Momento Destaque

Ceará empata em 2 x 2 com o Goiás na noite deste domingo no Castelão em Fortaleza pela 12ª rodada do Brasileirão

Publicados

em

O Ceará empatou com o Goiás em 2 a 2, na noite deste domingo (27), no Castelão, pela 12ª rodada da Série A do Brasileiro.

O time de Guto Ferreira sofreu o gol logo no primeiro minuto de jogo, mas, na segunda etapa, conseguiu mudar o rumo do confronto. Charles e Vina marcaram. Mas David Duarte deixou tudo igual aos 45 minutos do segundo tempo.

Para quem gosta de emoção, o jogo começou quente. Antes mesmo de um minuto, Fernando Sobral carimbou o travessão de Tadeu. Mas, logo em seguida, Breno cabeceou para grande defesa de Fernando Prass, e Rafael Moura pegou o rebote tranquilo para abrir o placar.

O jogo seguiu movimentado. O Ceará teve boas chances com Sobis, Vina e Felipe Silva. David Duarte arriscou de longe e quase surpreendeu. Aos 43, o zagueiro Tiago marcou gol do Ceará, mas havia sido dada a saída de bola na cobrança do escanteio. Vina ainda mandou um chutaço para defesaça de Tadeu.

O Ceará fez uma mudança para o segundo tempo. Saiu Sobis para entrar Cléber. E em lance de velocidade de Charles, o jogador chutou sem ângulo, a bola tocou na trave e veio o gol do Ceará.

Leia Também:  Previsão do tempo indica calor e chuva no fim de semana na maioria das regiões de Mato Grosso sem alerta de tempestades

Aos 23, Vina arriscou perto do travessão de Tadeu. Mas, aos 27, ele não errou. Invadiu a área e meteu o chute sem chance para Tadeu: 2 a 1. Prass fez duas grandes defesas. Caju perdeu gol inacreditável dentro da pequena área. David Duarte deixou tudo igual aos 45 minutos do segundo tempo.

Na tabela

Com o resultado, o Ceará tem 14 pontos, na parte de cima da tabela. O Goiás tem nove pontos, na parte inferior da tabela

Próximos jogos

Pelo Brasileirão, o Ceará encontra o Palmeiras no próximo sábado (3), fora de casa, às 19 horas. Antes enfrenta o Fortaleza na final do estadual na quarta-feira (30). O Goiás encontra o Santos às 18h15 na Serrinha, no domingo(04).

 

 

Otavio Ventureli(da redação com GE)

Momento Destaque

Atlético Mineiro recebeu o Sport na noite deste sábado no Mineirão para dormir na liderança mas não marcou e partida termina em 0 x 0

Publicados

em

O melhor ataque do Campeonato Brasileiro falhou na noite deste sábado(24). O Atlético-MG recebeu o Sport em casa para se recuperar no torneio e até mesmo dormir como líder. Mas o Galo, mesmo com posse de bola e volume de jogo, parou nas mãos do goleiro Luan Poli.

O empate em 0 a 0 deixa o clube mineiro na terceira colocação, e agora torce para o empate entre Internacional e Flamengo neste domingo(25). Já o Leão permanece na metade inferior da tabela. O time de Jair Ventura, ao menos, leva um ponto para Recife e quebra a sequência de derrotas.

O Atlético-MG repetiu a estratégia do jogo contra o Bahia e, com posse de bola, atacou bastante o Sport. A equipe de Jair Ventura se defendeu bem, ao menos até os 30 primeiros minutos. Depois, o Galo conseguiu espaços na zaga do Leão e teve três chances de marcar.

Primeiro, em chute perigoso de Savarino, fora da área, que Luan Poli espalmou e a trave ajudou. Depois, Jair recebeu de Keno na infiltração e bateu no alto, seco, para Poli defender novamente.

Leia Também:  Polícia Civil de MT prende homem foragido da Justiça de São Paulo acusado de matar companheira a facadas em Sao Bernardo do Campo

O goleiro do Sport voltou a aparecer bem ao impedir que Keno balançasse a rede, após Márcio Araújo errar o passe para trás. O artilheiro do Galo ainda teve o rebote a favor, mas chutou para fora. O Sport chegou pouco, e não finalizou a gol no primeiro tempo, aparecendo mais nas bolas paradas com Thiago Neves. O time da casa, ao contrário, desferiu 14 finalizações, sem marcar.

A etapa final não teve o roteiro alterado, a não se por menos chances de perigo a favor do Atlético. No início do segundo tempo, Luan Poli fez duas O Sport continuou na retranca, sem levar perigo ao gol de Everson.

O Galo provou o ataque com Marrony e Zaracho. Mas a produção ficou devendo. No contra-ataque, o Sport tentava escapar com Thiago Neves, mas faltava espaço e presença de companheiros de time para prosperar. O tempo virou inimigo do Atlético, que não conseguiu furar a defesa do rubro-negro pernambucano.

 

 

Otavio Ventureli(da redação)

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA