Momento Destaque

Boletim deste domingo(11) da Secretaria Estadual de Saúde aponta que MT registrou 8 mortes e 170 casos de coronavírus em 24 horas

Publicados

em

Nas últimas 24 horas, Mato Grosso registrou oito mortes causadas pelo coronavírus.

Foram notificadas 170 novas confirmações de casos da doença no Estado.

Até a tarde deste domingo (11), a Secretaria de Estado de Saúde notificou 132.024 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso.

Uma das vítimas é uma mulher de 36 anos, de Primavera do Leste MT. Outras sete mortes também foram registradas.

Conforme  o Boletim  divulgado no fim da tarde, foram notificadas 170 novas confirmações de casos de coronavírus no Estado. Dos 132.024 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, 15.124 estão em isolamento domiciliar e 112.653 estão recuperados.

Entre casos confirmados, suspeitos e descartados para a Covid-19, há 217 internações em UTIs públicas e 226 em enfermarias públicas. Isto é, a taxa de ocupação está em 52,93% para UTIs adulto e em 26% para enfermarias adulto.

Dentre os dez municípios com maior número de casos de Covid-19 estão: Cuiabá (25.854), Várzea Grande (9.504), Rondonópolis (9.474), Sorriso (5.934), Sinop (5.927), Lucas do Rio Verde (5.747), Tangará da Serra (5.326), Primavera do Leste (4.485), Cáceres (3.228) e Campo Novo do Parecis (2.812).

Leia Também:  Dólar dispara nesta quarta-feira(28) frente ao real mas alta perdeu força no meio da manhã após intervenção do Banco Central do Brasil

A lista detalhada com todas as cidades que já registraram casos da Covid-19 em Mato Grosso pode ser acessada por meio do Painel Interativo da Covid-19,  da Secretaria de Estado de Saúde.

O documento ainda aponta que um total de 105.829 amostras já foram avaliadas pelo Laboratório Central do Estado (Lacen-MT) e que, atualmente, restam 776 amostras em análise laboratorial.

Cenário nacional

No último sábado (10), o Governo Federal confirmou o total de 5.082.637 casos da Covid-19 no Brasil e 150.198 óbitos oriundos da doença. No levantamento do dia anterior, o país contabilizava 149.639 óbitos e 5.055.888 confirmados de pessoas infectadas pelo coronavírus.

Até o fechamento deste material, o Ministério da Saúde não divulgou os dados do País atualizados neste domingo (11).

Recomendações

Atualmente, não existe vacina para prevenir a infecção pelo novo coronavírus. A melhor maneira de prevenir a infecção é evitar ser exposto ao vírus. Os sites da SES e do Ministério da Saúde dispõem de informações oficiais acerca do novo coronavírus. A orientação é de que não sejam divulgadas informações inverídicas, pois as notícias falsas causam pânico e atrapalham a condução dos trabalhos pelos serviços de saúde.

Leia Também:  Chumbo grosso: Tenente da PM estaria supostamente ameaçando de morte Delegado da GCCO da Polícia Civil MT Flávio Stringuetta

O Ministério da Saúde orienta os cuidados básicos para reduzir o risco geral de contrair ou transmitir infecções respiratórias agudas, incluindo o novo coronavírus. Entre as medidas estão:

– Lavar as mãos frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos. Se não houver água e sabão, usar um desinfetante para as mãos à base de álcool;

– Evitar tocar nos olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas;

– Evitar contato próximo com pessoas doentes;

– Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar com um lenço de papel e jogar no lixo;

– Limpar e desinfetar objetos e superfícies tocados com frequência.

 

 

Otavio Ventureli(da redação com ascom)

Momento Destaque

Em Operação realizada em conjunto Polícia de Goiânia prende em Palmas TO um dos bandidos que mataram dois advogados na quarta-feira

Publicados

em

Um jovem foi preso nesta sexta-feira (30) suspeito de participar do assassinato de dois advogados dentro de um escritório de advocacia, em Goiânia.

Pedro Henrique Martins Soares, de 25 anos(foto), seria um dos dois bandidos que se passaram por clientes para cometer o bárbaro crime.

A execução aconteceu na quarta-feira (29), no Setor Aeroporto. Os advogados Marcus Aprígio Chaves, de 41 anos, e Frank Alessandro Carvalhaes de Assis, de 47, foram mortos a tiros.

O suspeito foi detido na manhã desta sexta-feira na Região Metropolitana de Palmas (TO) e já tinha passagens na polícia por associação criminosa, porte ilegal de arma de fogo e homicídio.  O comparsa dele ainda é procurado.

A suspeita,  segundo a Polícia,  é de que o crime foi motivado por causa de uma desavença em um processo que as vítimas ganharam, desagradando a outra parte envolvida.

Em nota, a Polícia Civil informou que “as equipes de investigação continuam atuando para elucidar o homicídio que vitimou dois advogados”. Uma força-tarefa composta por cinco delegados e 30 policiais civis foi montada para solucionar o crime.

Leia Também:  Chumbo grosso: Tenente da PM estaria supostamente ameaçando de morte Delegado da GCCO da Polícia Civil MT Flávio Stringuetta

Hospedados em hotel

Pedro e o comparsa teriam se hospedado em um hotel no Centro de Goiânia no último domingo (25), três dias antes do crime. Durante a investigação, os policiais foram até o local e fizeram uma varredura tentando localizar mais provas do duplo homicídio.

Imagens de câmeras de segurança em poder da Polícia mostram a movimentação dos suspeitos na porta do hotel. Testemunhas disseram que um deles se apresentou como vidraceiro e outro, como estudante. Relataram também que ambos saíram várias vezes do hotel em um carro.

O CRIME

Segundo o depoimento de uma funcionária, um homem tinha tentado marcar um horário com um dos advogados dias antes, mas não havia disponibilidade na agenda. No dia do crime, um rapaz que se identificou com o mesmo nome da pessoa que fez a ligação anteriormente foi até o escritório acompanhado de um colega. Eles esperaram para serem atendidos.

Otavio Ventureli(de Brasilia)

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA