Momento Destaque

Brutalidade: Polícia encontra corpos de mãe e filho um bebê de 3 meses nesta quarta(23) envenenados pelo ex-marido e pai da criança

Publicados

em

A polícia encontrou na madrugada desta quarta-feira (23) em Rio dos Cedros (SC), no Vale do Itajaí, o corpo de uma mulher de 36 anos, Josiele Lopes, e do filho dela, um bebê de 3 meses de idade. Os dois estavam desaparecidos desde 15 de setembro.

O ex-companheiro da mulher e pai da criança, de 34 anos, foi preso também na madrugada, em Itapema, Litoral Norte catarinense. Ele confessou à polícia ter envenenado uma carne que a mulher consumiu antes de amamentar o filho e indicou o lugar onde ocultou os corpos. O crime ocorreu em 15 de setembro, segundo o homem.

A prisão foi por suspeita de homicídio do bebê e feminicídio da mulher.  A polícia trabalha com a hipótese de que as mortes ocorreram devido ao envenenamento. O bebê teria ingerido o veneno ao mamar. Os corpos foram enterrados em uma área de mata. Na manhã desta quarta-feira(23) os corpos foram levados para passar por necropsia no Instituto Médico Legal.

Segundo o delegado Diogo Medeiros, a motivação alegada pelo preso, que manteve um relacionamento de um ano com a mulher, é a descoberta de que ela estaria em outro relacionamento amoroso.

Leia Também:  Para conter "poder paralelo" de traficantes em Mato Grosso Deputado propõe construção de presídio de segurança extrema

“Ele arrumou um veneno e colocou na carne para a ex-companheira. O bebê mamou. A mãe começou a passar mal, e o ex-companheiro, a pretexto de socorrê-la, colocou os dois no carro e foi até a cidade de Rio dos Cedros e ocultou o cadáver dessas duas pessoas que já estavam mortas, provavelmente, dentro do carro”, explicou o delegado.

Otavio ventureli(da redação)

Momento Destaque

Copa do Brasil: Em jogo tenso com expulsão Santos x Ceará empatam na Vila Belmiro nesta quarta e decisão de vaga fica para Fortaleza

Publicados

em

Pelo confronto de ida das oitavas de final da Copa do Brasil, Santos e Ceará empataram em 0 a 0, na Vila Belmiro, nesta quarta-feira (28).

O destaque do jogo ficou para a expulsão do zagueiro Lucas Veríssimo, aos 45 minutos do primeiro tempo, com o auxílio do VAR, após dividida com Rafael Sóbis, em que o defensor santista acabou acertando com as travas da chuteira a cabeça do atacante cearense.

Nos primeiros minutos de jogo, o Santos deu indícios de que poderia ir para cima. O time de Cuca avançou as suas linhas ofensivas e concentrava as suas jogadas no campo de ataque. No entanto, o Ceará logo neutralizou as subidas do time da casa e passou a trocar passes na sua zona ofensiva, o problema é que ambas as equipes não criavam situações claras de gol.

Aos 45 minutos do primeiro tempo, o zagueiro Lucas Veríssimo, que iniciou a partida como capitão do Santos, foi expulso de campo, após levantar demais o pé e acertar a cabeça do atacante Rafael Sóbis com a trava da chuteira. Inicialmente o defensor santista recebeu amarelo, que se tornou vermelho após consulta ao VAR.

Leia Também:  Polícia Federal suspeita que roubalheira de recursos públicos no País durante este período de pandemia já supere R$ 2 bilhões

Mesmo com um a menos, o Santos voltou se impondo mais ao ataque na segunda etapa, inclusive criando mais oportunidades do que todo o primeiro tempo. Com dois chutes da entrada da área, Marinho fez Fernando Prass trabalhar. Enquanto isso, Soteldo estava afim de jogo, correndo bastante, se apresentando pro jogo e criando oportunidades principalmente pelas beiradas.

 

 

Otavio Ventureli(da redação)

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA