Momento Destaque

Balanço da Secretaria Estadual de Saúde de MT registra até a tarde desta terça um total 431.920 casos confirmados de Covid 19

Publicados

em

A Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT) notificou, até a tarde desta terça-feira (15), 431.920 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, sendo registrados 11.509 óbitos em decorrência do coronavírus no Estado.

Foram notificadas 2.363 novas confirmações de casos de coronavírus no Estado.

Dos 431.920 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, 12.523 estão em isolamento domiciliar e 406.115 estão recuperados.

Entre casos confirmados, suspeitos e descartados para a Covid-19, há 488 internações em UTIs públicas e 368 em enfermarias públicas. Isto é, a taxa de ocupação está em 91,73% para UTIs adulto e em 42% para enfermarias adulto.

Dentre os dez municípios com maior número de casos de Covid-19 estão: Cuiabá (89.965), Rondonópolis (31.443), Várzea Grande (29.353), Sinop (20.962), Sorriso (14.953), Tangará da Serra (14.828), Lucas do Rio Verde (13.229), Primavera do Leste (11.021), Cáceres (9.308) e Alta Floresta (8.216).

A lista detalhada com todas as cidades que já registraram casos da Covid-19 em Mato Grosso pode ser acessada por meio do Painel Interativo da Covid-19, disponível na internet.

Leia Também:  Após dois anos e um mês após o seu lançamento, Programa Nota MT chega a 400 mil contribuintes cadastrados

O documento ainda aponta que um total de 350.217 amostras já foram avaliadas pelo Laboratório Central do Estado (Lacen-MT) e que, atualmente, restam 149 amostras em análise laboratorial.

Recomendações

Já existem vacinas para prevenir a infecção pelo novo coronavírus, mas ainda é importante adotar algumas medidas de distanciamento e biossegurança.

Os sites da SES e do Ministério da Saúde dispõem de informações oficiais acerca da Covid-19. A orientação é de que não sejam divulgadas informações inverídicas, pois as notícias falsas causam pânico e atrapalham a condução dos trabalhos pelos serviços de saúde.

O Ministério da Saúde orienta os cuidados básicos para reduzir o risco geral de contrair ou transmitir infecções respiratórias agudas, incluindo o novo vírus. Entre as medidas estão:

– Lavar as mãos frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos. Se não houver água e sabão, usar um desinfetante para as mãos à base de álcool;

– Evitar tocar nos olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas;

– Evitar contato próximo com pessoas doentes;

Leia Também:  Governador sanciona lei que permite público testado ou vacinado contra a covid-19 nos estádios de Mato Grosso

– Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar com um lenço de papel e jogar no lixo;

– Limpar e desinfetar objetos e superfícies tocados com frequência.

 

 

Otavio Ventureli(da redação com assessoria)

Momento Destaque

Escola Nacional do Consumidor abre inscrições gratuitas para 13 cursos online que tratam tanto dos direitos dos consumidores quanto capacitação para órgãos e empresas

Publicados

em

A Escola Nacional do Consumidor (ENDC), da Secretaria Nacional do Consumidor (Senacon), abriu inscrições para 13 cursos online que tratam tanto dos direitos dos consumidores quanto capacitação para órgãos e empresas. As inscrições podem ser feitas até o dia 23 de agosto e os interessados precisam ter acesso a computador com internet para assistir  às aulas.

Os cursos têm carga horária que variam de 20 a 60 horas-aula e podem ser realizados pelo público em geral, membros do Sistema Nacional de Defesa do Consumidor e, também, empresas com interesse na plataforma Consumidor.gov. O certificado é emitido digitalmente pela Universidade de Brasília (UNB) e será encaminhado para o aluno que obtiver aprovação no curso.

Vale destacar entre os cursos disponíveis os que abordam “A Educação Financeira para Consumidores”, que têm o objetivo de ensinar ao aluno como compreender seus direitos, se planejar financeiramente e fazer um orçamento doméstico. Além do curso “Consumidor.gov para Empresas”, com o intuito de capacitar fornecedores para a utilização da plataforma de registro de reclamações online.

Leia Também:  Prefeitura de Cuiabá cria comissão de acompanhamento das metas do Desenvolvimento Sustentável da ONU

Profissionais que atuam no sistema de defesa do consumidor também podem realizar as capacitações disponibilizadas, como por exemplo os cursos “Consumidor.gov para Órgão de Monitoramento” e o “Elaboração de Projetos” que capacita o servidor para a elaboração de projetos para envio ao Fundo de Defesa de Direitos Difusos (FDD) ou à Senacon.

Para a realizar as inscrições nos cursos disponíveis na Escola Nacional do Consumidor, o interessado deve ter mais de 16 anos. Para saber mais, acesse: https://www.defesadoconsumidor.gov.br/escolanacional/cursos/cursos-endc .

Fonte: GOV MT

 

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA