) e perdeu chances para ampliar. Na etapa final, os baianos dominaram. O empate veio com Daniel, e Gilberto, que saiu do banco, foi o nome do jogo, com os dois gols que fecharam o 3 a 1.

Jogo de um time só. Assim pode ser definido o primeiro tempo da partida desta noite. Profundamente modificado, o Bahia sofreu diante de um dos melhores ataques do campeonato.

O Atlético pressionou e encurralou o Tricolor em seu campo de defesa. O gol atleticano parecia questão de tempo. E foi. Aos 20 minutos, Réver tocou para Savarino abrir o placar. O Galo poderia ter ido para o intervalo com uma vantagem bem maior, não fosse a falta de pontaria (e uma pitada de sorte) de Keno.

Leia Também:  Familiares registram B.O na Polícia Civil denunciando o desaparecimento de uma mulher de 38 anos em Nova Mutum MT desde o dia 1°

Como não poderia deixar de ser, o Bahia voltou  com mudanças para o segundo tempo: saíram Edson, Ramon e Clayson; entraram Gilberto, Daniel e Marco Antônio. Foi o que resolveu o time baiano, que se tornou mais ofensivo e, aos poucos, foi dominando seu campo de ataque. Keno e Savarino seguiram ameaçando, mas viram o Atlético diminuir seu ritmo sem a boa saída de bola de Réver, que havia dado lugar a Igor Rabello.

A partida que antes parecia definida tomou novos rumos a partir dos 23 minutos, quando Gregore tocou de cabeça para Daniel fazer 1 a 1. A virada veio nove minutos depois, em uma falha grave de Guga, que deu a bola no pés de Gilberto. O atacante dominou, driblou o goleiro e fez. E ainda houve tempo para o terceiro do Bahia: de novo Gilberto, que selou o placar aos 43, em um belo contra-ataque.

 

Otavio Ventureli(da redação)

Momento Destaque

Secretaria de Saúde do Estado emite alerta para 60 municipios incluindo Lucas do Rio Verde MT para o aumento de casos de tuberculose

Publicados

em

A Secretaria Estadual de Saúde (SES-MT), por meio da Vigilância Epidemiológica Estadual, emitiu alerta a 60 municípios para o aumento de casos de tuberculose em crianças de 0 a 9 anos.

A tuberculose é uma doença de notificação compulsória ao Estado, que é diagnosticada e tratada inicialmente pela Atenção Primária dos municípios.

O alerta aponta que foram notificados no Sistema de Informação de Agravos de Notificação (Sinan) um número elevado de 331 crianças com tuberculose, no período de 2015 a 2020, nos municípios de:

Água Boa, Alta Floresta, Alto Araguaia, Alto Paraguai, Alto Boa Vista, Araputanga, Apiacás, Arenápolis, Barão de Melgaço, Barra do Bugres, Barra do Garças, Bom Jesus do Araguaia, Brasnorte, Cáceres, Campinápolis, Campo Novo do Parecis, Canarana, Castanheira, Cocalinho, Colíder, Comodoro, Confresa, Cuiabá, Diamantino, Feliz Natal, Guarantã do Norte, Jaciara, Jangada, Jauru, Juara, Juína, Juscimeira, Lucas do Rio Verde, Marcelândia, Matupá, Nova Canaã do Norte,  Nova Nazaré, Novo Horizonte do Norte, Novo Mundo, Peixoto de Azevedo, Pedra Preta, Pontes e Lacerda, Porto Espiridião, Primavera do Leste, Porto Estrela, Querência, Rio Cascalheira, Rondonópolis, Rosário Oeste, Santo Antônio do Leste, Santo Antônio do Leverger, São José do Rio Claro, São Félix do Araguaia, São José do Xingu, São José dos Quatro Marcos, Santa Terezinha, Sapezal, Sinop, Sorriso,  Tangará da Serra e Várzea Grande.

Leia Também:  Governo de Mato Grosso distribui nesta sexta 3 mil cartões do Programa Ser Família Emergencial em vários municipios da região leste do Estado

De acordo com o alertaas as causas prováveis para o aumento de casos em crianças podem ser a descontinuidade das ações de rotina como busca ativa de casos; identificação precoce e exame de Sintomático Respiratório (SR); não realização de Tratamento Diretamente Observado (TDO); falta de priorização das ações de controle da tuberculose e baixa realização de exames de contatos para os casos já notificados.

“Alertamos os profissionais de saúde para redobrarem a atenção no diagnóstico e tratamento da tuberculose, pois esse aumento de casos entre crianças pode representar o descontrole da doença, já que onde se identifica criança doente significa que ela foi infectada por um adulto doente sem tratamento”, destaca a coordenadora de Vigilância Epidemiológica da SES-MT, Márcia Aurélia Esser Veloso.

Entre as orientações da SES, para que os municípios enfrentem essa situação, está: monitorar no Sistema de Informação de Agravos de Notificação (Sinan) os contatos de casos confirmados e se os mesmos já foram avaliados; mapear as unidades de saúde que registraram os casos entre crianças para desenvolver atividades de busca ativa, além de criar estratégia para mitigar o número de casos e realizar tratamento diretamente observado para todos os casos confirmados de tuberculose.

Leia Também:  Familiares registram B.O na Polícia Civil denunciando o desaparecimento de uma mulher de 38 anos em Nova Mutum MT desde o dia 1°

Sobre a doença

A tuberculose é infecciosa e transmissível entre seres humanos através da tosse ou espirro de pessoas com tuberculose ativa, que lançam partículas em formas de aerossóis que contém bacilos. É uma doença que pode ser prevenida e curada, mas ainda prevalece em condições de pobreza e contribui para perpetuação da desigualdade social.

Entre os principais sintomas estão: dores no peito, tosse com mais de 3 semanas, falta de ar, perda de peso e cansaço excessivo, febre baixa (principalmente durante a noite), sudorese noturna e perda de apetite.

Os medicamentos utilizados para o tratamento da doença são fornecidos aos 16 Escritórios Regionais de Saúde (ERS), ligados à SES, que realizam a distribuição aos municípios de abrangência territorial.

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA