Momento Destaque

Barbárie: Após afirmar que mulher era “imoral” homem de posse de um canivete corta o nariz da esposa com requintes de crueldade

Publicados

em

Após mais de dez semanas de agonia, enfim, um fio de esperança.

Com um pequeno espelho de mão, a afegã Zarka pôde ver seu novo nariz. Estava coberto de pontos e coágulos de sangue, mas instantaneamente ela se sentiu bem. Dois meses se passaram desde que seu marido a agrediu com um canivete.

“Estou feliz por ter meu nariz de volta”, disse ela aos médicos, enquanto eles trocavam o curativo. “É bom”, diz ela. “Muito bom.”

A violência doméstica contra as mulheres é comum no Afeganistão. Uma pesquisa nacional citada pelo Fundo de População das Nações Unidas descobriu que 87% das mulheres afegãs sofreram pelo menos uma forma de violência física, sexual ou psicológica durante a vida.

No pior dos casos, as mulheres são atacadas com ácido ou com facas. Frequentemente, o agressor é o marido ou outro parente.

Zarka, de 28 anos, estava casada há dez e tinha um filho de seis, quando seu marido a agrediu com uma faca. Ela estava acostumada a apanhar, mas não esperava que ele fosse tão longe.

Leia Também:  Cumprindo mandado de prisão da Justiça do Estado do Pará Polícia de MT prende homem acusado de matar mulher a tiros em Itaituba PA

“Ele estava me dizendo que eu era uma pessoa imoral”, diz ela. “Eu disse a ele que isso não é verdade.”

Zarka permitiu que a BBC acompanhasse sua recuperação e ela descreveu em entrevistas o abuso doméstico que precedeu o brutal ataque com faca.

Zarka estava acordada durante sua operação de três horas, com anestesia local.

“Quando me vi hoje no espelho, o nariz se recuperou muito”, diz ela, depois de ver seu novo rosto pela primeira vez.

“Antes da operação, não estava bom”, acrescenta.

O médico Zalmai Khan Ahmadzai(na foto com a paciente afegã), um dos poucos cirurgiões no Afeganistão especializados em reconstrução facial, diz estar impressionado com o progresso de Zarka.

“A operação dela correu muito bem. Não houve infecção – um pouco de inflamação, mas isso não foi um problema”, explica.

 

Otavio Ventureli com BBC)

Momento Destaque

Chifre: Homem é preso pela PM após estuprar a ex-esposa e acusá-la de traição durante baixaria na residência do amante da suposta vítima

Publicados

em

Um homem de 37 anos foi preso nessa quinta-feira (17) em Porto Espiridião, municipio de Mato Grosso,  após ter abusado sexualmente da esposa e acusá-la de traição.

Conforme as informações repassadas pela vítima, seu ex-companheiro havia ido até a residência para buscar um pneu que seria de seu filho. Em seguida, seu atual marido chegou na residência e a mulher informou o ocorrido.

O suspeito não havia tido nenhuma reação de ciúmes e então sentou-se no sofá e passou a ingerir algumas latas de bebidas alcoólicas. Minutos depois, o homem ficou exaltado e começou a agredir a vítima.

Logo depois, ele levou a esposa até o quarto, obrigou a tirar a roupa, passou a mão em suas partes íntimas e acusou a mulher de traição. A mulher começou a discutir com o suspeito, negou o fato e acionou a Polícia Militar que foi até o local.

Após a chegada dos policiais, o suspeito foi preso em flagrante e encaminhado à delegacia. O caso ainda está sendo investigado pela Polícia Civil.

 

Otavio Ventureli(com hntnoticias)

Leia Também:  Cumprindo mandado de prisão da Justiça do Estado do Pará Polícia de MT prende homem acusado de matar mulher a tiros em Itaituba PA
Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA