Momento Destaque

Com informações da Polinter de MT Polícia Civil de Santa Catarina prende em Camburiú assassino que matou a mulher em 2011 em Cáceres MT

Publicados

em

A trajetória de fugas de um foragido da Justiça, que cometeu um bárbaro homicídio no interior de Mato Grosso chegou ao fim com a captura do criminoso na segunda-feira (10), na cidade de Balneário Camboriú, no litoral catarinense.

A prisão ocorreu depois de informações repassadas pela Gerência de Polinter e Capturas de Mato Grosso à Polícia Civil de Santa Catarina, que levaram à prisão do homem de 30 anos.

A Polinter recebeu no início deste ano uma solicitação de apoio da Delegacia Especializada de Defesa da Mulher de Cáceres para localizar o atual paradeiro do fugitivo, que foi identificado como autor de brutal homicídio ocorrido o em 11 de fevereiro de 2011, que vitimou Benedita de Paula Nunes, de 27 anos.

A vítima foi cruelmente espancada e torturada até a morte e encontrada em sua residência totalmente despida e com várias lesões no corpo. O crime chocou moradores da cidade diante da gravidade e da forma cruel como a vítima foi morta.

Com o avanço das investigações realizadas pela DEDM de Cáceres e com a autoria do crime definida, após representação criminal da autoridade policial, o Poder Judiciário decretou em outubro de 2019 a prisão preventiva do investigado. Desde então, o autor do crime passou a ser considerado foragido da justiça.

Leia Também:  Com um minuto de jogo Atlético MG arma contra-ataque vence o Inter no Beira-Rio e alcança sua quinta vitória consecutiva no Brasileirão

Por diversas vezes, a Polícia Civil tentou capturá-lo, mas sem sucesso, pois ele se refugiava na Bolívia, de onde  retornou poucas vezes ao Brasil.

Em fevereiro deste ano, a Polinter chegou a enviar uma equipe a Cáceres, mas as buscas pelo foragido não tiveram êxito. Uma última tentativa foi realizada para localizá-lo em Goiânia, contudo, com os dados obtidos no decorrer das investigações, a equipe da Polinter conseguiu apurar o possível paradeiro do foragido, cujas informações levavam à região Sul do Brasil.

Em um trabalho em conjunto com a equipe do delegado Vicente Soares, da Divisão de Investigação Criminal de Balneário Camboriú, os policiais civis do município catarinense checaram prováveis locais onde ele poderia esta e com apoio da Polícia Militar local conseguiram realizar a prisão nesta segunda-feira.

As buscas pelo foragido contaram também com o auxílio da Delegacia Regional de Cáceres.

O mandado de prisão preventiva foi expedido pela 1ª Vara Criminal da Comarca de Cáceres, para onde o foragido deverá ser recambiado.

Leia Também:  Suspeita de chifre: Homem violento é preso depois de bater em mulher com chinelo e tentar enforcar a vítima no dia dos namorados

 

 

Otavio Ventureli(da redação com assessorias)

Momento Destaque

Com um minuto de jogo Atlético MG arma contra-ataque vence o Inter no Beira-Rio e alcança sua quinta vitória consecutiva no Brasileirão

Publicados

em

Foi com uma jogada bem trabalhada num contra-ataque rápido que o Atlético-MG venceu o Inter por 1 a 0 na noite desta quarta-feira, no Beira-Rio, pela quarta rodada do Brasileirão.

Com um minuto de jogo, Jair roubou uma bola no meio de campo, acionou Hulk, e o atacante largou na boa para Nathan fazer o gol do jogo. É a quinta vitória consecutiva do Galo, somados Série A e Copa do Brasil. O resultado coloca o time mineiro no G-4.

O Atlético sobe para nove pontos e chega à terceira posição ao lado dos líderes Fortaleza e Athletico-PR. O Inter segue em 14º, com quatro pontos. Mas as colocações podem mudar ao fim da 4ª rodada.

O Inter volta a jogar no Beira-Rio no domingo, às 16h, contra o Ceará. O Galo recebe a Chapecoense na segunda-feira, às 20h, no Mineirão.

Além da derrota em casa, a comissão técnica do Inter deve perder dois jogadores importantes da equipe. Taison precisou sair com um problema no músculo posterior da coxa direita. Cuesta levou a pior em dividida com Dylan. Na disputa do lance, a chuteira do jogador do Galo atingiu o peito do zagueiro colorado, que também foi substituído.

Leia Também:  Ministério Público de MT propõe que casal Cestari pai da assassina de Isabele Guimarães vá à Jurí popular por homicidio doloso qualificado

 

 

Otavio Ventureli(da redação esportes)

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA